Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

O professor e o livro didático

Informações sobre o autor

A
Nível
Especializado
Estudo seguido
Licenciatur...

Informações do trabalho

Alexandro S.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
9 páginas
Nível
Especializado
Consultado
160 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Resumo
  2. Introdução
  3. Entre o público e o privado: problemas que se repetem
  4. O livro didático e seu papel no ensino de língua portuguesa

O presente trabalho integra as atividades do Projeto de Pesquisa A leitura e a produção de textos no Ensino Fundamental e Médio, desenvolvido na Faculdade de Formação de Professores. Visando analisar as relações estabelecidas entre o corpus teórico (livro didático) e o corpo docente no âmbito escolar, bem como sua influência no processo de ensino-aprendizagem, empreendemos essa pesquisa em duas instituições: uma pública, outra privada, ambas situadas no município de São Gonçalo (RJ). Nossa proposta pretende responder a duas questões centrais: 1) o Manual do Professor (livro didático) contribui de forma eficiente, funcionando como uma ferramenta para o trabalho docente em sala de aula ou simplesmente munindo-o de questionários e respostas prontas? 2) Como os professores têm se colocado diante do material didático: prendem-se ao livro ou buscam formas alternativas e criativas para o trabalho em sala de aula? Nesse aspecto, faremos uma comparação com o material observado em sala de aula referentes ao ensino fundamental (2º segmento). Utilizamos como base teórica o livro O Livro Didático de Português: múltiplos olhares (DIONISIO; BEZERRA, 2002) ,enfatizando os capítulos ?Livro didático de Língua Portuguesa: o retorno do recalcado? e ?Os Destinos da Avaliação no Manual do Professor?, com o intuito de estabelecer reflexões entre as teorias e as práticas observadas em sala de aula.

[...] Segundo Marcuschi reproduzir o livro do aluno, acrescentando as respostas que devem ser dadas nos exercícios, o MP estabelece que apenas uma determinada resposta é aceitável, rotula todas as demais como erradas e coloca nas mãos do professor o poder de decidir o que é verdadeiro e falso na interpretação do aluno. Nessa polarização certo-errado, ignora totalmente que a proposta do estudante deve ser sempre considerada e analisada, pois é indicadora do caminho por ele percorrido, do que ele contemplou e deixou de contemplar na apresentação de sua hipótese um sinal, que não pode ser ignorado, da aprendizagem construída.?. [...]


[...] Para isso, o governo deveria, em primeiro lugar, regularizar o piso salarial do corpo docente, pois a partir desse ponto outros problemas poderiam ser solucionados, além de reconhecer e aplicar planos de carreira que reconheça na prática, a trajetória profissional; aperfeiçoamento. Tal questão envolve todo um processo que entendemos ser muito complexo. Porém, não dá para fecharmos os olhos para essa realidade tão intrigante, pois a sala de aula é um espaço de socialização, de formação crítica e intelectual. Apesar de toda problemática envolvendo o campo educacional, não devemos perder a esperança de uma escola melhor em que haja não mais sujeitos participantes, porém pessoas engajadas num grandioso projeto de reconstrução do espaço escolar. [...]


[...] Vale ressaltar que utilizamos como base teórica as reflexões contidas no O Livro Didático de Português: múltiplos olhares (DIONÍSIO; BEZERRA, 2002), com ênfase nos capítulos ?Livro didático de Língua Portuguesa: o retorno do recalcado? e de Destinos da Avaliação no Manual do Professor?, focalizando os seguintes questionamentos: o Manual do Professor contribui de forma eficiente, funcionando como uma ferramenta para o trabalho docente em sala de aula ou simplesmente munindo-o de questionários e respostas prontas? Como os professores têm se colocado diante do material didático: prendem-se ao livro ou buscam formas alternativas e criativas para o trabalho em sala de aula? [...]

Estes documentos podem interessar a você

Os professores e a concepção construtiva

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo dirigido   |  27/07/2007   |  BR   |   .doc   |   27 páginas

O papel do livro didático

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo dirigido   |  09/10/2007   |  BR   |   .doc   |   16 páginas

Últimos trabalhos literatura

Aspectos da Contradição: Definições e sua Presença em Textos de Ensino Médio

 Psicologia e letras   |  Literatura   |  Estudo   |  18/04/2011   |  BR   |   .doc   |   5 páginas

Ficha de leitura sobre "Capitães de areia" de Jorge Amado

 Psicologia e letras   |  Literatura   |  Fichamento   |  03/01/2010   |  BR   |   .doc   |   6 páginas