Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Maconha: defesa pela manutenção da pena, contida no art. 16, da lei 6.368, de 21/10/1976

Informações sobre o autor

Web Designer
Nível
Especializado
Estudo seguido
Técnico em...

Informações do trabalho

Bruno P.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
19 páginas
Nível
Especializado
Consultado
70 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Maconha história:milenar
  3. Maconha
    1. A planta
    2. Os tipos de maconha
    3. A composição química
  4. O fenômeno da dependência e do abuso
  5. Dependência psicológica e fisiológica e tolorenâcia
  6. Efeitos psicológicos e fisiológicos da maconha
  7. A maconha e a saúde
    1. A maconha e o aparelho respiratório
    2. Efeitos no aparelho circulatório e no sistema imunológico
    3. Sexo, gravidez e maconha
    4. Efeitos no cérebro e no comportamento
  8. A maconha e a lei

O presente trabalho trata-se de uma pesquisa para fins acadêmicos, do tipo bibliográfica, tendo como objeto de estudo a maconha (Cannabis).
O uso da Cannabis, substância psicoativa sob controle internacional, está disseminando pelo mundo inteiro.
Pesquisa recente entre jovens brasileiros, demonstra que o seu uso já prevalece ao do tabaco, apesar de se constituir numa droga ilícita.
Diante deste fato, a legalização da maconha tem se tornado assunto polêmico, em reuniões científicas entre especialistas.
Isso é tão verdade, que especialistas reunidos na USP, no dia 25 de maio de 1998, em uma mesa-redonda, intitulada: Maconha: Onde Estamos e Para Onde Vamos, continuam não chegando a um consenso e sim divergindo sobre a liberação das drogas (PEREIRA, 1998).
Diante desta polêmica, buscamos nos fundamentar em trabalhos científicos, que corroboram os efeitos deletérios sobre a saúde do usuário da Cannabis, assim como os danos que o mesmo poderá acarretar a outrens. Este delineamento tem como objetivo apresentar argumentos para:
- defender a tese de manutenção da pena de ?detenção, de 6 (seis) meses a 2 (dois) anos, e pagamento de 20 (vinte) a 50 (cinqüenta) dias de multa? para o indivíduo que ?adquirir, guardar ou trazer consigo, para uso próprio, substância entorpecente (Cannabis sativa) ou que determine dependência física ou psíquica, sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar?

[...] Embora no início do uso o fumante de maconha possa não apresentar nenhum dos efeitos acima descritos, ou apenas alguns deles, a continuidade do vício acabará fazendo com que os problemas mentais desse tipo apareçam e se acentuem, como demonstram as estatísticas - A MACONHA E A LEI Proibições contra o uso de drogas encontramos muitas, ao longo da história. Ambas da polícia burguesa-capitalista, no século 14, o emir Schekhoori proibia plantar Cannabis e punia os infratores arrancando-lhes os dentes. [...]


[...] Os antigos persas, gregos, romanos, indianos e assírios usavam a droga para controle de espasmos musculares, para reduzir a dor e no tratamento da indigestão. A maconha era ingrediente das porções medicinais feitas em casa por muitos povos da Antigüidade européia, asiática e africana (COHEN, 1988). Os assírios, também, usavam a maconha como incenso ou defumador no século IX a.C. Entre os árabes, o uso da maconha antecede a reunião das tribos sob a fé islâmica, na idade Média. Sabe-se que o termo veio do árabe e deu origem à palavra ?assassino?, em português. [...]


[...] A Canabis sativa índica não possui boas fibras, mas concentra maior teor da substância psicoativa, denominada tetra- hidrocarbinol (THC) que as outras espécies e prefere o solo seco, por isso se desenvolve bem no Nordeste do Brasil, o que explica a existência de plantações nessa região e a fama da boa qualidade da maconha lá produzida. Em covas rasas e úmidas, as sementes da maconha germinam em seis dias. A planta demora um ou dois anos para produzir a florada. [...]

Últimos trabalhos direito civil

Direito Sucessório na União Estável

 Direito e contrato   |  Direito civil   |  Estudo   |  20/05/2012   |  BR   |   .doc   |   22 páginas

A Teoria da Desconsideração da Personalidade Jurídica

 Direito e contrato   |  Direito civil   |  Estudo   |  08/11/2011   |  BR   |   .doc   |   25 páginas