Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Fatores que interferem no processo do reparo alveolar

Informações sobre o autor

 
Nível
Avançado
Estudo seguido
odontologia
Faculdade
UNIP

Informações do trabalho

Michele R.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
monografia
Número de páginas
12 páginas
Nível
avançado
Consultado
216 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Revisão de literatura
    1. Remodelação óssea
    2. Fatores que interferem na cicatrização alveolar
  3. Discussão

O processo de reparo em feridas após a extração dentaria apresenta uma seqüência de etapas que envolvem eventos biológicos como alterações vasculares e celulares, proliferação epitelial, proliferação de fibroblastos, elastina entre outros. Este processo de cicatrização alveolar pode ser retardado e agravado se houver alguma interferência local como o tipo do fio de sutura, falta de higienização no local da ferida, fragmentos ósseos no interior do alvéolo, entre outros. Na interferência sistêmica podemos citar o diabetes, o estrogênio como fator agravante na cicatrização alveolar. Contudo existem métodos como forma de prevenir tais acontecimentos agravantes no processo de cicatrização do alvéolo dental. O conhecimento do profissional é fundamental para evitar algumas complicações pós cirúrgica assim como a colaboração do paciente é fundamental para o reparo.

[...] Alguns fatores influenciam no processo do reparo alveolar devido a falta de conhecimento das manobras cirúrgicas, material não esterilizado levando a uma negligencia por parte do cirurgião dentista, existe também uma parcela por conta do paciente, como a falta de colaboração onde o mesmo não executa as recomendações informadas pelo profissional. Profissionais da área da saúde devem estar atentos para qualquer procedimento, desde o mais simples ao mais complexo. A extração dental por se tratar de uma cirurgia oral menor, deve-se ter uma atenção especial, para isso o profissional deve em primeiro lugar sentir se apto a executar tal procedimento tendo os conhecimentos básicos das manobras cirúrgicas, assepsia, anti-sepsia instrumental adequado entre outros fatores dos quais não observados e avaliados poderão causar alterações no processo da cicatrização. [...]


[...] A deficiência de insulina causa uma alteração no metabolismo das proteínas e dos lipídios com isso levando ao atraso no processo do reparo alveolar pós exodontia. O atraso no reparo alveolar em paciente com diabetes se dá pelo retardo da fase fibroblástica e que progrediram mais lentamente os elevados índices de glicose no sangue causam infecção no tecido e redução da formação do tecido de reparo Isquemia O termo isquemia costuma ser empregado para as situações em que ocorre ausência total de afluxo sangüíneo em um local, devido a inúmeros fatores. [...]


[...] A velocidade do processo de reparo alveolar depende de vários fatores podendo ser de origem local ou sistêmico, temos que levar em conta neste processo de reparo o tipo de osso que pode ser cortical ou esponjoso (Amadei, 2006). Os estrogênios são hormônios capazes de produzir algumas ações fisiológicas como a ovulação, metabolismo de minerais e carboidratos. Normalmente os estrogênios também são utilizados na reposição hormonal pós menopausa. A função do estrogênio também atua no crescimento, na diferenciação e na formação óssea pós exodontia, onde o processo de reparação envolve uma cascata de reações biológicas, levando a remodelação óssea, este reparo pode ser afetado por fatores locais e externos e regulado pela interação de diferentes mecanismos. [...]

Mais Vendidos odontologia

Cronologia, Formação e Erupção Dental

 Biologia e medicina   |  Odontologia   |  Estudo   |  28/08/2012   |  BR   |   .ppt   |   7 páginas

Últimos trabalhos odontologia

Cronologia, Formação e Erupção Dental

 Biologia e medicina   |  Odontologia   |  Estudo   |  28/08/2012   |  BR   |   .ppt   |   7 páginas

Osteonecrose dos Ossos Maxilares

 Biologia e medicina   |  Odontologia   |  Estudo   |  28/02/2011   |  BR   |   .ppt   |   4 páginas