Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

O coração como bomba

Informações sobre o autor

 
Nível
Avançado
Estudo seguido
veterinária
Faculdade
Nilton Lins

Informações do trabalho

Tayana C.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
.ppt
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
43 diapositivo
Nível
avançado
Consultado
0 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Leucemias crônicas

O coração é uma máquina complexa. Através deste trabalho puderam ser fornecidos conhecimentos importantes relacionados à cardiologia, que é um campo da veterinária que vem sendo bastante estudado nos últimos tempos, e torna-se fundamental o seu conhecimento para todo veterinário competente. Sístole e diástole ventricular; Débito cardíaco; Aumento do volume diastólico final promovendo aumento do volume sistólico; Volume ventricular diastólico final; Contratilidade ventricular; Freqüência cardíaca associada ao débito cardíaco; Sopro cardíaco; Defeitos cardíacos e a sua influência no funcionamento do coração; Conseqüências patológicas dos defeitos cardíacos. Durante a primeira fase da diástole ventricular, chamada de relaxamento isovolumétrico, não há enchimento ou esvaziamento do ventrículo, pois a válvula mitral permanece fechada. O músculo relaxa e a pressão ventricular esquerda declina de um valor perto da pressão aórtica para um valor perto da pressão atrial esquerda. A pressão ventricular esquerda cai a níveis abaixo da pressão atrial esquerda, o enchimento ventricular começa e é aberta a válvula mitral. O ventrículo se enche rapidamente, depois mais lentamente (diástase), até que se inicie outro potencial de ação. O organismo de um cão pode funcionar bem em repouso mesmo se os átrios dele estiverem fibrilando e não se contraindo. Já durante o exercício, as contrações atriais fazem uma contribuição relativamente para o enchimento ventricular, porque a rápida freqüência cardíaca resulta em intervalo menor para o enchimento diastólico. Ao final da sístole atrial os átrios relaxam-se e a pressão atrial esquerda cai rapidamente. Os ventrículos se contraem novamente e há um fluxo reverso momentâneo do sangue do ventrículo esquerdo para o átrio esquerdo. A válvula mitral fecha-se e marca o fim da diástole ventricular. Débito cardíaco Dc = Fc x Vs Fc = Número de batimentos do coração por minuto Vs = mililitros ejetados Vt = Vs x Fc Maior volume diastólico final = maior volume sistólico O volume ventricular diastólico final é determinado pela pré-carga ventricular, pela complacência ventricular e pelo tempo de enchimento diastólico

Estes documentos podem interessar a você

Cardiograma de tração no sapo

 Biologia e medicina   |  Enfermagem   |  Estudo   |  27/09/2006   |  BR   |   .doc   |   12 páginas

Coração: aspeitos gerais

 Engenharia e tecnologias   |  Engenharia   |  Estudo   |  09/10/2006   |  BR   |   .doc   |   25 páginas

Mais Vendidos veterinária

Herpesviridae

 Biologia e medicina   |  Veterinária   |  Artigo   |  29/06/2008   |  BR   |   .doc   |   19 páginas