Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Fisiopatologia da reprodução de cães e gatos

Informações sobre o autor

A
Nível
Especializado
Estudo seguido
A

Informações do trabalho

Melissa S.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
.ppt
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
30 diapositivo
Nível
Especializado
Consultado
3 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
1 Avaliaçao cliente
3
escrever um comentário
  1. Reprodução e idade
  2. Fisiologia
  3. Ciclo estral
  4. Patologias freqüentes
  5. Neoplasias ováricas
  6. Os diferentes tipos de tumores do ovário
  7. Tratamento
  8. Alterações uterinas
  9. Diagnóstico
  10. Neoplasias uterinas

A idade influi de uma maneira muito importante tanto nas características do ciclo estral como nas possibilidades de gestação. Alterações no ciclo estral: são muito mais freqüentes em cadelas que ultrapassam os 8 anos de idade, muitas de delas estão relacionadas com condições patológicas do útero e dos ovários. Em outras ocasiões não se trata de alterações realmente patológicos e sim normais na idade senil; assim aumenta o período de intervalo entre cios e muitas vezes os proprietários podem chegar a crer que sua cadela já não tem mais cios. Os cios podem ser pouco expressivos ou silenciosos e em alguns casos são em intervalos irregulares. Podem originar ou agravar situações endócrinas patológicas como o caso de diabetes mellitus durante o diestro.

[...] Aparece entre 1e 12 semanas do princípio do estro e pode apresentar : Depressão, anorexia, descarga vaginal, dilatação da cérvix, poliúria/ polidpsia, distenção abdominal, vômitos e diarréia, septicemia em casos avançados (taquicardia, taquipnéia, perfusão capilar baixa, hipotensão, pulso fraco, debilidade muscular. Ao exame físico podemos encontrar: descarga vaginal, desidratação, útero aumentado e palpável. Diagnóstico Contagem celular: 20.000 - 100.000 GB/mm3 com neutrofilia (pode ser maior se o cérvix está fechado), Anemia normocítica e normocrômica, hiperproteínemia (>globulinas) Urinálise: de proteinúria a densidade baixa. [...]


[...] Fisiologia O parto de uma cadela idosa pode ser mais problemático, já que a infiltração de gordura na musculatura debilita as contrações tanto da parede abdominal como do útero, dificultando a dilatação e a expulsão fetal como conseqüência de um quadro de inércia uterina primária. Ciclo estral Em fêmeas idosas: Aumento do intervalo entre cios. Maior presença de cios irregulares ou silenciosos. Aumenta a incidência de patologias do sistema reprodutor. Alterações endócrinas do diestro. Cria: Diminui a taxa de concepção. [...]

Mais Vendidos veterinária

Herpesviridae

 Biologia e medicina   |  Veterinária   |  Artigo   |  29/06/2008   |  BR   |   .doc   |   19 páginas

mais Pontuados veterinária

Anatomia, Estrutura e Circulação Sanguínea da Glândula Mamária

 Biologia e medicina   |  Veterinária   |  Estudo   |  13/08/2012   |  BR   |   .doc   |   10 páginas