Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Prevenção contra incêndio em locais públicos

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
outros
Faculdade
CASTELO BRANCO

Informações do trabalho

Armênio C.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
34 páginas
Nível
Para todos
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
    1. Objetivo geral
    2. Objetivos específicos
    3. Justificativa
    4. Metodologia
  2. A proteção contra incêndio
    1. Proteção contra incêndio
    2. Normas regulamentadoras relativas à prevenção de incêndios
    3. Projeto de proteção a incêndios
    4. Erros de projeto mais freqüentes
    5. Equipamentos
    6. Exigências complementares possíveis
  3. Visão Sistêmica
    1. Precaução contra o início do incêndio
    2. Limitação do crescimento do incêndio
    3. Extinção inicial do incêndio
    4. limitação da propagação do incêndio
    5. Evacuação segura do edifício
    6. Precaução contra o colapso estrutural
    7. Considerações sobre a visão sistêmica
  4. As legislações e normas de proteção contra incêndio
  5. Estudo de Caso: Teatro Municipal de São Paulo
    1. Apresentação do caso
    2. Composição do sistema de proteção contra incêndio
  6. Conclusão
  7. Referências Bibliográficas

Os incêndios em edificações são normalmente provocados por falta de cuidado. A maior parte desses fogos poderiam ser evitados. As causas mais vulgares são: o fumar, o aquecimento, as velas, gás, a instalação elétrica, os aparelhos elétricos, algumas atuações de distração.
A Engenharia de Segurança do Trabalho de vê atuar na proteção contra incêndio, por meio sistemas adequados nos edifícios. Esse sistema se materializa na quantificação e qualificação das proteções, nas plantas construtivas, na escolha dos materiais estruturais e de acabamento e na correta concepção do uso do edifício.
Para realizar este trabalho, a Engenharia de Segurança do Trabalho necessita de embasamento nas legislações e nas Normas Técnicas, bem como a correta visão sistêmica do edifício.
Dimensionar corretamente o sistema de proteção contra incêndio têm alguns problemas e dificuldades, que contribuem para a aplicação de forma inadequada das legislações e normas técnicas.
Essas dificuldades estão resumidas no acompanhamento da evolução técnica das normas. Nota-se a dificuldade em reunir as normas e legislações em vigor e a necessidade de uma padronização na aplicação das normas e legislações.
Além dessas dificuldades existentes surgem outras, quando essa proteção se trata de edificações tombadas pelo Patrimônio Histórico. Ora, parece óbvio que não se pode, em favor de nossa memória histórico-cultural, colocar a vida humana em risco. Deve-se conciliar leis e normas técnicas, para garantir segurança aos usuários dessas edificações antiqüíssimas e ao mesmo tempo preservar esse acervo arquitetônico.

[...] Meios de Combate a Incêndios: extintores portáteis; extintores sobre rodas (ou carretas); instalações fixas, semi-fixas, portáteis, automáticas e/ou sob comando, compreendendo: hidrantes; chuveiros automáticos (sprinklers); espuma mecânica; nebulizadores, canhões monitores e/ou esguichos reguláveis; sistema fixo de gases Exigências complementares possíveis pessoal treinado no uso dos equipamentos; instalação de hidrantes públicos de coluna em loteamentos; análise de locais de diversões públicas e reuniões públicas; credenciamento pelo Corpo de Bombeiros para empresas do ramo de fabricação, inspeção e recarga de extintores de incêndio; atribuir Poder de Polícia ao Corpo de Bombeiros para fiscalização das edificações; "Comissão Executiva de Segurança" para examinar, aprovar, vistoriar e interditar prédios antigos, com vistas à proteção contra incêndios. [...]


[...] uso do Edifício: a manutenção, elaboração de planos de abandono e treinamentos propostos também favorecem a evacuação segura precaução contra a propagação do incêndio, entre edifícios e rapidez, eficiência e segurança das operações de resgate processo Produtivo do Edifício: o edifício possui recuo de 5m em cada lateral até a divisa do próprio terreno.Os 2 edifícios vizinhos, com 2 pavimentos cada, também possuem o mesmo recuo . É um distanciamento seguro. Há poucas aberturas laterais, o que também favorece esse item. [...]


[...] edifícios tombados Objetivos específicos Fazer um estudo de caso, utilizando-se o Teatro Municipal de São Paulo, para alcançar os seguintes resultados: levantamento dos Sistemas de Proteção contra Incêndio necessários ao TMSP, conforme normas técnicas; levantamento dos Sistemas de Proteção e Prevenção contra Incêndio existentes no T.M.S.P., conforme levantamento em campo; levantamento de Materiais de Acabamento, conforme Memoriais Descritivos consultados. mostrar as dificuldades para unir as Normas Regulamentadoras com a Preservação do Projeto Original. sugerir modificações que não agridam o projeto e que melhorem substancialmente a eficácia do Sistema de Proteção implantado Justificativa Demonstrar que, embora muito se tenha feito em termos de legislação prevencionista de segurança contra incêndio, com a adoção de normas que interferem na produção de equipamentos de segurança e na própria construção civil, pouco se tem utilizado esses recursos com a correta visão sistêmica, a fim de garantir as condições mínimas desejáveis de segurança contra incêndio dos mesmos. [...]

Mais Vendidos engenharia

Biocombustível

 Engenharia e tecnologias   |  Engenharia   |  Estudo   |  07/10/2013   |  BR   |   .doc   |   8 páginas

Televisão digital

 Engenharia e tecnologias   |  Engenharia   |  Estudo   |  09/01/2010   |  BR   |   .ppt   |   12 páginas

Últimos trabalhos engenharia

Biocombustível

 Engenharia e tecnologias   |  Engenharia   |  Estudo   |  07/10/2013   |  BR   |   .doc   |   8 páginas

Impactos Ambientais Provocados pelos Assoreamentos em Rios e Reservatórios

 Engenharia e tecnologias   |  Engenharia   |  Estudo   |  23/04/2012   |  BR   |   .doc   |   5 páginas