Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Cesariana em bovinos e equinos

Informações sobre o autor

 
Nível
Avançado
Estudo seguido
medicina
Faculdade
UFPA

Informações do trabalho

Patrícia P.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
20 páginas
Nível
avançado
Consultado
5 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Cesariana em bovinos
    1. Considerações gerais
    2. Indicação
    3. Preparo do animal e material cirúrgico
    4. Anestesia
    5. Anestesia Paravertebral
    6. Técnica cirúrgica
    7. Pós-operatório
  2. Cesariana em eqüinos
    1. Considerações gerais
    2. Indicação
    3. Preparo do animal e material cirúrgico
    4. Anestesia
    5. Técnica cirúrgica
    6. Pós-operatório
  3. Conclusão
  4. Referências bibliográficas

A cesariana é um procedimento cirúrgico para a retirada de um feto através de uma abertura transabdominal do útero que pode ser realizado com o animal em estação ou em decúbito, sendo indicada para vacas cujas distocias materno e/ou fetal não podem ser corrigidas com o uso de substâncias lubrificantes, ou quando a extração forçada colocar em risco a sobrevivência do bezerro e da vaca. Uma outra indicação é a presença de bezerro vivo ou a inadequada dilatação cervical, restringindo o uso da fetotomia.
A modernização das criações, decorrente da introdução de novas raças mais especializadas e precoces, tem melhorado os índices de produtividade. Por outro lado, a ocorrência de partos distócicos tem aumentado visivelmente (CATTELL e DOBSON, 1990). O valor genético dos animais, associado ao desenvolvimento de técnicas cirúrgicas simples e seguras, bem como a possibilidade terapêutica de garantir-se um pós-operatório tranqüilo, permite salientar uma importância cada vez maior da cesariana, disseminando no meio pecuário sua utilização (GRUNERT e BIRGEL, 1989).

[...] Freeman, Hungerford e Schaeffer (1999) afirmam, em um estudo com 116 éguas que para a resolução da distocia foram submetidas a cesariana ou a extração forçada, que se a distocia é de longa duração e o canal do parto se encontra severamente lesionado, a cesariana é preferível à extração vaginal forçada Preparo do animal e material cirúrgico Recomendam-se os mesmos cuidados já descritos para bovinos, utilizando- se material cirúrgico semelhante. Contudo, os eqüinos são mais sensíveis à problemas infecciosos e portanto necessitam de centro cirúrgico, devendo ser encaminhados com urgência para locais apropriados. [...]


[...] Anestesia: Local e Regional em bovinos.Revista CFMV ?Suplemento técnico. n º 22, Jan/Fev/Mar/Abr/ TONIOLO, G.H., VICENTE, W.R.R. Manual de Obstetrícia Veterinária. São Paulo: Livraria Varela WATKINS J.P. et al. Elective cesarean section in mares: eight cases (1980-1989). J Am Vet Med Assoc Dec 15;197(12):1639-45. Disponível em: . Acesso em 11 abril YOUNGQUIST, R.S. Current therapy in large animal therriogenology. Philadelphia: W.B Saunders Company ANEXOS Fixação do útero com pinça própria e aplicação de antibiótico pelo ângulo superior da incisão uterina, antes do fechamento do primeiro plano de sutura do útero.A seguir, o peritônio o e as camadas musculares são suturadas. [...]


[...] Acesso em 11 abril GRUNERT, E. e BIRGEL, E. H. Obstetrícia Veterinária. 3.ed, Porto Alegre, Sulina GUIDO, M.C. Cesariana nas vacas Disponível em: . Acesso em 02 abril HAGYARD-DAVIDSON Disponível em: < www.hagyard.com/ ser_surgery.htmlfigggura > Acesso em 06 abril JEFF KO, D. Species: Horses Oklahoma State University College of Veterinary Medicine.2003.Disponível em: . Acesso em 06 abril LAZZERI, L. e BERNIS, W. O. Contribuição à síntese cirúrgica. Arq. da Esc. Sup. de Méd. Vet. da UFMG, Vol. [...]

Mais Vendidos veterinária

Herpesviridae

 Biologia e medicina   |  Veterinária   |  Artigo   |  29/06/2008   |  BR   |   .doc   |   19 páginas

mais Pontuados veterinária

Anatomia, Estrutura e Circulação Sanguínea da Glândula Mamária

 Biologia e medicina   |  Veterinária   |  Estudo   |  13/08/2012   |  BR   |   .doc   |   10 páginas