Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Setor cultural da cidade de Natal

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
direito...
Faculdade
FPM...

Informações do trabalho

Marcos P.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
46 páginas
Nível
Para todos
Consultado
92 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Fundamentação Teórica
    1. Problemática
    2. Marco Teórico
    3. Estudos de casos
  2. O metaprojeto
    1. Estudos preliminares
    2. Programa de necessidades e pré-dimensionamento
    3. Histograma
    4. Zoneamento
    5. Evolução da Proposta
  3. O anteprojeto
    1. Memorial descritivo
    2. Recomendações técnicas de materiais
    3. Solução arquitetônica
  4. Considerações finais
  5. Bibliografia

O setor cultural da cidade de Natal, especificamente em espaços de representação e apresentação, encontra-se bastante reduzido e concentrado em locais específicos. Atualmente, nossa cidade apresenta um núcleo de concentração desse tipo de empreendimento na Ribeira, Zona Leste da cidade, com o Teatro Alberto Maranhão e a Casa da Ribeira. Além de outros pontos específicos na Zona Sul, com o Centro de Convenções e no Alecrim, com o Teatro Sandoval Wanderley.
A Zona Norte de Natal constitui importante parcela da população do município e vem crescendo cada vez mais. Com intervenções urbanísticas de infra-estrutura de acesso cada vez mais incrementada, novos empreendimentos que tornam ainda mais necessárias freqüentes atuações municipais de melhoramento à Zona. A chegada ao Novo Aeroporto da cidade, entre outros, fez perceber que se deve cada vez mais promover empreendimentos de infra-estrutura de lazer e cultura a essa população, que tem por direito as mesmas necessidades de espaços que qualquer outra. Assim, a Zona Norte constitui um importante público alvo desse tipo de empreendimento. A proposta de trabalho tem como principal objetivo relacionar melhor a utilização dessa edificação com o público alvo, elaborando um projeto que forneça infra-estrutura, trazendo a população a espaços culturais, contribuindo para seu crescimento.
Para se chegar à proposta de anteprojeto, fez-se necessária uma pesquisa bibliográfica e de estudos de caso com o objetivo de dar fundamentação teórica sobre o tema, aprimorando conhecimentos dos processos e relações que ocorrem em empreendimentos desse tipo. Uma vez não tendo conhecimento aprofundado sobre o funcionamento de um teatro, foram realizadas visitas, em Recife ? PE, ao Teatro do Parque, o Teatro Santa Isabel e o Teatro Guararapes do Centro de Convenções, e em Natal-RN, ao Teatro Alberto Maranhão, bem como outros estudos de caso indiretos (pesquisa em Internet). Ainda nessa fase, fez-se necessário um maior aprofundamento a respeito da tipologia de teatro, definida pelo tipo de palco, a se propor. Sendo assim, optou-se por um tipo de palco não comum na cidade, um palco misto com características de semi-arena e elisabetano.
Seguido desse primeiro procedimento, foi feito um estudo do terreno, levando em consideração as condições legais, tendo como observação ainda as questões ambientais e físicas do local, uma vez que quanto maior conhecimento do terreno mais de acordo tem-se a solução proposta. A partir daí, dá-se início aos primeiros estudos específicos da edificação, elaboração de programa de necessidades, fluxograma, zoneamento de funções, entre outros. Com os dados coletados e expostos fez-se necessário o redimensionamento do lote, capaz de comportar a implantação de um teatro de médio porte.

[...] Com o estímulo a prosperidade e do patrocínio oficial, espalharam-se casas de espetáculos no Brasil como o Teatro Santa Isabel Recife (1841-1850); Teatro Politeama Salvador (1886); Teatro Alberto Maranhão Natal (1896); Teatro da Paz Belém (1869- 1878); Teatro Amazonas Manaus (1884-1896) e Teatro São Pedro Porto Alegre (1858). O vazio do século XVIII pode ser visto como um florescimento que viria mais tarde, mesmo com melhores condições artísticas o Brasil ainda estava longe de ter sua própria identidade Cultural. O teatro no Brasil até o fim do chamado ?primeiro reinado? (D. [...]


[...] de espetáculo em cartaz 70,00 m2 Depósito de reciclagem 70,00 m2 Almoxarifado geral 15,00 m2 Lavanderia 8,00 m2 Vestiário masc 50,00 m2 Vestiário fem 50,00 m2 Cantina 50,00 m2 Preparação do Espetáculo II Salas especializadas Interpretação 50,00 m2 Corpo 70,00 m2 Caracterização 60,00 m2 Músicos Cordas 40,00 m2 Sopro 30,00 m2 Metais 5,00 m2 Percussão 30,00 m2 Fisioterapia 24,00 m2 Área multi-uso Sala de ensaio 450,00 m2 Serviços Vestiário masc 25,00 m2 Vestiário fem 25,00 m2 Sanitário masc 25,00 m2 Sanitário fem 25,00 m2 Depósito de instrumentos 60,00 m2 Depósito de contra-regra 10,00 m2 Preparação do Espetáculo III Documentação/Difusão cultural Memória/documentação 20,00 m2 Biblioteca 50,00 m2 Vidioteca 10,00 m2 Discoteca 10,00 m2 Fitoteca 10,00 m2 Filmoteca 10,00 m2 Musicoteca 10,00 m2 Área multi-uso Sala de reunião 34,00 m2 Sala de consulta 50,00 m2 Sala de estudo 30,00 m2 Auditório 80,00 m2 Serviços Sanitário masc 10,00 m2 Sanitário fem 10,00 m2 Espetáculo Apoio Hall dos camarins 12,00 m2 Camarins/banheiros 180,00 m2 Sala de descanso 20,00 m2 Cabine de controle 25,00 m2 Oficina de manutenção elétrica 50,00 m2 Área de espetáculo Caixa cênica 400,00 m2 Proscênio 50,00 m2 Porão 450,00 m2 Platéia 620,00 m2 Serviços Copa 10,00 m2 Sanitário de palco 6,00 m2 Depósito de material técnico 20,00 m2 Sanitário fem 10,00 m2 Alojamento de companhias Dormitório 80,00 m2 Estar 25,00 m2 Vestiário masc 10,00 m2 Vestiário fem 10,00 m2 Sanitário masc 25,00 m2 Sanitário fem 25,00 m2 Social e Comercial Atendimento ao público Bar-Restaurante 80,00 m2 Balcão de informação 5,00 m2 Bilheteria 4,00 m2 Salão de Exposição 100,00 m2 Loja/depósito 60,00 m2 Área multi-uso Foyer 200,00 m2 Serviços Cozinha 20,00 m2 Depósito da cozinha 18,00 m2 Depósito da galeria 10,00 m2 Sanitário masc 35,00 m2 Sanitário fem 35,00 m2 Ambiente/Número de funcionários Ainda sobre cada ambiente, tem-se o número de funcionários necessário pelo funcionamento de um edifício desse porte. [...]


[...] Setor administrativo De acesso pelos fundos do teatro, este setor está diretamente ligado aos setores de espetáculo, artístico e de serviço, apenas distante da área social e de bilheteria Teatro Guararapes Acesso ao local Para chegar ao Teatro, tem-se como destino o Centro de Convenções de Recife, onde o mesmo se encontra, localizado à margem do Complexo Salgadinho que liga Recife à Olinda. O acesso se dá através da Av. Agamenon Magalhães, seguindo pelo Complexo Salgadinho. Perpendicular a este, encontra-se a Rua Odorico Mendes que dá acesso à outra perpendicular a esta última, a Estrada de Belém. [...]

Mais Vendidos direito (outro)

Direiro Ambiental

 Direito e contrato   |  Outro   |  Estudo   |  25/11/2013   |  BR   |   .doc   |   5 páginas

Direito Comercial

 Direito e contrato   |  Outro   |  Estudo   |  25/11/2013   |  BR   |   .doc   |   6 páginas

Últimos trabalhos direito (outro)

Direito Comercial

 Direito e contrato   |  Outro   |  Estudo   |  25/11/2013   |  BR   |   .doc   |   6 páginas

Direiro Ambiental

 Direito e contrato   |  Outro   |  Estudo   |  25/11/2013   |  BR   |   .doc   |   5 páginas