Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Cooperativismo

Informações sobre o autor

RECURSOS HUMANOS - PSICOLOGIA CLÍNICA
Nível
Especializado
Estudo seguido
GRADUAÇÃO...

Informações do trabalho

FERNANDA ANGÉLICA C.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
6 páginas
Nível
Especializado
Consultado
280 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Definição de cooperativismo
  2. Cooperativismo: sua história
  3. Objetivo social do cooperativismo
  4. Princípios
  5. Cooperativismo
  6. Cooperação para pequenos produtores
  7. Cooperativa
  8. Conclusão
  9. Referências

Doutrina que tem como objetivo a solução de problemas sociais por meio da criação de comunidades de cooperação, formadas por indivíduos livres que realizariam a gestão da população e participação igualitariamente dos bens produzidos. Nesse sentido, liga-se ao SOCIALISMO UTÓPICO, principalmente ao pensamento de Robert Owen, para quem a superação do capitalismo estaria na generalização de aldeias de cooperação. Modernamente o cooperativismo constitui uma prática econômica, em que a cooperativa é uma empresa que presta serviços aos associados, em geral indivíduos pertencentes ä mesma atividade profissional ou econômica. No Brasil, o cooperativismo iniciou-se no final no século XIX, principalmente na zona rural. Atualmente seu funcionamento é regulamentado por leis especiais e subordinado ao Conselho Nacional de Cooperativismo, órgão do Ministério da Agricultura

[...] diferencia a cooperativa de consumo de um supermercado ou similar, é a importância do associado que, ao subscrever cotas de participação quando da sua admissão, assume o papel de dono dessa sociedade. Portanto, na cooperativa de consumo, deixa de exercer apenas o papel de mero comprador, passando a colaborar com o seu resultado final. Mais um importante diferencial entre as cooperativas de consumo e os supermercados consta da própria Constituição Federal (artigo 146 III, letra que prevê tratamento tributário diferenciado aos atos cooperativos praticados entre as cooperativas e seus associados, diferenciando-os dos atos puramente mercantis e desobrigando-os do pagamento de tributos devidos pelas empresas lucrativas à União. [...]


[...] Fonte: SEBRAE - 2000 COOPERATIVA É uma sociedade de natureza civil, formada por pessoas unidas pela cooperação e ajuda mútua, gerida de forma democrática e participativa, com objetivos econômicos e sociais comuns e cujos aspectos legais e doutrinários são distintos das outras sociedades. Fundamenta-se na economia solidária e se propõe a obter um desempenho eficiente, através da qualidade e da valoração dos serviços que presta a seus próprios associados e usuários. (OCERGS/SESCOOP) A cooperativa é uma associação autônoma de pessoas que se unem voluntariamente, para satisfazer aspirações econômicas, sociais e culturais comuns, por meio da criação de uma sociedade democrática e coletiva. [...]

Mais Vendidos psicologia

O Complexo Materno e seus Aspectos Psicológicos

 Psicologia e letras   |  Psicologia   |  Estudo   |  15/01/2012   |  BR   |   .doc   |   7 páginas

Uma reflexão sobre a depressão e as suas principais causas na abordagem cognitiva comportamental

 Psicologia e letras   |  Psicologia   |  Estudo   |  03/11/2008   |  BR   |   .doc   |   17 páginas

Últimos trabalhos psicologia

O Complexo Materno e seus Aspectos Psicológicos

 Psicologia e letras   |  Psicologia   |  Estudo   |  15/01/2012   |  BR   |   .doc   |   7 páginas

A Psicopedagogia e Sua Relação no Modelo Educacional Evidenciando o Papel da Afetividade como...

 Psicologia e letras   |  Psicologia   |  Estudo   |  28/07/2011   |  BR   |   .doc   |   17 páginas