Ou baixar através de : Permuta

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
direito...
Faculdade
Fumesc

Informações do trabalho

Data de Publicação
13/12/2006
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
12 páginas
Nível
Para todos
Consultado
4 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário

A criação de cavalos

Há um conceito mundial definindo que o cavalo é um dos animais mais belos do mundo. Sendo um animal caro e de características peculiares, o cavalo movimenta milhões de dólares pelo mundo inteiro través de corridas e esportes(principalmente olímpicos) além de grandes feiras exclusivas destinadas ao comércio de produtos característicos e a competições que julgam a habilidade, destreza e beleza destes animais. Assim, investir em eqüinos torna-se um negócio de grande lucratividade, gerando a concorrência e com ela a ânsia de se produzir e criar cavalos cada vez mais belos e perfeitos.
Infelizmente, os criadores brasileiros estão longe de alcançar a qualidade dos eqüinos europeus e norte-americanos. A falta de poderio financeiro e de conhecimento de nossos médios e pequenos criadores é a principal causa deste quadro; a literatura que é oferecida sobre estes animais aqui no Brasil é, em grande parte escrita por autores estrangeiros que pouco sabem sobre a realidade de nossos criadores e das condições deste país. Surge, portanto, a necessidade de instruir estes criadores com uma literatura de fácil compreensão e que supra as necessidade básicas, para que se possa criar, sem altos custos, cavalos de boa qualidade. Pessoas leigas, ou seja, que não possuem alto conhecimento de eqüinos, mas que tem interesse em sua criação, verão o mito da complexidade da criação ser desfeito e todas as pessoas que tem algum vínculo com esta espécie de animal obterão informações úteis para adquirir, criar e manejar cavalos com mais facilidade.
Visa-se portanto, um balanceamento e uma adaptação para a realidade brasileira, do grande conhecimento que autores como Lon Lewis e Roberto Carvalho (o qual contribui muito nas definições desta pesquisa) possuem. Para uma melhor distribuição de assuntos, esta pesquisa é dividida em três capítulos, no primeiro capítulo o assunto abordado é a criação de cavalos pelos leigos, no segundo capítulo o assunto apresentado será os recursos necessários para criação de eqüinos e finalizando quais os segredos para criação de cavalos.

[...] Cavalos com trabalho forte: recebem 7,5 kg de concentrado e 3,5 kg de volumoso O que fazer para evitar doenças Remova o esterco diariamente do estábulo; Remova o esterco semanalmente do pasto; Armazene o esterco ou espalhe-o bem, para secar; se resolver armazenar, faça-o num recipiente a prova de moscas, sob uma lona plástica, por 2 a 4 semanas. Armazená-lo por 2 semanas, mata os ovos dos parasitas e torna o esterco um bom fertilizante; Armazene também aparas de grama e fezes do cachorro os espalhe para secar; Providencie um abrigo livre de correntes de ar, para usar durante o mau tempo; Evite estábulos frios e úmidos; Não soltar os cavalos quando fizerem exercícios e ainda estiverem "quentes" (no caso de vento e temperatura baixa); Não dê banho em dias frios e com vento A doma A utilização racional do cavalo, ou seja, a maneira correta de amansá- lo e adestrá-lo para inúmeras atividades, é tarefa difícil, exigindo competência e humildade. [...]


[...] Alazão é a mais comum de todas. Dentro dos grupos de cores, algumas das pelagens mais comuns são as que constam a seguir: A seguir, uma relação das raças presentes no Rio Grande do Sul: Árabe: a mais antiga e mais bela raça de cavalo. Altura: 1,47 a 1,57 m. Cores: alazão, baio, tordilho ou castanho. Peso: 386-454 kg. É resistente, requer pouco alimento e é de fácil manejo. Gosta de gente e de estar em sua companhia. É usado para diversão, exposições, competições de resistência e hipismo rural. [...]


[...] Na higiene diária, utilizar apenas uma escova de cerdas finas para habituar o animal a não sentir cócegas; Dos 6 aos 12 meses: realizar a desmama, retirando a égua do pasto e deixando-se ali apenas o potro, o que atenua o "trauma" da separação, já que o ambiente continua familiar à cria. A inspeção higiênica deve continuar, observando atentamente os cascos. Efetuar o trabalho a guia, quando o potro apreende a obedecer o comando da voz: partir, parar, virar e cadenciar os andamentos; Dos 12 aos 24 meses: continua a higiene diária, a condução à mão, o cuidado com os cascos. [...]

...

Estes documentos podem interessar a você

A ruptura tropicalista e o movimento da ideologia jovem

 História/geografia e idiomas   |  História   |  Estudo dirigido   |  29/08/2007   |  BR   |   .doc   |   26 páginas

Parasitologia veterinária

 Biologia e medicina   |  Veterinária   |  Estudo dirigido   |  23/07/2008   |  BR   |   .doc   |   32 páginas

Mais Vendidos direito (outro)

O acesso à justiça e a sua efetividade no juizado especial cível

 Direito e contrato   |  Outro   |  Monografia   |  05/01/2007   |  BR   |   .doc   |   69 páginas

Fichamento do livro "O caso dos exploradores de caverna" do autor Lon L. Fuller

 Direito e contrato   |  Outro   |  Estudo   |  20/08/2008   |  BR   |   .doc   |   6 páginas
Compra e venda de trabalhos acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.