Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Direito sociais para todos: uma defesa a democracia

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
outros
Faculdade
Fadiva

Informações do trabalho

JULIANO S.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
18 páginas
Nível
Para todos
Consultado
364 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Os direitos socias nos primórdios do capitalismo
  3. O movimento operário em seus primóridios
    1. O levante Wilkita "uma pré-revolução" em Londre
    2. A revolução americana
    3. Os direitos e limites da Constituição americana
    4. Conflitos políticos e direitos sociais
    5. As lutas pelos direitos sociais durante a primeira Revolução Industrial
    6. Idéias de Robert Owen
    7. Sindicatos
    8. As conquistas e novas propostas
    9. O direito ao emprego acima do de propriedade
    10. A generalização dos direitos socias - " A instituição do bem-estar como Direito"
    11. A generalização internacional dos direitos sociais
    12. O plano beberidge e a declaração de Filadélfia
    13. A culminação dos direitos sociais nos trinta anos de ouro
    14. O retrocesso dos direitos sociais
    15. O associativismo e a economia solidária
  4. Conclusão
  5. Referências bibliográficas
  6. Glossário

O presente trabalho trata de explicitar como funcionavam as relações de trabalho nas sociedades capitalistas, a divisão de classes existentes, e como ao longo de vários anos de luta os trabalhadores conseguiram alcançar seus direitos sociais e políticos, tornando-os cidadãos mais ativos da sociedade que nela estão inseridos.
A Cidadania para Todos, é defendida a existência de uma cidadania plena, concretizada por movimentos revolucionários aos longos dos séculos, que buscavam igualar os direitos dos indivíduos mais necessitados, almejando um estado de bem-estar, onde quem tem trabalho e quem não tem teriam melhores condições de vida. Cabe ao Estado ser o responsável pela execução e cumprimento de tais ações, assegurando aos direitos a todos indivíduos. Todas as conquistas obtidas, hoje se refletem em conjunto de direitos sociais, políticos e civis, só que um tanto distante de equacionar as grandes diferenças sociais existentes no capitalismo.
Tendo o tema dos Direitos Sociais a mais alta relevância, no presente trabalho tentamos demonstrar as relações existentes entre o trabalho da classe proprietária ou capitalista com a classe trabalhadora, formada por assalariados e autônomos; com vistas a esclarecer e discutir de que forma funcionava na sociedade capitalista a relação entre trabalho e capital.

[...] Neste sentido o trabalho não seria uma mercadoria, o que justificaria o contínuo aperfeiçoamento da legislação do trabalho em defesa do trabalhador e sua família, e é dessa forma que os direitos sociais evoluirão nos últimos 30 anos - A CULMINAÇÃO DOS DIREITOS SOCIAIS NOS TRINTA ANOS DE OURO Nos trinta anos que antecedem a 1945, a Inglaterra concedeu novos e abrangentes direitos sociais, sendo o mais importante o Serviço Nacional de Saúde que garantia a todos assistência médica e hospitalar integral, financiada pelo erário. [...]


[...] Em tais condições, os trabalhadores só têm uma defesa: organizar-se em cooperativas e tentar tomar o mercado dos capitalistas A Luta de Classes se acirra Durante a Revolução de 1832, um vasto movimento visava reformar o Parlamento Inglês, onde as classes menos favorecidas não se conformavam em serem governadas pela aristocracia e tinham por objetivos conquistar para si o direito de votar e ser votado. Após a rejeição de uma lei de reforma pela Câmara dos Lordes, gerando grandes convulsões sociais e políticas, o Rei resolve dissolver o Parlamento marcando novas eleições. [...]


[...] Como a lei não estava clara, os industriais tentaram burlar-las, sendo necessário à criação de uma lei emendando a anterior para torná-la efetiva, só que a jornada de trabalho de 10 horas só foi realmente conquistada em 1847. As conquistas dos trabalhadores ingleses tiveram grande repercussão, sendo que os governantes alemães e franceses viram-se coagidos e tiveram que conceder alguns direitos aos seus trabalhadores. Em 1864, trabalhadores socialistas da França e Inglaterra convocam seus colegas de outros países a formarem a Associação Internacional de Trabalhadores, conhecida como Primeira Internacional, tendo como figura mais importante Karl Marx. [...]

Estes documentos podem interessar a você

O poder judiciário e a jurisdição civil no Estado Brasileiro

 Direito e contrato   |  Direito civil   |  Artigo   |  21/03/2009   |  BR   |   .doc   |   16 páginas

Mais Vendidos direito (outro)

Direiro Ambiental

 Direito e contrato   |  Outro   |  Estudo   |  25/11/2013   |  BR   |   .doc   |   5 páginas

Direito Comercial

 Direito e contrato   |  Outro   |  Estudo   |  25/11/2013   |  BR   |   .doc   |   6 páginas