Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Geometria nas escolas públicas do 1º grau: estudo de caso

Informações sobre o autor

Consultoria - Consultoria - Gerência de Recursos Humanos
Nível
Especializado
Estudo seguido
Mestrado...

Informações do trabalho

Marta O.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
monografia
Número de páginas
40 páginas
Nível
Especializado
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
    1. Tema
    2. Delimitação
    3. Objeto
    4. Justificativa
    5. Objetivos
    6. Hipóteses
    7. Problema
  2. Referencial teórico
    1. Concepção da matemática no contexto escolar
    2. A geometria na vida dos estudantes
    3. Geometria através da resolução de problemas
  3. Encaminhamento metodológico
    1. Metodologia
    2. População
    3. Instrumentos
  4. Apresentação e análise dos resultados
  5. Conclusão
  6. Referências bibliográficas
  7. Bibliografia
  8. Anexos

Na história da humanidade a noção de números e suas extraordinárias generalizações estão intimamente ligadas, e a própria vida está impregnada de matemática: grande parte das comparações que o homem formula, assim como gestos e atitudes cotidianas, aludem conscientemente ou não a juízos aritméticos e propriedades geométricas. Além disso, a ciência, a indústria e o comércio nos colocam em permanente contato com o amplo mundo da matemática.
Porém, os alunos, de modo geral, encontram uma aversão psicológica ou mesmo uma dificuldade natural para tratar a Matemática. Pode ser que uma das causas para estes problemas seja a falta de uma conscientização metodológica mais moderna, mais realista e aplicável no dia-a-dia do educando. Outros fatores também podem influenciar o desestímulo do aluno e também gera dificuldades para o professor ensinar. Com este estudo busca-se analisar quais os principais problemas que surgem no aprendizado da matemática, especificamente da Geometria Sabe-se que alguns dos grandes problemas no ensino da matemática está acontecendo na formação do professor, quando a maioria está recebendo apenas as informações técnicas e não um ensinamento do processo de aprendizagem em si, da integração aluno/professor, ou sua interação sócio-política como um agente modificador, o que faz surgir a diferença entre professor e educador. Não existe neste trabalho a pretensão de esgotar o assunto, mas suscitar o pensamento de profissionais da área e pessoas interessadas pelo mesmo.

[...] Não existe neste trabalho a pretensão de esgotar o assunto, mas suscitar o pensamento de profissionais da área e pessoas interessadas pelo mesmo - Tema: O Estudo da Geometria nas Escolas Públicas de 1º grau, como conteúdo fundamental de ensino - Delimitação: O ensino da geometria nas primeiras séries do primeiro grau não está sendo trabalhado de forma interativa ao aluno, que estão encontrando dificuldade para assimilar tais conteúdos Objeto Dificuldades na aprendizagem de geometria 1.4 Justificativa Tendo em vista que a geometria está sendo aplicada de forma pouco produtiva nas escolas de primeiro grau, resolveu-se investigar as causas deste problema, para averiguar se a falha está na metodologia adotada ou se realmente pode-se confirmar a dificuldade em aprender Objetivos Objetivos gerais Reunir dados teóricos e práticos para averiguar a facilidade ou dificuldade com que os professores ensinam geometria, inserindo-a no seu dia-a-dia e tendo em mãos as possíveis causas de insucessos Objetivos específicos - Pretende-se com esse estudo, adquirir um referencial teórico que facilite o exercício da profissão, - levantar diversas atividades modernas, para que possa servir de subsídio e auxílio na preparação e execução de aulas de geometria para professores de 1ºgrau; - sugerir a aplicação de algumas dessas atividades com crianças de 2ª e 3ª série, verificando assim o seu aprendizado Hipóteses Será que a dificuldade encontrada pelos professores no ensino da geometria está ligada à falta de um embasamento metodológico ? [...]


[...] Mas para que o ensino de geometria torne-se comum ao aluno, é preciso que o mesmo trabalhe com a geometria constantemente, mas não só em forma de desenho, não só em forma de artes, mas também em forma de resoluções de problemas, pois à medida que o aluno vai calculando o metro quadrado de sua sala, de seu quarto e outros, à medida que vai jogando a geometria em sua vida para resolver seus problemas do dia-a-dia, então ela terá um aspecto mais matemático, e será bem mais fácil ao aluno captar a essência da mesma, conforme tentou-se explicar no capítulo abaixo Geometria através da resolução de problemas professores que ensinam Matemática nas primeiras séries do ensino fundamental muitas vezes sentem seus alunos tolhidos e como que não encontrando ambiente propício para o desenvolvimento de suas potencialidades. [...]


[...] O estudo e agrupamento de estratégias e hipóteses facilitam o trabalho do resolvedor de problemas. É comum aparecerem hipóteses diferentes na resolução de um mesmo problema. Algumas podem ser até erradas. O importante é discutir e analisar todas. Através desta análise o aluno é incentivado a utilizar várias hipóteses. Também é interessante fazer com que os alunos registrem em seus cadernos as várias hipóteses e maneiras pelas quais o problema foi solucionado. Estabelecer a relação entre a matemática e o cotidiano. [...]

Últimos trabalhos matemática

Amostragem e probabilidade

 Engenharia e tecnologias   |  Matemática   |  Estudo   |  12/12/2008   |  BR   |   .ppt   |   36 páginas

Matemática e mosaicos: um estudo de produção artística matemática de M. C. Escher

 Engenharia e tecnologias   |  Matemática   |  Monografia   |  04/10/2008   |  BR   |   .doc   |   42 páginas