Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Novas concepções contábeis empresarial

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
direito...
Faculdade
Fumesc

Informações do trabalho

JuliO L.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
18 páginas
Nível
Para todos
Consultado
580 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
1 Avaliaçao cliente
4
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. A crise no universo contábil
  3. O Conhecimento como "o novo" gerador de valor para a contabilidade
  4. A descentralização nas empresas
    1. As vantagens da descentralização
    2. As desvantagens da descentralização
    3. A descentralização e a importância da avaliação dos gerentes
    4. Ferramentas para a avaliação
  5. Conhecimento: a base de uma nova economia
    1. A importância do Conhecimento
    2. O Navegador de Capital Intelectual da Skandia
  6. A contabilidade gerencial e a mensuração do conhecimento nas organizações
    1. A Contabilidade Gerencial e o Conhecimento: A necessidade de mudar a visão tradicional de avaliar os negócios
    2. A metodologia Balanced Scorecard (BSC)
    3. BSC - As quatro perspectivas e seus indicadores de desempenho
    4. A Contabilidade Gerencial e o Balanced Scorecard
    5. Como o Balanced Scorecard age junto à Contabilidade Gerencial
    6. A Contabilidade Gerencial evoluindo com o Balanced Scorecard
    7. Os passos para o desenvolvimento de um Balanced Scorecard
  7. Desenvolvendo o Balanced Scorecard nas propostas de ecoturismo em Teresópolis
    1. Turismo - geração de lazer, trabalho e renda para todos
    2. Quais são as propostas para desenvolver o Ecoturismo em Teresópolis
    3. Ecoturismo em Teresópolis - Desenvolvendo o Balanced Scorecard
  8. Conclusão
  9. Referências bibliográficas

A primeira publicação voltada para a ciência que hoje é chamada de Contabilidade, data de 1494 e foi elaborada pelo monge veneziano Luca Pacioli, que se interessava pelas questões matemáticas. Esta obra versava sobre o uso dos sistemas contábeis de partidas dobradas "Summa de arithmetica, geometrica, proportioni e proportionalita." A partida dobrada era tão importante para os contadores, quanto a invenção dos zeros pelos árabes para os matemáticos.
O desenvolvimento da contabilidade teve sua origem no mesmo período em que surgiu o Capitalismo, sendo que a metodologia utilizada servia como forma quantitativa de mensurar acréscimos ou decréscimos dos investimentos iniciais a alguma exploração comercial ou industrial.
A Contabilidade tem estreitas relações com diversas áreas de trabalho e foi definida por diversos autores, entre eles Henri Fayol (1841-1925):
"É o órgão visual da empresa; deve permitir , a qualquer momento, que se saiba com precisão onde se está e para onde se vai; e deve fornecer, sobre a situação econômica da empresa, dados os mais claros e exatos."
Outro autor a definir a Contabilidade foi Giuseppe Cerboni:
"a Contabilidade indaga as funções administrativas; determina sobre que critério se devem basear os administradores; fornece os meios mediante os quais se conhecem, se medem, se computam e se demonstram os resultados obtidos num determinado exercício."
A Contabilidade é uma ciência aplicada e o trabalho que ela realiza é captar, registrar, acumular, resumir e interpretar os fenômenos que afetam as situações patrimoniais, financeiras e econômicas dos mais variados órgãos da sociedade ? pessoas físicas e jurídicas, instituições sem fins lucrativos e pessoas de Direito Público, como Município, Estado e União.
O principal foco da Contabilidade é a apuração do resultado econômico e financeiro das empresas, mas a atividade contábil não é um fim nela mesma, já que os dados por ela levantados só serão válidos quando utilizados por diversos usuários dos dados contábeis ? internos e externos - e não somente pelo contador. Enquanto a área da Contabilidade Financeira é voltada para os princípios e procedimentos contábeis que se relacionam à elaboração de documentos para os usuários externos - acionistas e credores - das informações contábeis. Já a Contabilidade Gerencial tem o seu foco voltado para os princípios e medidas contábeis que são indispensáveis para o bom andamento dos trabalhos a serem desenvolvidos pelos usuários internos ? gerentes empresariais - das informações contábeis.
Existem similaridades entre a Contabilidade Gerencial e a Contabilidade Financeira e JIAMBALVO (2001), define:
"Não devemos superestimar as diferenças entre contabilidade financeira e contabilidade gerencial em função dos seus respectivos grupos de usuários. Os relatórios de contabilidade financeira visam principalmente aos usuários externos e os relatórios de contabilidade gerencial visam principalmente aos usuários internos. No entanto, os gerentes também fazem uso significativo dos relatórios de contabilidade financeira e os usuários externos ocasionalmente requerem informações financeiras que são normalmente consideradas apropriadas para os usuários internos. Por exemplo, os credores podem pedir à administração que lhes forneça projeções detalhadas de fluxo de caixa."
A moderna gestão empresarial não seria viável sem um sistema de débito e crédito para possibilitar uma idéia coerente de muitos fluxos diferentes de mercadorias e dinheiro que passam pelas empresas.

[...] Em geral, as empresas não contam toda a história internamente para ganhar tempo e pode compreender as conseqüências no longo prazo. Da mesma forma, os domínios que são informados não articulam a organização inteira de modo a permitir a compreensão de todos os aspectos econômicos e riscos para a empresa. Compras de materiais e cadeias de fornecimento virtuais obscurecem os relatórios de desempenho das operações internas. Freqüentemente, o raciocínio econômico por trás da decisão de terceirizar está mais baseado em crenças do que em números reais. [...]


[...] Avalia a existência de dupla contagem, define os instrumentos de avaliação quantitativos e qualitativos; Estabelecimento dos níveis de respostas: navegadores, mapas e placares desdobramento por nível organizacional. Também responde pelo desenvolvimento da matriz de ponderação e o estabelecimento de conceitos; Pré-testagem: realiza a aplicação restrita dos instrumentos em prazo, situação e local determinado dentro da organização, para aferir a efetividade das soluções de mensuração desenvolvidas; Detalhamento das rotinas administrativas e do modelo de dados: nesta etapa é realizada a preparação dos normativos e do dicionário de dados. [...]


[...] Estas abordagens buscam a associação de novas fontes de adição de valor de mercado aos ativos já conhecidos tradicionais e ao valor de livro de uma empresa. Um bom exemplo destas abordagens é o desenvolvido na empresa sueca Skandia, que é voltada para os segmentos de seguridade e serviços financeiros O Navegador de Capital Intelectual da Skandia Muitas empresas suecas chegam a ser avaliadas em bolsas de valores por preços que superam em até 700% os valores de livro, fato que leva ao incentivo de estudos sobre fontes de valor e como elas interferem no processo de precificação realizado pelo mercado. [...]

Mais Vendidos direito (outro)

Direiro Ambiental

 Direito e contrato   |  Outro   |  Estudo   |  25/11/2013   |  BR   |   .doc   |   5 páginas

Direito Comercial

 Direito e contrato   |  Outro   |  Estudo   |  25/11/2013   |  BR   |   .doc   |   6 páginas

Últimos trabalhos direito (outro)

Direito Comercial

 Direito e contrato   |  Outro   |  Estudo   |  25/11/2013   |  BR   |   .doc   |   6 páginas

Direiro Ambiental

 Direito e contrato   |  Outro   |  Estudo   |  25/11/2013   |  BR   |   .doc   |   5 páginas