Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Tumores cutâneos

Informações sobre o autor

A
Nível
Especializado
Estudo seguido
A

Informações do trabalho

Melissa S.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
.ppt
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
26 diapositivo
Nível
Especializado
Consultado
103 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Classificação histológica
  3. Nódulos não neoplásicos
  4. Neoplasias cutâneas caninas
  5. Tumores epiteliais tumores benignos
  6. Epitelioma intracutâneo cornificante/ queratoacantoma
  7. Carcinoma de células escamosas
  8. Tumor de células basais
  9. Tumores de glândulas sebáceas
  10. Adenoma de glândulas hepatóides
  11. Adenocarcinoma de glândulas hepatóides
  12. Tumores de glândulas apócrinas
  13. Tumores de glândulas ceruminosas
  14. Adenocarcinomas apócrinos dos sacos anais
  15. Tumores foliculares
  16. Tumores melanocíticos

Cada um dos tipos tumorais incluem uma informação sobre apresentação clínica, etiologia, comportamento e prognóstico de cada tipo de neoplasia. As características macroscópicas, a localização da massa e os achados citológicos podem ser orientados no que refere a classificação do tumor, e sempre em última instância o estudo histológico do tecido o que nos permitirá classificar a neoplasia de forma mais acurada e estabelecer um prognóstico individualizado. Existem técnicas que nos permitem determinar de forma mais precisa a histogênese e o grau de malignidade de cada neoplasia (imunohistoquímica, citometría de fluxo, etc.). São poucos os processos neoplásicos cutâneos com comportamento clínico maligno e muitas das neoplasias histologicamente malignas tem um prognóstico favorável se são tratadas a tempo de forma adequada.

[...] Tumores de glândulas apócrinas Tumores de glândulas exócrinas Tumores Melanociticos Introdução Cada um dos tipos tumorais incluem uma informação sobre apresentação clínica, etiologia, comportamento e prognóstico de cada tipo de neoplasia. As características macroscópicas, a localização da massa e os achados citológicos podem ser orientados no que refere a classificação do tumor, e sempre em última instância o estudo histológico do tecido o que nos permitirá classificar a neoplasia de forma mais acurada e estabelecer um prognóstico individualizado. Classificação Histológica Existem técnicas que nos permitem determinar de forma mais precisa a histogênese e o grau de malignidade de cada neoplasia (imunohistoquímica, citometría de fluxo, etc.). [...]


[...] Tumores foliculares Existem classificações histopatológicas detalhadas destes tumores segundo seus padrões microscópicos (tricoepitelioma, tricolemoma, piloma-trixoma, etc.) é preferível agrupar por motivos práticos, pelos seus comportamentos clínicos e prognósticos são muitos similares. Se apresentam como massas isoladas, bem delimitadas e mostram preferência pela cabeça, dorso e cauda. Ocasionalmente podem comportar- se de forma infiltrativa a nível local muito raramente, se descrito metástases a gânglios regionais ou pulmões. Tumores melanocíticos Neoplasias derivadas das cristas neurais e que se comportam de forma distinta e que tem um grave prognóstico. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Afecções cirúrgicas anorretais

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Palestra   |  22/10/2006   |  BR   |   .ppt   |   34 páginas

Carcinoma de células escamosas

 Biologia e medicina   |  Veterinária   |  Estudo dirigido   |  30/07/2007   |  BR   |   .ppt   |   36 páginas

Mais Vendidos veterinária

Herpesviridae

 Biologia e medicina   |  Veterinária   |  Artigo   |  29/06/2008   |  BR   |   .doc   |   19 páginas