Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Fisiologia

Informações sobre o autor

Professora de Genética - Professora de Melhoramento...
Nível
Especializado
Estudo seguido
Médica...

Informações do trabalho

Giselle K.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
artigo
Número de páginas
50 páginas
Nível
Especializado
Consultado
211 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Sistema de integração
  3. Fisiologia do SN
    1. Sistema nervoso
    2. Sistema nervoso periférico
    3. Sistema nervoso vegetativo
    4. Eccles
    5. Tempo Reflexo
    6. Reflexos ? Tipos
    7. Experiência ? Animal espinhal
    8. Reflexos condicionados
    9. Sistema nervoso vegetativo
    10. Receptores
    11. Colinérgicos
    12. Adrenérgicos
  4. Sistema nervoso vegetativo
    1. Respostas dos efetores viscerais aos impulsos
    2. Experiência
    3. Glicogenólise
  5. Sistema nervoso central e periférico
    1. Sensibilidade Somática (percepção consciente de um estímulo)
    2. Mapeamento Cortical Sensitivo
    3. Receptores Polimodais (nocicepção ? dor)
    4. Motricidade somática
    5. Cerebelo
  6. Fisiologia do sistema nervoso II
    1. Animal espinhal (descerebrado)
    2. Hemisférios
  7. Sistema cardiovascular
    1. Circulação do sangue
    2. Automatismo cardíaco
    3. Resposta rápida
    4. Resposta Lenta
    5. Eletrocardiograma
    6. Ciclo Cardíaco
    7. Lei do coração (Starling e Frank)
    8. Circulação nos vasos sangüíneos
    9. Fatores que influenciam as trocas entre sangue e tecidos ao nível dos capilares
    10. Vasos de capacidade ? Veias
    11. Circulação linfática
    12. Grandes troncos da drenagem linfática
  8. Sistema respiratório
    1. Anatomia fisiológica
    2. Mecânica respiratória
    3. Transporte de gases pelo sangue
  9. Tampão
    1. Transporte de CO2
  10. Regulação neural e humoral da respiração
  11. Respiração nas aves
  12. Sistema renal
    1. Processo de formação da urina
    2. Processo de reabsorção tubular
    3. Existem dois tipos de cotransporte
    4. Secreção tubular
    5. Mecanismo de contra corrente renal
    6. Hipotálamo
  13. Equilíbrio hidrossalino
    1. Variações do volume do LEC
    2. Equilíbrio ácido base
  14. Fisiologia da digestão
    1. Secreções
    2. Saliva
    3. Suco gástrico
    4. Secreções intestinais
    5. Enzimas que digerem proteínas
    6. Enzimas que digerem carboidratos
  15. Fisiologia da tireóide
    1. Processo de biossíntese do hormônio tireoideano
    2. Transporte
    3. Regulação fisiológica da secreção
    4. Efeitos biológicos
    5. Biotransformação e excreção dos hormônios tireoideanos
  16. Experiências práticas
    1. Consumo de oxigênio
    2. Efeito de Inibidores do Simporte Na(+)K(+)2Cl sobre a diurese em camundongos
  17. Explicação

Introdução
Um sistema é mais do que o que convencionamos chamar de ?aparelho?:
Aparelho circulatório ? circulação do sangue. Mas a circulação do sangue envolve muitas outras coisas. A função circulação não envolve só o aparelho circulatório, depende do coração para bombear o sangue, dos pulmões que oxigenam o sangue, do sistema endócrino que produz secreções que são transportadas pelo sangue, etc.
Sendo assim, um sistema é composto pelo aparelho mais os outros órgãos e elementos que atuam neste sistema.

Sistemas ? funções: circulação; respiração; digestão; reprodução; excreção.

A fisiologia pode ser dividida em antes e depois de Claude Bernard. Antes era ?estudada? por filósofos, com teorias até meio absurdas a respeito da fisiologia. Claude Bernard fez experimentos com o fígado e provou que era ele que produzia o glicogênio, através da glicose (polimerização). Essa foi uma grande descoberta para a época. Claude Bernard foi um grande pensador. Ele elaborou uma teoria fisiológica:
Analisando a vida dos animais marinhos observou-se que as células destes animais faziam trocas com o meio marinho. Sabendo-se que a vida começou nos mares por um processo evolutivo, através de experiências podemos reproduzir o aparecimento de organismos celulares. Colocando-se em meio líquido elementos essenciais para o surgimento dessas células (ex: aminoácidos) e induzindo com faíscas elétricas a interação desses elementos, as células surgem. Após anos e anos, esses organismos passaram para a terra. Observando isso, Claude analisou que esses organismos não mais eram capazes de fazer trocas com o ambiente líquido de onde vieram.

[...] Isso ocorre graças a seu arranjo, que faz com que o O2 e o ferro não tenham contato com a água ferro só se oxida em contato simultâneo com o oxigênio e a água). A mioglobina é monomérica, só possui um componente, uma unidade (uma proteína). A hemoglobina é tetramérica, possui quatro componentes. A hemoglobina pega o O2, independente da pressão ser grande ou pequena, com facilidade graças a sua estrutura tetramérica. É chamado de Efeito Cooperativo: quando as primeiras moléculas (monômeros) de hemoglobina se ligam ao O2, facilita a ligação das demais. [...]


[...] O vírus da raiva se localiza no hipocampo. O Córtex Cerebral se divide em regiões, os lobos. Existem áreas no córtex que não fazem parte dos lobos, são as chamadas áreas de associação, entre os lobos. Ex.: Ao ver um objeto, os impulsos chegam ao lobo occipital. Ao ver esse objeto, realizo um movimento, que parte do lobo parietal. Então existe comunicação entre os lobos. Essa comunicação ocorre nessas áreas de associação. O lobo frontal é um lobo associativo, onde ocorrem associações funcionais. [...]


[...] Fisiologia do Sistema Nervoso II Animal Espinhal (descerebrado) A medula também funciona como centro de integração neural. Existem reflexos que ocorrem no animal a nível de medula espinhal, sem intervenção encefálica. Ex.: reflexo de coçar (pulga elétrica), defecação, micção e ereção (que são estimulados pelo parassimpático). Os animais menos evoluídos possuem uma maior dependência da medula espinhal. A medida que vão evoluindo, essas funções, que eram reflexos medulares, vão sendo transferidas para o encéfalo, até que a medula passe a ser apenas um centro de integração neural. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Fisiologia da polpa e do periodonto

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  08/12/2006   |  BR   |   .doc   |   13 páginas

Choque circulatório e a fisiologia de seu tratamento

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  16/10/2007   |  BR   |   .ppt   |   38 páginas

Mais Vendidos veterinária

Herpesviridae

 Biologia e medicina   |  Veterinária   |  Artigo   |  29/06/2008   |  BR   |   .doc   |   19 páginas