Ou baixar através de : Permuta

Informações sobre o autor

Gerente Administrativo
Nível
Especializado
Estudo seguido
Bacharel em...

Informações do trabalho

Data de Publicação
17/12/2008
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
dissertação
Número de páginas
6 páginas
Nível
Especializado
Consultado
0 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário

A economia como ciência social

  1. Marketing administrativo

1 INTRODUÇÃO

A atividade econômica pode ser definida de acordo com a interação de complexas variáveis. O espaço geográfico e os meios naturais são limitados e as atividades econômicas são influenciadas por fatores atropológico-culturais, ordenamento político, pelo progresso tecnológico e pelo comportamento imprevisível dos diferentes grupos sociais de que se constituem as nações.
Este estudo tem o objetivo de demonstrar a economia como ciência social e de que ela se ocupa, sua abrangência e importância que passa despercebida, como mera conseqüência de produção, surgindo assim o controle da movimentação financeira, não que isso seja mentira, mas que, na verdade vai muito mais além dessa simples visão.

2 REFERENCIAL TEÓRICO

Uma das mais abrangentes categorias do conhecimento humano chama-se ciências sociais e esta tem como elemento, entre vários, o estudo dos aspectos econômicos da vida.
A economia tem atenção especial as condições da prosperidade material, a acumulação de riqueza e a sua distribuição aos que participam do esforço social de produção.
Portanto, com seu enquadramento como ciência social e suas ligações com diferentes correntes do pensamento, podemos definir a compreensão da economia como:
- Tendo a economia ligações com outras ciências sociais.
- O estudo da econômica é apoiado na fixação de pontos básicos;
- A econômica tendo diferentes concepções que acaba envolvendo seu objetivo e conceito;
- A metodologia de desenvolvimento do conhecimento econômico;
- As divisões usuais da economia;
- O significado e as limitações da economia e suas leis.
• A economia como ciência social
Os diferentes aspectos do comportamento humano são ocupados pelas ciências sociais, podendo ser caracterizados como ciências do comportamento ou como ciências humanas.
Elas compreendem áreas distintas diferenciando-se por sua natureza, os diferentes aspectos da ação do homem com a qual cada uma delas se envolve.
As relações entre a nação e o Estado são tratadas pela ciência política, tratando também, das formas de governo e da condução dos negócios públicos. A sociologia cuida das relações sociais e da organização da sociedade. O estudo das origens e da evolução, da organização e das diferentes formas de expressão cultural do homem faz parte da antropologia cultural. A psicologia se ocupa das motivações do homem, do seu comportamento, valores e estímulos. Ao direito fica o cargo de cuidar das normas que regularão os direitos e as obrigações individuais e sociais. Enfim, a economia abrange apenas uma fração das ciências sociais, estudando a ação econômica do homem, envolvendo o processo de produção, a geração e a apropriação da renda, o dispêndio e a acumulação.
Dentre o estudo da economia devemos considerar as suas fronteiras abertas à filosofia, ética, historia e às diferentes manifestações da religião, da tecnologia e do meio ambiente. Sendo assim, a economia possui relações biunívocas com os outros ramos do conhecimento humano.
Algumas observações acerca das relações da economia com outros ramos são descritas por Kenneth Boulding, enfatizando que a resposta final a questões cruciais da economia encontram-se em algum outro campo, ou então, a resposta a outras questões humanas passará necessariamente por alguma revisão do ordenamento real da vida econômica.
Portanto a economia deve ser vista apenas como uma abstração útil para a analise de aspectos como a luta pela sobrevivência, bem estar individual, prosperidade e bem comum.
• De que se ocupa a economia?
O campo de interesse da economia envolve um conjunto destacado de aspectos particulares da realidade social, mostrando que além da complexa teia de relações sociais que envolvem a ação econômica, temos também aspectos únicos da economia, como por exemplo o polinômio produção-distribuição-dispendio-acumulação descritos pro J. B. Say, também o trinômio riqueza-pobreza-bem-estar descritos por Marshall, temos também, o binômio crescimento-desenvolvimento citados por Kuznets e, por fim, o trinômio recursos-necessidades-prioridades citados por L. Robbins, fazendo com que nos seja possível desmembrar, destacar e descrever os grandes temas dos quais a economia se ocupa:
- Escassez – A escassez de recursos relacionados ao processo produtivo. Seus custos. Sua conformação. Sua capacidade de renovação.
- Emprego – A forma como são empregados os recursos, envolvendo a ociosidade dos que se encontram disponíveis, tendo também como mensuração do desemprego e suas causas.
- Produção – medir a geração de renda, a acumulação e o dispêndio decorrentes do processo produtivo.
- Agentes – Quais as funções típicas dos agentes econômicos, procurando saber quais os conflitos de interesse em que estão envolvidas e quais suas motivações.
- Trocas – Envolvendo a busca por economias de escala, a divisão do trabalho e sua especialização.
- Valor – Razões objetivas e subjetivas que envolvem o valor dos recursos e dos produtos. O fundamento do valor dos recursos e dos produtos.
- Moeda – As definições de como apareceu a moeda, sua evolução, as razoes para a variação dos valores da moeda como a inflação e a deflação.
- Preços – Inclui a força da oferta e da procura, sendo um dos mecanismos de coordenação do processo econômico. Existem varias e diferentes abordagens quanto aos preços, constituindo expressão monetária de valor. Os preços orientam também o emprego dos recursos.

[...] Portanto a economia deve ser vista apenas como uma abstração útil para a analise de aspectos como a luta pela sobrevivência, bem estar individual, prosperidade e bem comum. De que se ocupa a economia? O campo de interesse da economia envolve um conjunto destacado de aspectos particulares da realidade social, mostrando que além da complexa teia de relações sociais que envolvem a ação econômica, temos também aspectos únicos da economia, como por exemplo o polinômio produção-distribuição- dispendio-acumulação descritos pro J. [...]


[...] Emprego A forma como são empregados os recursos, envolvendo a ociosidade dos que se encontram disponíveis, tendo também como mensuração do desemprego e suas causas. Produção medir a geração de renda, a acumulação e o dispêndio decorrentes do processo produtivo. Agentes Quais as funções típicas dos agentes econômicos, procurando saber quais os conflitos de interesse em que estão envolvidas e quais suas motivações. Trocas Envolvendo a busca por economias de escala, a divisão do trabalho e sua especialização. Valor Razões objetivas e subjetivas que envolvem o valor dos recursos e dos produtos. [...]

...

Estes documentos podem interessar a você

Conceitos básicos da ciência econômica

 Economia e finanças   |  Economia   |  Estudo   |  13/11/2007   |  BR   |   .doc   |   9 páginas

Contabilidade como ciência

 Administração e marketing   |  Contabilidade   |  Estudo   |  03/03/2008   |  BR   |   .doc   |   42 páginas

Mais Vendidos economia

A podreza e as suas questões metodológicas

 Economia e finanças   |  Economia   |  Estudo dirigido   |  10/07/2007   |  BR   |   .doc   |   13 páginas

Desigualdade social

 Economia e finanças   |  Economia   |  Estudo   |  10/07/2007   |  BR   |   .doc   |   8 páginas
Compra e venda de trabalhos acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.