Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

O populismo no Brasil

Informações sobre o autor

Professor de geografia - Auxilar de Ensino
Nível
Especializado
Estudo seguido
Curso de...

Informações do trabalho

Rodrigo A.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
7 páginas
Nível
Especializado
Consultado
78 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. O POPULISMO NO BRASIL

O populismo surge como forma de governo na Rússia para defender os russos do capitalismo e aparece na América Latina aliada aos capitalistas servindo de passaporte para a construção de ditaduras, como a getulista no Brasil que perdurou 15 anos graças à grande identidade que a população teve com seu líder, que inteligentemente se apoderou desta ligação para construir seu governo. Percebe-se através desta pesquisa que o outro lado, os latifundiários e industriais tiveram muitas vantagens durante o período populista de Vargas, talvez aí, estaria a grande vantagem de Getúlio estar jogando por dois lados, criando vantagens e cedendo aos dois lados, os ricos e os pobres.
Ao entender como se dá o ?populismo? pode-se compreender o porquê da busca de lideres por esta forma de governar, percebendo que não é um bom coração destes políticos que impera em uma administração publica populista, pelo contrario, muitas vezes este sistema chega ser perverso, autoritário e repressor.
Outro ponto a se buscar é o inicio do populismo no Brasil, a ascensão de Getúlio Vargas, uma ditadura de quinze anos, a queda getulista, Vargas voltando ao poder nos braços do povo e o suicídio, os presidentes democratas populistas (Juscelino, Jango), e o golpe militar.
Para Tiago Dantas do site Brasil Escola, ?Populismo é uma forma de governar baseada nas massas, onde o governante exerce uma influência muito grande sobre o povo e utiliza isso para obter apoio popular. O líder populista procura estabelecer laços emocionais com o povo, e não racionais?. É através destas afirmações que pode-se entender o que ocorreu no inicio do século XX, principalmente na América Latina, que foi invadida por uma onda de políticas populistas.

Este sistema de governo, se pode chamá-lo assim, por que estava embutido, ora em uma ditadura ora numa democracia, alguns estudiosos afirmam que acontece num momento de transição política e cultural, de acordo com Asensi (2006), ?Em geral, acontece nos momentos de mudança de uma sociedade agrária para uma sociedade industrial, de uma sociedade tradicional para uma sociedade moderna.?
A origem do populismo se deu na Rússia, onde buscava-se uma revolução, uma sociedade ideal, livre da modernização capitalista e com valores tipicamente agrários, onde o povo seria o centro das realizações políticas, enquanto o populismo que apareceu nos Estados Unidos era defendido por pequenos proprietários rurais e faziam críticas ao capitalismo, só que não buscavam transformações radicais na sociedade.
Pode-se perceber através desta pesquisa que o intuito inicial do populismo na Rússia, foi afetado e teve ao longo do século XX várias mutações. No Brasil, foi bem aproveitado por Getúlio Vargas para permanecer no poder por uma década e meia, e mais tarde voltar ao poder, Vargas que contou com varias artimanhas políticas para dar vantagens a população trabalhadora e ao mesmo tempo criar benefícios aos empregadores.
Entendendo que o Brasil, no período do governo de Vargas, deu um grande salto na sua industrialização, devido a queda da bolsa de Nova Iorque e ao II Guerra Mundial, muitos destes operários da industrias brasileiras eram estrangeiros e pessoas vinda do interior do país, que por falta de conhecer como se organizar, preferiu colocar suas esperanças nas mãos de um líder, que por sua vez, fez-se parecer confiável, criando leis que ?ajudavam? os operários.

[...] No Brasil, Getúlio Vargas foi o primeiro governante a organizar um governo baseado no populismo, após assumir a presidência através de uma revolução que rompeu a política Café-com-leite e o fim do poder absoluto da oligarquia cafeeira, Getúlio se transforma na esperança de operários nas grandes cidades, que não possuem direitos trabalhistas, ou ainda na esperança de transformar o Brasil em um país onde toda a população terá direitos iguais, já que desde a proclamação da Republica o povo ainda não havia adquirido. [...]


[...] As dificuldades de organizações dos trabalhadores que vinham tanto do interior quanto de fora do país, preferindo confiar num líder que mostrasse sua vontade de fazer justiça e progresso social. A manipulação das massas populares durou enquanto Estado teve condições de responder, embora que com limites, suas demandas. Fracassou quando, esgotada as possibilidades da acumulação capitalista em curso, as reformas estruturais passaram a ser demandadas por um movimento de massas que se insinuava cada vez mais autônomo, radical e fora do controle dos líderes populistas (SOUZA, 2008). O populismo getulista teve como resultado quinze anos de ditadura, a fama de dos pobres?, e um novo mandato em 1950. [...]

Mais Vendidos história

Processo de industrialização e formação capitalista do Brasil - 1930-1945

 História/geografia e idiomas   |  História   |  Estudo   |  07/05/2007   |  BR   |   .doc   |   8 páginas

Últimos trabalhos história

O discurso da imprensa sobre o complexo penitenciário da Papuda em Brasília, de 1979 aos nossos...

 História/geografia e idiomas   |  História   |  Monografia   |  30/03/2009   |  BR   |   .doc   |   50 páginas

As duas faces de Winston Churchill

 História/geografia e idiomas   |  História   |  Fichamento   |  23/03/2009   |  BR   |   .doc   |   8 páginas