Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

A imigração italiana sob a ótica da metodologia

Informações sobre o autor

Consultoria - Consultoria - Gerência de Recursos Humanos
Nível
Especializado
Estudo seguido
Mestrado...

Informações do trabalho

Marta O.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
28 páginas
Nível
Especializado
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Movimentos imigratórios
    1. A importância do levantamento histórico para a cidadania
    2. Imigração no Brasil
    3. Como iniciou a imigração no Paraná
    4. Ocupação do vazio agrícola
    5. Crescimento da população do Paraná no século XIX graças à imigração
    6. Colônias italianas estabelecidas no Paraná (1829-1911)
    7. Expansão do Sudoeste e Oeste
  2. Gaúchos e catarinenses no Paraná
    1. Como viviam
    2. Onda emigratória
    3. Miséria Perene
    4. A partida
    5. A viagem para o destino
    6. Por falta de dinheiro
    7. Os italianos e o romantismo
  3. A história contada sob a visão de um imigrante
    1. Os imigrantes italianos no Paraná
    2. As causas da emigração de italianos para São Paulo
    3. A sociedade promotora da imigração
    4. Os sofrimentos dos imigrantes
    5. Outro grande sofrimento: O isolamento
    6. Atritos entre fazendeiros e colonos
    7. Sem terra e sem casa própria
  4. Encaminhamento metodológico
    1. Metodologia
    2. Os italianos e outros imigrantes

Cada vez mais vê-se a tendência das escolas de se abrir à participação da comunidade, por isso professores, alunos e comunidade em geral devem se unir para planejar e produzir conhecimentos, enquanto integração de conteúdos curriculares com a cultura viva e isso se dá através da sua história e do seu cotidiano. Mas para que essa história faça parte do contexto do aluno, é necessário buscá-la no tempo. Essa busca é nosso objetivo com este estudo. Pretende-se buscar um embasamento teórico e desenvolver um projeto onde a memória ainda ?jovem? seja resgatada e documentada de modo a ficar preservada para gerações futuras.
Esse trabalho se destina a cumprir as exigências do curso de pós-graduação e o objetivo desta monografia, trata sobre os Laços de Convivência Social dos Imigrantes Italianos, no Paraná e principalmente no início da Colonização do Município de Guaraniaçu - Pr .
Busca-se perceber quais as relações que permitiam a convivência entre as diferentes etnias: assim como analisar o comportamento social dos diferentes imigrantes.
Procura-se ainda comparar as culturas desses imigrantes e identificar como conseguiram romper as barreiras de linguagem. Analisar os motivos que trouxeram esses imigrantes para região de Guaraniaçu deixando seus lugares de origem e submetendo-se às intempéries.
Os objetivos educacionais são criar oportunidades para o estudante compreender e vivenciar a história de seu Estado e a sua realidade, e repensar o seu papel enquanto sujeito social.
Com este estudo pretende-se inicialmente elaborar juntamente com os alunos um levantamento dos pioneiros de origem italiana no Paraná, concentrando-se na região Oeste do estado. Com arrecadação de documentos, reportagens, livros, fotos e objetos da época. O que se busca não é apenas relatar a história dos imigrantes italianos, mas fazer com que o aluno conte a história, busque dados e fatos, a vivencie e faça comparativos entre as condições de ontem e de hoje, que se coloque no lugar dos pioneiros e possa avaliar como eles viveram suas épocas. A metodologia será o desenvolvimento de um projeto, onde estão inseridos métodos de entrevistas e pesquisas e avaliação que serão feitos por alunos das 7ª e 8ª séries matutino e noturno, do Colégio Estadual de Guaraniaçu. Sem a pretensão de esgotar o assunto, mas sim iniciar uma atividade que faça parte do contexto da escola, como um fator educativo e cotidiano.

[...] III CAPÍTULO A HISTÓRIA CONTADA SOB A VISÃO DE UM IMIGRANTE 3.1 Os imigrantes Italianos no Paraná Como em Santa Catarina, os colonos vieram encomendados pelo governo estadual, para trabalhar na agricultura. Em 1875, chegou o primeiro grupo e foi fixado em Alexandra, perto de Paranaguá, mas não evoluiu, por causa do terreno desfavorável e do abandono a que foram relegados. Em 1877, foi criada a colônia Nova Itália, compreendendo os municípios de Morretes e Antonina. Aqui também as adversidades, apesar de serem valorosos Vênetos, fizeram com que todos se transferissem para o planalto, nas imediações de Curitiba e Santa Catarina. [...]


[...] Para ligar a região com o restante do país, o Império determinou a construção da ferrovia Curitiba-Paranaguá, logo estendida até o Porto Amazonas, ponto inicial da navegação do rio Iguaçu. Com o início da navegação de Porto Amazonas até União da Vitória, iniciou-se a fixação de imigrantes a partir de 1890. Nasceram então à margem direita do rio margem esquerda estava em disputa com Santa Catarina) as colônias de São Mateus (1890), Carneiro, Canta Galo (1895), Prudentópolis e Mallet (1896). [...]


[...] (Ver Anexos alguns exemplos) Neste sentido ficou provado que a metodologia é um fator fundamental para o aprendizado, pois se for dinâmica e despertar o senso de responsabilidade, haverá uma apreensão efetiva da aprendizagem. Os alunos assimilaram todo o conteúdo dado inicialmente, não houve reclamações, alguns voltavam emocionados das entrevistas, pois podiam "ler" nas palavras dos pioneiros, a dor, sofrimento, fome, mas também aquele orgulho de terem vencido, de acreditar no sonho, e principalmente de buscar por ele. Acreditamos que acima de tudo os alunos puderam assimilar o verdadeiro sentido de cidadania, quando puderam entender que esta cidade foi feita de lutas, união e solidariedade. [...]

Mais Vendidos história

Processo de industrialização e formação capitalista do Brasil - 1930-1945

 História/geografia e idiomas   |  História   |  Estudo   |  07/05/2007   |  BR   |   .doc   |   8 páginas

Últimos trabalhos história

O discurso da imprensa sobre o complexo penitenciário da Papuda em Brasília, de 1979 aos nossos...

 História/geografia e idiomas   |  História   |  Monografia   |  30/03/2009   |  BR   |   .doc   |   50 páginas

As duas faces de Winston Churchill

 História/geografia e idiomas   |  História   |  Fichamento   |  23/03/2009   |  BR   |   .doc   |   8 páginas