Informações sobre o autor

 
Nível
Especializado

Informações do trabalho

Data de Publicação
02/02/2007
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
4 páginas
Nível
Especializado
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário

Fome e desnutrição

  1. Introdução
  2. Alimentação alternativa
    1. Urgência da fome
  3. Desnutrição
    1. Causas
    2. Complicações
    3. Pobreza e desigualdade social
  4. Conclusão
  5. Referências

Este trabalho pretende contribuir para um melhor entendimento da dimensão e possíveis soluções para a fome e a desnutrição no Brasil. Inicialmente, procuramos esclarecer a natureza distinta de cada um desses problemas e o que os distinguem conceitualmente da pobreza. Definindo pobreza, desnutrição e fome, dos três problemas, a pobreza talvez seja o mais fácil de definir. De modo bastante simples, pode-se dizer que pobreza corresponde á condição de não satisfação de necessidades humanas elementares como comida, abrigo, vestuário, educação, assistência á saúde. A desnutrição são doenças que decorrem do aporte alimentar insuficiente em energia e nutrientes ou, ainda, com alguma freqüência, do inadequado aproveitamento biológico dos alimentos ingeridos. A fome é certamente o problema cujo definido se mostra mais controversa. Haveria inicialmente que se distinguir a fome aguda momentânea, da fome crônica.

[...] Ao perder as forças, a pessoa deixa de se mexer, de falar, e os mecanismos reguladores da fome deixam de funcionar: não tem mais a sensação de fome ou de sede, e o estomago se atrofia. A desnutrição severa pode provocar falência dos órgãos, anemia, infecções generalizada ou patológica graves. Uma criança severamente desnutrida depende de alimentos especiais e de cuidados médicos intensivos. Depois de passarem pela consulta medica, as crianças severamente desnutridas recebem imediatamente a primeira das oito doses diárias de leite terapêutico. [...]


[...] Com essa dieta, ao cabo de uma semana a criança recobra as funções vitais, mas permanecerá internada ainda por no mínimo duas semanas, recebendo seis porções diárias de alimentos enriquecidos, até redobrar o peso ideal POBREZA E DESIGUALDADE SOCIAL A desnutrição é o melhor indicador de pobreza. A desnutrição está concentrada entre as populações mais miseráveis, normalmente não alcançados por políticas definidas em termos de medias populacionais. O objetivo das políticas de combate á desnutrição deve ser especificada dirigido às camadas mais pobres da população. [...]

...

Estes documentos podem interessar a você

Crescimento e desenvolvimento

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  05/04/2007   |  BR   |   .doc   |   53 páginas

Mercado consumidor de cães e gatos da Cidade de Manaus

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo   |  07/05/2007   |  BR   |   .doc   |   46 páginas

Mais Vendidos geografia

Ação geológica do gelo

 História/geografia e idiomas   |  Geografia   |  Estudo dirigido   |  27/02/2008   |  BR   |   .doc   |   11 páginas

Correntes do pensamento geográfico

 História/geografia e idiomas   |  Geografia   |  Dissertação   |  28/02/2008   |  BR   |   .doc   |   8 páginas
Compra e venda de trabalhos acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.