Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

A pós-modernidade e o "pensamento fraco"

Informações sobre o autor

A
Nível
Especializado
Estudo seguido
A

Informações do trabalho

Marta O.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
8 páginas
Nível
Especializado
Consultado
17 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Definição

A pós-modernidade é uma expressão que serve para designar, de modo grosseiro e não muito adequado, as novas formas culturais que se originaram a partir da crise da modernidade.
É espantoso a pluralidade de análises sobre a "pós-modernidade" que encontramos atualmente, variando desde posições fortemente críticas àquelas entusiasmadas, desde aquelas que a vêem como lógica fundadora de uma nova sociedade até aquelas que a vêem apenas como rejeição destrutiva da sociedade de consumo. Talvez possa ser explicada justamente pelo fato de existirem não uma, mas diversas pós-modernidades e de os diferentes autores estarem referindo-se a diferentes fenômenos que possuem algo em comum, mas também fortes diferenças.
Concluímos que é tarefa praticamente impossível definir ou descrever a pós-modernidade. Trata-se de um conceito multifacetado que chama a atenção para um conjunto de mudanças sociais e culturais profundas que foram acontecendo nas últimas décadas do século XX e que acontecem ainda no século XXI.

[...] Pelo contrário, a tecnologia expressa o enfoque controlador e dominador que advém de colocar os humanos no centro das coisas. essência da tecnologia não é algo tecnológico", insiste Heidegger. Aceitar isso é a única maneira de fugir das garras da sujeição tecnológica moderna. Não há por que fazer de conta que esses gigantes do assim chamado pensamento existencial não estivessem envolvidos na busca de uma base pós- cristã para interpretar a história. Como Vattimo diz: Somente a modernidade, ao desenvolver e elaborar em termos estritamente mundanos e seculares a herança judeu-cristã isto é, a idéia de história como a história da salvação, articulada em termos de criação, pecado, redenção e espera pelo Juízo final dá peso ontológico à história e um sentido de determinação à nossa posição dentro dela (VATTIMO p. [...]


[...] As expressões mais patológicas e exasperadas desta tendência é o nacional- socialismo alemão, que com o Holocausto, e Stalin com os "gulags" sepultam a Modernidade. Auschwuitz é o símbolo do que significa não aceitar a diferença. O símbolo dos absolutismos universalistas e dos totalitarismos. O segundo passo na direção dos progenitores da pós-modernidade, é ainda um recuo no tempo para se interrogar os pensadores que anteciparam a pós-modernidade. Indubitavelmente, o mais representativo destes pensadores é Fiedrich Nietzsche (1844-1900), um pós-moderno ?avant Ia lettre?. [...]


[...] Outro fenômeno que caracteriza o "pensamento fraco" é o conseqüente colapso das hierarquias do conhecimento, de gosto, de opiniões e o interesse pelo local, em lugar do universal. Se a ciência é fraca, sua autoridade é destronada. Mais um fenômeno "devastador" parece este da substituição do livro impresso pela tela da TV, da migração da palavra escrita para a imagem colorida, do discurso para a representação, ou como os forjadores de palavras preferem do ?logocentrismo? para o ?iconocentrismo?. A intenção de realizar este trabalho foi de tentar clarear a [...]

Mais Vendidos cultura geral/filosofia

CNBB, Ética: Pessoa e sociedade, São Paulo, Paulinas, 1993

 Psicologia e letras   |  Cultura geral e filosofia   |  Fichamento   |  27/08/2006   |  BR   |   .doc   |   6 páginas

Últimos trabalhos cultura geral/filosofia

Influências do pós-modernismo no ensino superior

 Psicologia e letras   |  Cultura geral e filosofia   |  Estudo   |  27/03/2010   |  BR   |   .doc   |   20 páginas

O maniqueísmo, peste vinda do Oriente

 Psicologia e letras   |  Cultura geral e filosofia   |  Estudo   |  23/01/2010   |  BR   |   .doc   |   5 páginas