Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Considerações sobre os reflexos da globalização na educação brasileira

Informações sobre o autor

A
Nível
Especializado
Estudo seguido
A

Informações do trabalho

Marta O.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
10 páginas
Nível
Especializado
Consultado
52 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
    1. Barreiras alfandegárias
    2. Circulação de mercadorias
    3. Derrubar ?outros? estados
    4. Derrubar as ?outras? políticas nacionais de proteção à produção nacional e local
  2. A educação e a globalização

A globalização é proposta econômica com aspirações planetárias que apresenta profundos reflexos em todos os setores da vida social de quase a totalidade dos países existentes atualmente. A cultura, a política, a educação, as finanças,a tecnologia, a ética, a estética, a ciência, dentre outros aspectos, foram e são afetados pela nova conjuntura mundial que procura efetivar a unidade ideológica mundial. Como ensina SANTOS:

A globalização constitui o estágio supremo da internacionalização, a amplificação em ?sistema-mundo' de todos os lugares e de todos os indivíduos, embora em graus diversos. Neste sentido, com a unificação do planeta, a Terra torna-se um só e único "mundo" e assiste-se a uma refundição da ?totalidade-terra'. (SANTOS 1996, p. 48).

A globalização afeta os aspectos materiais e não-materiais da cultura humana. O espaço geográfico é mundializado em termos de economia internacional. O território nacional se transforma especificamente em espaço de atuação das corporações internacionais preocupadas com a reprodução do capital às custas de mão-de-obra barata dos "exércitos de reserva" à disposição do sistema hegemônico.
As organizações e o capital se revelam voláteis e transferíveis do dia para a noite ocupando espaços ocasionais e permutáveis no tempo, conforme as necessidades de excedentes ou do "capital sem pátria" que se movem em função dos interesses dos ?centros de decisão de poder organizado? localizado no hemisfério norte, intensamente industrializados.

[...] A invasão não é apenas de produtos, mas cultural, através da língua, dos costumes e hábitos, pela mídia e de todo "meio técnico-científico-informacional" (SANTOS, 1996). O domínio não será apenas econômico e político, mas ideológico por meio de persuasão e convencimento da sociedade civil. A coerção por si só não garante por muito tempo a supremacia: será necessário articular o poder de coerção ao poder de influência num determinado sentido a fim de se atingir o predomínio econômico, político e ideológico; não há, portanto, política ingênua, neutra, desarticulada do desejo de representar a todos. [...]


[...] Com justiça se fala, hoje, em "era da incerteza", incerteza criada socialmente, de maneira intencional para inviabilizar as pessoas e os povos. A burguesia é, hoje, apátrida e articulada internacionalmente. O Estado-Nação é apenas o espaço para a geração do excedente. A relação "matriz-filial" marca os níveis de determinação do capital subordinado ao hegemônico criando dependências entre os próprios ricos. Economicamente o neoliberalismo não criou nenhuma nova realidade no universo do capitalismo. A tentativa de criar uma só economia, a economia de mercado, não conseguiu fugir da relação básica entre produção- circulação. [...]


[...] A situação se torna particularmente difícil quando não se tem um plano de priorização das importações; neste caso, até o padeiro da esquina é afetado diretamente pelas importações indiscriminadas, pois não consegue competir com os preços subsidiados, na origem, de confeitos importados; o neoliberalismo "é o capitalismo sem escrúpulos", que admite como mecanismo natural o crescimento das taxas de desemprego. Gera com isso multidões de excluídos e de não-cidadãos. É a política da desigualdade elevada à categoria de prática comum. [...]

Mais Vendidos economia

Economia e direito

 Economia e finanças   |  Economia   |  Estudo   |  21/09/2006   |  BR   |   .doc   |   10 páginas

A quantificação da realidade econômica

 Economia e finanças   |  Economia   |  Dissertação   |  17/12/2008   |  BR   |   .doc   |   3 páginas

Últimos trabalhos economia

Contribuição Sindical

 Economia e finanças   |  Economia   |  Estudo   |  21/11/2012   |  BR   |   .doc   |   6 páginas

Vantagens de Negocições Extrajudiciais

 Economia e finanças   |  Economia   |  Estudo   |  01/12/2011   |  BR   |   .doc   |   27 páginas