Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Dns - teoria

Informações sobre o autor

 
Nível
Especializado
Estudo seguido
informática
Faculdade
UNIVERSIDAD...

Informações do trabalho

Fernando O.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
8 páginas
Nível
Especializado
Consultado
115 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Protocolo com a mesma finalidade do DNS (Wins) e padronização do DNS
  2. Para que serve e exemplos de situações de uso
  3. Domínio e zonas
  4. Tipos de servidores primários e secundários
  5. Relacionamento entre os protocolos SMTP, POP/IMAP, SMB E DHCP

Vamos voltar um pouco mais no tempo, aos primórdios da Internet. Naquele tempo, existiam poucos computadores na Internet (que nem se chamava Internet ainda). Além de existirem poucos computadores, as pessoas que cuidavam destes computadores também se conheciam. E existia uma lista contendo os nomes de todos os computadores existentes. Esta lista na verdade não continha apenas nomes. Ela continha linhas relacionando nomes com números. Isto porque os computadores não se comunicam através dos nomes que possuem e sim por meio de números que lhes são atribuídos. Os chamados números IP ( Internet Protocol ). Mas é muito difícil memorizar números, nós seres humanos nos lembramos muito mais facilmente de nomes. O que é mais fácil, lembrar-se que o servidor Web da Unicamp atende pelo nome de www.unicamp.br ou que o seu número IP é 143.106.80.11? Como os computadores só se conhecem pelo numero, criou-se um mecanismo que permitiu a tradução do nome, usado pelos seres humanos que operam os computadores, para o número que os computadores usam em sua comunicação. E começamos com a lista.
A lista era mantida por uma entidade central, que cuidava da distribuição de números aos computadores que se ligavam à Internet. Sempre que um novo computador era adicionado à lista, a nova lista atualizada era distribuída aos administradores dos computadores ligados à Internet. Desta forma, cada computador conseguia se comunicar com todos os demais. Bastava olhar em sua lista. A Internet era então uma típica cidade do interior, todos se conheciam diretamente e os novatos eram apresentados a todos que já faziam parte da comunidade.
É claro que nem tudo dura para sempre. A Internet foi invadida por todos os tipos de pessoas e se tornou uma comunidade virtual, um espelho do mundo real. E o velho esquema de manter a listinha, contendo os nomes de todos os computadores passou a não ser mais viável. Afinal de contas, qual computador tem o poder de consultar uma "listinha" de alguns milhões de linhas sempre que precisasse enviar alguma coisa para outro computador na Internet? Por isso, Precisou-se inventar uma outra maneira de fazer com que os computadores se encontrassem, mesmo sem possuir a tal listinha (que já nem era mais listinha).
Foi então que inventaram o DNS Domain Name System). Com o DNS, abolia-se a centralização da informação. Não existe mais um computador na Internet que conheça todos os demais. O que aconteceu foi que a autoridade sobre a informação foi diluída. Desta forma, não existe mais um dono da verdade, a informação está distribuída por milhares de computadores, que conhecem muito bem apenas alguns computadores.

[...] Por isso, Precisou-se inventar uma outra maneira de fazer com que os computadores se encontrassem, mesmo sem possuir a tal listinha (que já nem era mais listinha). Foi então que inventaram o DNS Domain Name System). Com o DNS, abolia- se a centralização da informação. Não existe mais um computador na Internet que conheça todos os demais. O que aconteceu foi que a autoridade sobre a informação foi diluída. Desta forma, não existe mais um dono da verdade, a informação está distribuída por milhares de computadores, que conhecem muito bem apenas alguns computadores. [...]


[...] O DNS (Domain Name System), é um sistema de gerenciamento de nomes, hierárquico e distribuído, e opera segundo duas definições, são elas: Examinar e atualizar o banco de dados. Reproduzir a informação do banco de dados entre servidores. O DNS começou quando a Internet, era uma pequena rede estabelecida pelo Departamento de Defesa para propósitos de pesquisa. O endereçamento dos computadores nesta rede era administrado por um único arquivo de hosts localizado em um único servidor central. Cada rede que precisasse solucionar nomes de hosts em outras redes, carregava este arquivo. [...]

Mais Vendidos informática

Projeto Integrado Multidisciplinar

 Engenharia e tecnologias   |  Informática   |  Estudo   |  04/06/2013   |  BR   |   .doc   |   7 páginas

Últimos trabalhos informática

Projeto Integrado Multidisciplinar

 Engenharia e tecnologias   |  Informática   |  Estudo   |  04/06/2013   |  BR   |   .doc   |   7 páginas

A Utilização de Software Livre em Empresa - Banco do Brasil

 Engenharia e tecnologias   |  Informática   |  Estudo   |  02/12/2012   |  BR   |   .doc   |   13 páginas