Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Renascimento

Informações sobre o autor

autônoma
Nível
Especializado
Estudo seguido
Letras

Informações do trabalho

Montserrat C.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
6 páginas
Nível
Especializado
Consultado
252 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Renascença
  3. O humanismo
  4. O renascimento cienfífico
  5. A ilimitada multiplicação dos livros
  6. Conclusão
  7. Bibliografia

Durante muito tempo a Idade Média foi considerada um período de ignorância e superstições, tendo sido inclusive chamada ?Idade das trevas?. Realmente, na Idade Média houve um grande declínio nas atividades artísticas, literárias e cientificas. Mas talvez seja um exagero classificar a idade Média como a ?Idade das trevas?.
A destruição das bibliotecas pelos bárbaros, o medo de invasões e saques, a dificuldade de comunicação e as constantes lutas entre os senhores feudais contribuíram para criar um ambiente desfavorável ao desenvolvimento das letras, das artes e das ciências nessa época. Assim mesmo, porém, a idade Média criou algumas obras expressivas.
Os mosteiros eram os únicos lugares onde se observou a cultura antiga. O paciente trabalho dos monges copistas, que passavam a vida copiando manuscritos antigos, preservou essa cultura.
O homem medieval, de modo geral, não sabia ler nem escrever. Os homens mais instruídos pertenciam à Igreja, que controlava todas as atividades artísticas, literárias e científicas da época.

[...] CONCLUSÃO Conclui-se que o Renascimento promoveu um significativo desenvolvimento cultural, artístico, filosófico e científico. A política começou a se tornar independente da profunda influência da Igreja, que perdurara por toda a Idade Média. Trouxe uma nova visão de mundo, que não desapareceu com o fim do movimento. O desenvolvimento artístico e científico do Renascimento foi acompanhado por importantes inovações técnicas, entre as quais se destaca a invenção da imprensa. Do ponto de vista renascentista a arte é uma criação da inteligência, portanto sujeita a regras de perfeição apreensíveis e que podem ser formuladas e ensinadas com precisão. [...]


[...] sociais que marcaram o final da Idade Moderna se manifestaram, no plano intelectual, num movimento que teve suas raízes no Renascimento e que é conhecido como Iluminismo. Esse nome é muito significativo. Os pensadores iluministas opunham as da razão às da ignorância, dos preconceitos, da intolerância religiosa; rebelavam-se também contra o absolutismo e as desigualdades sociais. A base desse movimento intelectual é a crença de que o conhecimento da realidade só pode ser alcançado por meio da razão, que é um atributo característico do homem. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Do Feudalismo ao início do Renascimento

 História/geografia e idiomas   |  História   |  Estudo   |  21/03/2007   |  BR   |   .doc   |   5 páginas

Quattrocento - eventos culturais e artísticos do século XV, na Itália, analisados em conjunto.

 História/geografia e idiomas   |  História   |  Estudo dirigido   |  17/09/2007   |  BR   |   .ppt   |   64 páginas

Mais Vendidos história

Processo de industrialização e formação capitalista do Brasil - 1930-1945

 História/geografia e idiomas   |  História   |  Estudo   |  07/05/2007   |  BR   |   .doc   |   8 páginas