Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Laminados em cerâmica

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
outros
Faculdade
UNIFENAS

Informações do trabalho

José G.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
monografia
Número de páginas
34 páginas
Nível
Para todos
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Revisão de literatura
    1. Características gerais da cerâmica
    2. Estudos associados
  3. Metodologia

Esta monografia objetivou analisar os laminados em cerâmica. Uma revisão de literatura mostrou ausência de trabalhos demonstrando a importância das estruturas de reforço na resistência final (cinta lingual e poste proximal) e esses princípios parecem estar mais assentados em bases clínicas do que em trabalhos de pesquisa. Com freqüência, artigos científicos, de divulgação e livros têm mostrado infra-estruturas sem qualquer estrutura de reforço, que possibilitam apenas a obtenção de coroas com espessuras diferentes de porcelana e, consequentemente, uma perda significativa de resistência à fratura. Assim, é fundamental acrescentar pesquisas em técnicas de mensuração das propriedades físicas e químicas dos materiais dentários, bem como avaliar a influência das características das infra-estruturas metálicas e cerâmicas na resistência final à fratura para melhorar o potencial de uso destes materiais na odontologia protética e restauradora, principalmente no que diz respeito às estruturas de reforço.

[...] Em 1956 ocorreu um desenvolvimento significante no uso da porcelana fundida com certas ligas de ouro para formar próteses unitárias e fixas. Previamente eram usadas ligas de irídio-platina e paládio, mas a união da porcelana com ligas de ouro permitiu a combinação da estética da porcelana e a ductilidade, força e resistência da liga de ouro (HOBO; SHILLINGBURG, 1973; RAMOS JUNIOR; BATISTA; MIRANDA, 1997). Em 1974, as infra-estruturas das restaurações metalocerâmicas passaram a utilizar ligas de metal básico, principalmente as não-preciosas de níquel-cromo e cobalto-cromo associadas à porcelana. [...]


[...] O aumento do conteúdo de leucita melhora a resistência da cerâmica e é utilizada em diversos sistemas, a exemplo do IPS Empress (Ivoclar-Vivadent). Com relação aos sistemas de cerâmicas prensadas, tais como, o IPS Empress e o OPC (Jeneric/Pentron), considerou- se como vantagens a excelente adaptação, adequada translucidez e capacidade de serem condicionados pelo ácido. Já o sistema IPS Empress 2 possui uma infra-estrutura formada por uma cerâmica vítrea de dissilicato de lítio, a qual é finalizada com uma cerâmica de cobertura vítrea a base de fluorapatita. [...]


[...] Resistence to fracture of metal ceramic and all-ceramic crowns. Int J Prosthodont 1994;7:149-54. CHICHE GJ, PINAULT A. All-Ceramic crowns and foils corwns. In: CHICHE GJ, PINAULT editors. Esthetics of anterior fixed prosthodontics. Singapore: Quintessence Books; 1994. p. 97-113. CHRISTENSEN GJ. The coming demise of the cast gold restorations. J Amer dent Ass, v n.8, p.1233-6, Aug CHRISTENSEN GJ. Ceramic vs. porcelain fused to metal crowns. J Am Dent Assoc 1994;125(1):311-4. CULP L. Empress 2 First year clinical results. J dent Technol., v.16, n.2, p.12-5, Mar DONOVAN TE, CHEE WWL. [...]

Mais Vendidos odontologia

Cronologia, Formação e Erupção Dental

 Biologia e medicina   |  Odontologia   |  Estudo   |  28/08/2012   |  BR   |   .ppt   |   7 páginas

Últimos trabalhos odontologia

Cronologia, Formação e Erupção Dental

 Biologia e medicina   |  Odontologia   |  Estudo   |  28/08/2012   |  BR   |   .ppt   |   7 páginas

Osteonecrose dos Ossos Maxilares

 Biologia e medicina   |  Odontologia   |  Estudo   |  28/02/2011   |  BR   |   .ppt   |   4 páginas