Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

A psicopedagogia e a atuação do psicopedagogo

Informações sobre o autor

 
Nível
Especializado
Estudo seguido
outros
Faculdade
fumesc

Informações do trabalho

Elisa S.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
20 páginas
Nível
Especializado
Consultado
8 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Noções introdutórias sobre a educação
  2. O passado e o presente da psicopedagogia
  3. O psicopedagogo

O conhecimento tem uma forte presença em qualquer que seja a projeção que se faça do futuro. Por isso há um consenso de que o desenvolvimento de um país está absolutamente voltado à qualidade da sua educação. Dentro do campo psicológico e pedagógico tem se por definição de aprendizagem uma mudança de comportamento resultante do treino ou da experiência adquirida. Pode se dizer que a aprendizagem e o ensino possuem o mesmo estatuto ou identidade. Para os psicólogos ela pode ser muitas vezes definida como uma mudança relativamente duradoura no comportamento, induzida pela experiência, mas ao mesmo tempo dizem que aprender é uma atividade que ocorre dentro de um organismo e que não pode ser diretamente observadas. A responsabilidade de cada profissional na área da educação é muito grande em relação ao aprendizado, pois a educação é a base para que se alcance todos os objetivos planejados. É de fundamental importância que o educador esteja ciente de sua profissão, pois esta pode fazer com que as pessoas construam seus sonhos, suas perspectivas de vida, pode formar cidadãos honestos, tudo para o progresso de uma sociedade melhor. Ser professor nos dias de hoje é viver intensamente o seu tempo, é saber conviver com todas as culturas sem excluir ninguém, é dialogar, é trocar idéias, ter consciência dos fatos que acontecem no mundo, é ter sensibilidade diante dos momentos frágeis de nossas vidas. É impossível imaginar um futuro para a humanidade sem educadores, pois estes não só transformam a informação em conhecimento e em consciência crítica, mas também seres humanos. A realidade dos professores no Brasil é muito crítica, pois esses não são bem qualificados como deveriam realmente ser nossa pátria é envolvido por um grande círculo de dificuldades, infelizmente ainda há casos de fome, de marginalidade, de falta de moradias e de saneamento básico para a maior parte da população, com tanta desigualdade, a educação não é posta em primeiro plano, fazendo com que esses problemas não tenham fim. A escola infantil está pronta para mudar a formação dos educadores para que esses adquiriram um maior nível de intelectualidade em seus conhecimentos, pois é exatamente na fase que a criança inicia seus primeiros passos para a educação que ela desenvolve a sua formação, identificando sua personalidade e seu caráter, é extremamente importante que sejam percebidos e resolvidos todos os conflitos que surgirem nesses alunos para que futuramente não causem uma repercussão de forma negativa em suas vidas. Hoje o número de crianças com problemas psicológicos nas escolas é muito amplo, por causa disso é necessário que haja um trabalho envolvendo a psicopedagogia, sendo esta uma ciência que associa a pedagogia junto à psicologia, o profissional dessa área, o psicopedagogo, tem por intuito ajudar crianças e adolescentes a superarem suas dificuldades na aprendizagem com o uso de técnicas prazerosas como brincadeiras, jogos, estórias, mímicas e desenhos que resultam numa melhora admirável da aprendizagem.

[...] Existem várias formas alternativas de ensinar crianças, pois com formas diferentes os alunos em muitas situações encontram uma maior facilidade para armazenar a matéria, melhorando dessa forma o seu aprendizado e o desempenho do professor em sua profissão. Essas formas de aprendizado podem ser feitas pela observação de brincadeiras das crianças, no conhecimento infantil, na organização do ambiente de aprendizado, na exploração dos meios de comunicação e no registro de dados observados nos alunos. É quando os professores observam as crianças em sua naturalidade, ou seja, em seu mundo expondo suas emoções e fantasias, dessa forma o professor pode mostrar que existem regras que devem ser seguidas, através de brincadeiras de faz de conta, que incentiva as crianças ao desenvolvimento psicológico e crítico. [...]


[...] Houve um grande crescimento desse trabalho para o reconhecimento da Psicopedagogia com a finalidade de se atingir uma maior consistência, teve liderança da percepção acadêmica, pelos Psicopedagogos e ABPp, tendo a liderança política do Deputado Federal Barbosa Neto. A Psicopedagogia proporciona um amplo campo de atuação, cabendo ao profissional um gigantesco dever de ostentar com juízo crítico e comprometimento, estabelecidos sob um embasamento de formações teórico- práticas. De acordo com Bossa, o caminho da Psicopedagogia no Brasil é muito duro. [...]


[...] Na discussão do papel do ambiente no desenvolvimento infantil, a literatura dentro da área das relações pessoa-ambiente esclarece que a qualidade de vida da criança exige uma abrangência ecológica de seus comportamentos e a otimização das relações com o ambiente, e uma preocupação com a definição de lugares que contribuam para a formação da identidade pessoal, das aptidões e competências individuais. Entre as principais indicações encontram-se: uma valorização do contexto sócio-cultural onde se encontra o empreendimento, havendo variação individual e cultural no uso e interpretação do meio ambiente; uma importância do caráter único de cada empreendimento (perspectiva multi- setting), pois apesar da experiência humana ser acumulativa, a prática adequada a um local pode não ser apropriada a outro; promoção da criatividade, da variação, da participação, da exploração e da testagem, estimulando a fantasia e a iniciativa; possibilidade do contato da criança com objetos, lugares e possibilidades de ação, sem a constante intervenção e presença do adulto; permissão do engajamento ativo no ambiente, aproveitando e desenvolvendo o senso de natureza inerente à criança; reconhecimento dos ambientes planejados para crianças também são ocupados por adultos cujas necessidades também precisam ser previstas e atendidas. [...]

Estes documentos podem interessar a você

O papel do psicopedagogo na instituição escolar

 Psicologia e letras   |  Psicologia   |  Estudo   |  26/09/2007   |  BR   |   .doc   |   42 páginas

Psicopedagogia

 Psicologia e letras   |  Psicologia   |  Fichamento   |  16/07/2007   |  BR   |   .doc   |   11 páginas

Mais Vendidos psicologia

O Complexo Materno e seus Aspectos Psicológicos

 Psicologia e letras   |  Psicologia   |  Estudo   |  15/01/2012   |  BR   |   .doc   |   7 páginas

Uma reflexão sobre a depressão e as suas principais causas na abordagem cognitiva comportamental

 Psicologia e letras   |  Psicologia   |  Estudo   |  03/11/2008   |  BR   |   .doc   |   17 páginas