Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Inovação dos produtos

Informações sobre o autor

autônoma
Nível
Especializado
Estudo seguido
Letras

Informações do trabalho

Montserrat C.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
22 páginas
Nível
Especializado
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Inovação
    1. A inovação frente à evolução humana
    2. Interação entre inovação e competitividade
    3. Necessário para desenvolver novos produtos
  3. Produtos
    1. O conceito de produto
    2. Os desafios no desenvolvimento de novos produtos
  4. O projeto de produtos nas organizações
    1. Principais estágios do desenvolvimento de novos produtos
  5. O ciclo de vida do produto e o processo de adoção
    1. O ciclo de vida do produto
    2. O processo de adoção pelo consumidor
  6. O apoio da alta administração é vital
    1. Desenvolvimento de novos produtos: um esforço total da empresa e de seus gerentes

Atualmente, com o advento da globalização e com o sistemático aumento da competitividade na economia mundial, empresas de todos os continentes trabalham na árdua tarefa de sobreviver. A competitividade nunca foi tão almejada e tão difícil de ser alcançada.
Hoje para serem competitivas as empresas necessitam não somente de investimentos materiais. Necessitam de eficientes estruturas gerenciais e sobretudo elevada criatividade em seu corpo de trabalho para que se diferenciem e se destaquem da concorrência.

Neste contexto, o projeto de produto passa a ganhar grande destaque nas organizações. A inovação nos produtos e serviços mostra-se uma poderosa fonte de competitividade. Hoje, o consumidor exige produtos inovadores, atraentes, constantemente renovados e acessíveis e, só as empresas que atingirem este objetivo conseguem se destacar no mercado global. Entretanto, por envolver, em muitos casos, grandes riscos e investimentos, o trabalho de inovação nem sempre vem sendo suficientemente valorizado nas empresas.

Em vista da vantagem competitiva que o projeto de produto eficiente pode proporcionar, grandes esforços têm sido promovidos, no entanto, em empresas e instituições para torná-lo mais rápido e econômico, menos arriscado e mais sistematizado. Várias tecnologias e metodologias já foram desenvolvidas para promover o projeto de produtos, tornando-o mais eficiente.
A hipótese a ser defendida pelo presente trabalho é a necessidade que há em se ter uma inovação não só organizacional, mas sim uma inovação de produtos, associada a um eficiente gerenciamento de novos produtos. Levando em conta o ciclo de vida dos produtos, onde segundo Kotler (2003, p.238) ?() nasce, passa por diversas fases e, mais cedo ou mais tarde, morre quando aparecem produtos mais novos, que atendam melhor às necessidades do consumidor.?, por isso, a inovação deixou de ser um modismo para se tornar uma questão de sobrevivência e sucesso. Sabendo-se também que a permanência do produto em cada fase é bastante variável, segundo Las Casas (2004, p.176) ?Dependerá do tempo de adoção dos consumidores como também da concorrência de novos produtos?, por isso deve-se estar atento ao mercado considerado.

[...] Produtos básicos podem ter até cinco características: nível de qualidade, característica, design, um nome de marca e embalagem Por fim, o planejador de produto deve preparar um produto ampliado partindo dos produtos básicos e núcleo, oferecendo serviços e benefícios adicionais ao consumidor. Portanto, um produto é mais do que um simples conjunto de características tangíveis. A tendência dos consumidores é ver o produto como uma complexa conjugação de benefícios que satisfazem a suas necessidades. Ao desenvolver produtos, as empresas devem primeiramente identificar quais necessidades centrais dos consumidores serão satisfeitas. [...]


[...] Quando percebe que um dos produtos que idealizou tem um grande potencial de mercado, através do filing ou pequenas pesquisas, monta um protótipo e o insere na sua linha de produção em pequeno lote. Efetua, então um teste piloto de mercado, quando observa a reação das vendas, definindo a permanência ou a exclusão do novo produto em sua linha. Este procedimento, no caso desta empresa, garante o lançamento de produto em curtíssimo espaço de tempo, com um baixo investimento, compensando inclusive as perdas com aqueles produtos que não vingam no mercado. [...]


[...] Buscou-se a renovação constante dos produtos e a diversificação. Assim, a inovação foi promovida ao primeiro plano nas metas das organizações. Verifica-se, desta forma, que a competitividade entre as organizações se mostram um fator ambiental de extrema força impulsionadora de inovações e do desenvolvimento social da humanidade O necessário para desenvolver novos produtos A empresa após ter segmentado seu mercado alvo, escolhido seus grupos de consumidores-alvo, identificado suas necessidades e determinado seu posicionamento de mercado desejado, ela está preparada para desenvolver e lançar novos produtos. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Produto: Caldo de Cana em Embalagem Tetra Pak Para Exportação

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo   |  23/11/2006   |  BR   |   .doc   |   22 páginas

Lançamentos de novos produtos

 Administração e marketing   |  Marketing   |  Pesquisa de mercado   |  04/04/2008   |  BR   |   .doc   |   13 páginas

Mais Vendidos economia

Economia e direito

 Economia e finanças   |  Economia   |  Estudo   |  21/09/2006   |  BR   |   .doc   |   10 páginas

A quantificação da realidade econômica

 Economia e finanças   |  Economia   |  Dissertação   |  17/12/2008   |  BR   |   .doc   |   3 páginas