Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

“O capital: crítica da economia política" volume I - Karl Max

Informações sobre o autor

AUDITORIA FINANCEIRA - DEPARTAMENTO PESSOAL - GERENTE...
Nível
Especializado
Estudo seguido
ECONOMIA -...

Informações do trabalho

Keila Cristina M.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
fichamento
Número de páginas
10 páginas
Nível
Especializado
Consultado
2 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Biografia de karl marx (1818 ? 1883)
  3. A mercadoria
    1. Conceito de mercadoria e seus valores de uso e de troca
    2. O duplo caráter do trabalho materializado na mercadoria
    3. O caráter fetichista da mercadoria
  4. Transformação do dinheiro em capital
    1. A fórmula geral do capital
  5. Mais-valia
    1. Conceito
    2. Processo de produzir a mais-valia
    3. Taxa de mais-valia
    4. A produção da mais-valia relativa e da mais-valia absoluta

Karl Marx diferente de Adam Smith, que foi o analista do caráter ordenado e do progresso do capitalismo, ele acreditava que depois de certo tempo, uma Sociedade de Liberdade Perfeita acumularia todo o capital de que precisasse, e entraria em profundo declínio, mas o que poderia acontecer depois Smith não mencionou nada. Já Marx fez o diagnostico das desordens e da futura derrocada do capitalismo. As diferenças entre os dois estão enraizadas nas maneiras fundamentalmente opostas como cada um via a historia. Marx via a historia como uma luta continua entre classes sociais, com classes dominantes disputando com classes dominadas em todas as eras.
Marx via a tensão e antagonismo como resultado da luta de classes, expressa na disputa por salários e lucros, seria a principal força de mudança do capitalismo e a causa final de sua derrocada, ele via também, no mercado uma força poderosa de acumulação e riqueza.

[...] O caráter da mercadoria não depende da quantidade de trabalho empregado para obter suas qualidades úteis, mais sim de quantidades definidas. Os valores de uso constituem o conteúdo material da riqueza qualquer qual seja a forma social dela O Duplo caráter do trabalho materializado na mercadoria. O Valor da mercadoria é constituído pelo tempo de trabalho socialmente necessário para produzi-la, ou seja, o trabalho gasto pela maquina, a força de trabalho, gasta pelo trabalhador e o seu tempo de trabalho. [...]


[...] O próprio Capital? foi escrito de trás para frente, primeiro os volumes II e III, em forma de rascunho e depois o volume única parte da grande obra que apareceu durante a vida de Marx, em 1867. A doença contribui para que Marx não dessa forma final aos outros volumes de sua mais importantes obra. Outro fator foi seu compromisso com a militância política: inúmeras vezes Marx abandonou seu trabalho cientifico para dedicar-se ao movimento operário. Assim procedeu por ocasião da Comuna de Paris (1871), cujos acontecimentos foram analisados por ele em A Guerra Civil na França, um dos mais perfeitos exemplos da analise política de conjuntura, pois mostra as concepções ideológicas, as alianças e conflitos entre as classes sociais na cena política do proletariado foi a ?Critica ao Programa de Gotha uma analise do programa da social-democracia alemã, publicada depois de sua morta. [...]


[...] A diferença entre o trabalho e a força de trabalho era a fonte da mais- valia. Marx mostra depois que os lucros, os juros e as rendas eram meras divisões de mais-valia entre a classe capitalista. Mantendo-se inalterados os salários, a taxa de mais-valia tende a elevar-se quando a jornada de trabalho aumenta, ou com o aumento da produtividade nos setores que produzem os artigos de consumo dos trabalhadores. Só o capital que emprega operários produtivos e que possibilita a criação de mais-valia, no modo de produção capitalista A Produção da mais-valia relativa e da mais-valia absoluta. [...]

Mais Vendidos finanças

Indicadores de desempenho

 Economia e finanças   |  Finanças   |  Estudo dirigido   |  03/09/2008   |  BR   |   .doc   |   16 páginas

Análise da rentabilidade da produção de terneiros e da produção de animais terminados

 Economia e finanças   |  Finanças   |  Estudo   |  04/10/2008   |  BR   |   .doc   |   28 páginas

Últimos trabalhos finanças

Beyond Budgeting

 Economia e finanças   |  Finanças   |  Estudo   |  12/04/2012   |  BR   |   .doc   |   10 páginas

Mensuração de ativo

 Economia e finanças   |  Finanças   |  Estudo   |  12/12/2008   |  BR   |   .ppt   |   34 páginas