Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Crise de 1929

Informações sobre o autor

autônoma
Nível
Especializado
Estudo seguido
Letras

Informações do trabalho

Montserrat C.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
10 páginas
Nível
Especializado
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
1 Avaliaçao cliente
5
escrever um comentário
  1. A crise de 1929
  2. O dólar dominou o mundo
  3. A crise se espalhou pelo mundo capitalista
  4. A queda da bolsa de valores
  5. A crise se espalhou pelo mundo capitalista
  6. A saída americana para a crise
  7. O brasil e a crise
  8. New deal

Certamente, poucos norte-americanos suspeitavam de que uma grande calamidade econômica poderia estar rondando por perto. Pelo contrário, a maioria das pessoas estava interessada em outra perspectiva muito diferente da economia norte-americana e, sumamente atraente.
A palavra ?crise? sempre traz apreensão. Em 1929, os países capitalistas enfrentaram a maior crise da sua história. A crise de 1929 foi grave tanto pelos problemas sociais que ele causou quanto pela dimensão mundial que assumiu. Para entender a natureza dessa crise, devemos perceber que a economia industrial capitalista é composta de várias atividades interdependentes.
Nesta pesquisa vimos também como foi que começou essa crise, e qual foi o plano que tentou reativar o mercado consumidor depois da crise.

[...] Isso levara a crise para as fazendas, fabricas de bens de consumo e para o comercio. Com as atividades produtivas e comerciais em declínio, os bancos, os setores de diversões e de serviços perderam os seus clientes. O resultado desse processo de recessão é triste e doloroso. A maior parte da população sente na pele os efeitos do desequilíbrio econômico. A historia do sistema capitalista tem apresentado fazes de expansão seguidas estável, mas sempre sujeito a crises cíclicas. O próprio processo de expansão cria as condições para crises cíclicas, e as medidas para solucioná-las criam as condições para uma nova fase de expansão. [...]


[...] A crise atingiu intensamente o comercio e o setor de serviços, se alastrando pôr toda a economia. Os agricultores chegaram a queimar a produção, pois os preços dos produtos não compensavam o custo do transporte. A falta de abastecimento levou a fome para as cidades americanas. As filas para conseguir comida, distribuída gratuitamente pelo governo, tornaram-se comuns nos grandes centros. A economia americana mergulhou na recessão. A crise desenvolveu-se numa reação em cadeia; o crack financeiro acentuou a crise industrial, desaparecendo qualquer possibilidade de recuperação. [...]


[...] Setores políticos progressistas ligados a forças urbanas e industrialistas, aproveitaram a ocasião para reformas as estruturas políticas da República Velha através da Revolução de 1930. NEW DEAL A resposta do novo presidente foi imediata e vigorosa. Nos três meses seguintes à posse de Roosevelt, o Congresso e o país foram submetidos a uma avalanche de idéias e programas presidenciais diferente de tudo o que se conhecia na história dos Estados Unidos. Foram os famosos Cem Dias do New Deal os dias em que, meio por intenção, meio por acidente, foram lançados os alicerces de um novo padrão que iria significar uma radical mudança ma organização do capitalismo norte-americano. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Administração por objetivos

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo   |  30/08/2006   |  BR   |   .doc   |   8 páginas

A crise decorrente do capitalismo

 Sociedade   |  Ciências políticas   |  Estudo   |  22/12/2006   |  BR   |   .doc   |   13 páginas

Mais Vendidos história

Processo de industrialização e formação capitalista do Brasil - 1930-1945

 História/geografia e idiomas   |  História   |  Estudo   |  07/05/2007   |  BR   |   .doc   |   8 páginas