Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

A responsabilidade e suas modalidades

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
direito...
Faculdade
UNITRI

Informações do trabalho

FRANCISCO CARLOS S.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
15 páginas
Nível
Para todos
Consultado
476 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. A responsabilidade e suas modalidades
  2. Tipo de obrigação e de contrato na profissão do advogado
  3. As Leis e os danos causados pelo advogado

O tópico estudado sobre a matéria referente de responsabilidade, foi a que mais nos chamou atenção, isto porque este módulo resume praticamente o nascimento histórico do direito; pois no início quando os homens passaram a viver em grupos, formando uma comunidade, sentiram eles a necessidade de disciplinar a sua própria conduta, traçando normas de respeito aos direitos de cada um, ensejando assim a responsabilidade de obedecer a esse ordenamento para que se continuasse a existência do grupo.

O instituto da responsabilidade é tão especial, que até hoje em dia, ela é utilizada para a consecução da pacificação social, pois é essa matéria que garante ao indivíduo o direito de ressarcimento do prejuízo causado por outrem, assim extinguindo os conflitos internos da sociedade.

Durante o curso jurídico, observamos com nitidez os detalhes referentes à culpa, risco, dolo, e outros fatos que podem ensejar a responsabilidade jurídica. E neste trabalho falaremos importância da matéria na função do causídico.

No cotidiano, escutamos muitas pessoas reclamarem sobre os serviços prestados pelo advogado, sendo que tais queixas são vindas com dúvidas, pois os clientes não são sabem ao certo verificar quando o causídico realmente teve culpa pela perda da causa.

Desta a forma o presente estudo, tem o papel de demonstrar os principais atos em que o advogado deverá responder por danos causados a seus clientes, assim se responsabilizando civilmente.

[...] Neste caso além de sofrer a sanção penal pelo crime de homicídio, ele ainda será obrigado a reparar o dano aos parentes da vítima - Teoria Objetiva e Subjetiva A responsabilidade civil pode ser classificada em duas teorias: Em teoria subjetiva (também conhecida como teoria da culpa), ou na teoria objetiva (ou teoria do risco). 1º- Teoria Subjetiva: É aquela que se funda na culpa em sentido amplo, pois abrange também o dolo. O agente causador do dano deverá ter agido com dolo ou culpa para a caracterização desta modalidade de responsabilidade, no qual sem este requisito inexistirá a obrigação do ressarcimento do prejuízo ocorrido. [...]


[...] De acordo com o nosso trabalho, o tipo de obrigação existente na profissão do advogado, é ?obrigação de e não de fim, isto porque o indivíduo fica comprometido a realizar o serviço da melhor maneira para a satisfação do cliente, sem se vincular a obtê-lo, pois ele não pode garantir um resultado esperado para a parte que a contrata, desta forma não podendo imputar nenhuma responsabilidade pelo insucesso. Em outras palavras, suas obrigações, devem ser desempenhadas de forma diligente, salvaguardando os interesses que lhes foram confiadas. [...]


[...] A definição de risco para Caio Mário da Silva Pereira, é transcrita da seguinte forma: o que se fixa no fato de que, se alguém põe em funcionamento uma qualquer atividade, responde pelos eventos danosos que esta atividade gera para os indivíduos independente de determinar se em cada caso, isoladamente, o dano é devido à imprudência, à negligência, a um erro de conduta, e assim se configura a teoria do risco criado?.[3] O autor Josserand em uma de suas obras um grande ataque à clássica teoria subjetiva, e procurando fundamentar a responsabilidade objetiva com a teoria do risco, assim ele mencionou: responsabilidade moderna comporta dois pólos: O pólo objetivo, onde reina o risco criado, e o pólo subjetivo, onde triunfa a culpa, e é em torno desses dois pólos que gira a vasta teoria da responsabilidade?. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Factoring e contratos de fomento marcantil no direito brasileiro:análise do direito de regresso

 Direito e contrato   |  Outro   |  Monografia   |  30/11/2006   |  BR   |   .doc   |   87 páginas

A responsabilidade civil do Estado baseada na teoria do risco administrativo

 Direito e contrato   |  Direito civil   |  Monografia   |  06/12/2006   |  BR   |   .doc   |   68 páginas

Últimos trabalhos direito civil

Direito Sucessório na União Estável

 Direito e contrato   |  Direito civil   |  Estudo   |  20/05/2012   |  BR   |   .doc   |   22 páginas

A Teoria da Desconsideração da Personalidade Jurídica

 Direito e contrato   |  Direito civil   |  Estudo   |  08/11/2011   |  BR   |   .doc   |   25 páginas