Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Linfoma, linfossarcoma, leucemia linfocítica

Informações sobre o autor

A
Nível
Especializado
Estudo seguido
A

Informações do trabalho

Melissa S.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
.ppt
Tipo
estudo
Número de páginas
32 diapositivo
Nível
Especializado
Consultado
148 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Achados clínicos
    1. Forma alimentar
    2. Forma mediastinal
    3. Forma epiteliotrófica
    4. Forma extranodal
  3. Lesões
    1. Forma alimentar
  4. Diagnóstico
    1. Leucemia linfoblástica aguda
    2. Leucemia linfocítica crônica
  5. Linfomas caninos
    1. Tumores de alto grau
  6. Tratamento
    1. Quimioterapia
    2. Exames clínicos e laboratoriais
    3. fase de indução
    4. fase de manutenção
  7. Manutenção
    1. Forma alimentar
    2. Leucemia linfocítica
    3. Leucemia linfoblástica
  8. Linfossarcoma e leucemia felinos
    1. Definição
  9. Etiologia e epidemiologia
  10. Transmissão
  11. Achados clínicos
  12. Diagnóstico

O linfoma é uma enfermidade progressiva fatal Caracterizada por transformações neoplásicas e proliferação das células linfóides, Origina-se dos: órgãos linfóides sólidos (linfossarcoma). medula óssea (leucemia linfocítica). Os sintomas variáveis dependem de quais órgãos estejam envolvidos. Não foi estabelecida etiologia viral. A doença é histólogica e imunologicamente heterogênea e os vários subtipos morfológicos podem se comportar diferentemente.

[...] Diagnóstico A leucemia linfocítica verdadeira é rara. Diferenciar de linfossarcoma por causa dos diferentes prognósticos e respostas à terapia. Leucócitos normal a aumentada: com uma predominância de células linfóides no sangue periférico e medula óssea. Diagnóstico Leucemia linfoblástica aguda: pouco diferenciada, agressiva prognóstico ruim, Leucemia linfocítica crônica: bem diferenciada, doença de evolução lenta responde bem à terapia. Esplenomegalia difusa. linfomas caninos Tumores de células B estão associados a melhor resposta e tempo de sobrevida e remissão mais extensos que os neoplasmas de células T. [...]


[...] Origina-se dos: órgãos linfóides sólidos (linfossarcoma). medula óssea (leucemia linfocítica). Introdução Os sintomas variáveis dependem de quais órgãos estejam envolvidos. Não foi estabelecida etiologia viral. A doença é histólogica e imunologicamente heterogênea e os vários subtipos morfológicos podem se comportar diferentemente. Introdução Esta é a neoplasia hematopoiética mais comum dos cães. Afeta todas as raças. incidência maior em boxers, golden retrievers e old english sheepdogs. Não tem predileção por sexo Achados clínicos Sinal Clínico Inicial: Linfadenopatia periférica não dolorosa ( linfonodos em torno da garganta e pescoço). [...]

Mais Vendidos veterinária

Herpesviridae

 Biologia e medicina   |  Veterinária   |  Artigo   |  29/06/2008   |  BR   |   .doc   |   19 páginas

mais Pontuados veterinária

Anatomia, Estrutura e Circulação Sanguínea da Glândula Mamária

 Biologia e medicina   |  Veterinária   |  Estudo   |  13/08/2012   |  BR   |   .doc   |   10 páginas