Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Ditadura militar

Informações sobre o autor

A
Nível
Especializado
Estudo seguido
A

Informações do trabalho

Wanderley M.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
17 páginas
Nível
Especializado
Consultado
2 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
    1. Governo Costa e Silva
    2. A propaganda ideológica dos militares
    3. Contexto educacional da ditadura
    4. O tecnicismo e a educação
  2. Ditadura e futebol
  3. Conclusões

Observa-se que desde o inicio da década de 60, a crise política se arrastava desde a renúncia de Jânio Quadros em 1961, bem como a subida a presidência do seu vice João Goulart, que assumiu a presidência num clima político adverso. O governo de João Goulart (1961-1964) foi caracterizado pela abertura às organizações sociais. Estudantes, organizações populares e trabalhadores ganharam o seu espaço, causando a preocupação das classes conservadoras com: os empresários, banqueiros, Igreja Católica, militares e classe média. Todos temiam uma virada política do Brasil para o lado socialista. Vale ressaltar, que neste período, o mundo vivia o auge da Guerra Fria.
No plano econômico na década de 60 houve um remanejamento a nível internacional. As corporações internacionais levaram suas fábricas para os países periféricos o que resultou em maior interdependência na esfera produtiva internacional e a conseqüente modificação nas formas de dependência a que estava condicionada o desenvolvimento do capitalismo nos países periféricos (CARDOSO, 1979).
Essa transformação ocorrida no ambito econômico internacional e a nova ordem política social estabelecida pelo novo ciclo de autoritarismo que inicialmente teve seu advento em março de 1964, com o golpe militar, influenciaram de sobremaneira na organização social brasileira e nesse novo contexto ganharam importância os grupos que aqui expressavam o capitalismo internacional.
Por conseguinte, juntamente com o golpe assumiram posições privilegiadas no poder, determinados setores das forças armadas e da tecnocracia que pela afinidade de idéias com esses novos rumos da política econômica tiveram um importante papel na repressão política e social da sociedade. Simultaneamente, ao mesmo tempo em que ocorreu a respectiva ascensão desses novos grupos ao poder (Militares), setores da classe média burocrática tradicional, políticos que sustentavam o antigo regime e líderes sindicais perderam sua importância na nova cena política.

[...] Taxionomia de objetivos educacionais: domínio cognitivo. Porto Alegre: Globo, 5a ed BOURDIEU, Pierre. A dominação masculina ed. Tradução de Maria Helena Kuhner. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil BRETAS, Marcos Luiz. Ordem na cidade: o exercício cotidiano da autoridade policial no Rio de Janeiro 1907-1930. Rio de Janeiro: Rocco CALDEIRA, Sandra e MATSUDO, Victor. K.R. Curso de Metodologia Científica: Estatística aplicada à ciência do esporte. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. São Paulo. p. 05-15, jan CALDEIRA, Sandra e MATSUDO Victor. [...]


[...] A envoltura dos norte-americanos com a ditadura militar, iniciada em 1964, não se resumiu, a formar os militares golpistas segundo a doutrina da U. S. Army School of Americans, localizada na zona do canal do Panamá. Uma das formas de suporte ao regime implantado era a cooperação dos mesmos no campo educacional (GERMANO, 1994). O fortalecimento de uma burocracia tecnocrática (CARDOSO, 1979) a fundamentação positivista dos militares e o sistema repressor que nos impunham (GERMANO, 1994) talvez já fossem motivos suficientes para justificar a adoção das idéias dessa filosofia na educação brasileira. [...]


[...] Estado militar e educação no Brasil: 1964 ?1985.São Paulo: Cortez GHIRALDELLI JÚNIOR, Paulo. Educação Física Progressista. São Paulo: Loyola ISMÉRIO, Clarisse. Mulher: a moral e o imaginário 1889-1930. Porto Alegre: EDIPUCR p. KERLING, Fred, N. Foundations of behavioral research. New York: Holt, Rinehart e Winston MANACORDA, Mário A. história da educação. São Paulo: Cortez MARCUSE, Herbert. A ideologia da sociedade industrial. Rio de Janeiro: Zahar MATHIAS, Suzeley Kalil. As mulheres chegam aos quartéis. Jan/2005. MELO, Victor Andrade. Relação teoria e prática e formação profissional na Educação Física brasileira: apontamentos na história. [...]

Estes documentos podem interessar a você

O futebol e a ditadura militar no Brasil

 História/geografia e idiomas   |  História   |  Monografia   |  05/02/2007   |  BR   |   .doc   |   15 páginas

Regime Militar

 Direito e contrato   |  Outro   |  Estudo   |  21/03/2007   |  BR   |   .doc   |   7 páginas

Mais Vendidos história

Processo de industrialização e formação capitalista do Brasil - 1930-1945

 História/geografia e idiomas   |  História   |  Estudo   |  07/05/2007   |  BR   |   .doc   |   8 páginas