Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Estágio Supervisionado na área organizacional e do trabalho II

Informações sobre o autor

RECURSOS HUMANOS - PSICOLOGIA CLÍNICA
Nível
Especializado
Estudo seguido
GRADUAÇÃO...

Informações do trabalho

FERNANDA ANGÉLICA C.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
14 páginas
Nível
Especializado
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Odisséia de Ulisses

O objetivo principal do estágio é capacitar o aluno de Psicologia para a prática em Recursos Humanos, uma vez que este terá a possibilidade de vivenciar as inúmeras situações que tal atividade proporciona. Sabe-se que cada empresa tem uma cultura, uma maneira de se organizar e, por isso, se o intuito é realizar um bom trabalho, é importante ficar atento a essas peculiaridades.
?O órgão de Recursos Humanos tem a responsabilidade de pensar ?24 horas por dia? apenas no patrimônio humano, sua qualificação, aproveitamento organizacional, índice de motivação, etc. Além dessas funções operacionais, tem a responsabilidade (a maior entre todas) de estudar o comportamento organizacional da empresa como um todo?. ? (TOLEDO, 1985).
A área de R.H. visa atender às necessidades humanas da instituição (como o próprio nome já diz) e, geralmente, conta com psicólogos na equipe ? embora esta não seja uma exigência para se trabalhar no setor de Recursos Humanos.
Segundo TOLEDO (1985), ?as funções de Recursos Humanos são exercidas por todo e qualquer membro de uma organização que tenha algum tipo de influência no processo de gestão () a função de Recursos Humanos é inerente à própria ação de Administração e executada, com maior ou menor intensidade, por todas que dela participam?.
Cabe ao RH a função de acompanhar a evolução sindical, interpretar essa evolução e contribuir para a educação dos dirigentes da organização quanto ao verdadeiro significado do movimento trabalhista.
Consideramos que a participação do psicólogo nas organizações é de crucial importância. Segundo TOFFLER (1970) há uma crescente exigência de adaptabilidade do indivíduo nesses novos tempos.
OFFERMAN & GOWING (1990) antecipam uma maior compreensão do comportamento humano no trabalho, à medida em que os psicólogos contribuírem para tornar o ambiente organizacional mais saudável, seguro e produtivo.
Busca também (e principalmente) contribuir para a criação de um clima propício ao bem-estar material, motivação e desenvolvimento das pessoas, uma vez que tem como missão fundamental promover uma gestão justa e inteligente do patrimônio humano da organização.
Seu perfil original de ação teve lugar, principalmente no cenário das atividades de administração relacionadas com a ação política, militar, de gestão dos monopólios econômicos dos governos e nas organizações religiosas.

[...] Na medida em que as atitudes do dia a dia são coerentes com o que se deseja alcançar como padrão de comportamento e influenciar pessoas, vão - se criando interconexões, onde a organização passa a oferecer um campo de ação onde todos se sentem integrados, desafiados e motivados a contribuir. Quando o administrador assume uma postura de aprendizagem e a alimenta , cria sinergia na sua equipe, formando times de aprendizagem, onde se é permitido errar. A preocupação está centrada nos valores que podem ser agregados à empresa e como cada um individualmente em conjunto) pode apoiar os processos ou cadeias de valores da empresa. [...]


[...] seleção busca entre os candidatos recrutados, aqueles mais adequados aos cargos existentes na empresa, visando a manter ou aumentar a eficiência e o desempenho do pessoal, bem como a eficácia da organização? (CHIAVENATO p.221). Os processos seletivos geralmente contam com apresentações, dinâmicas, provas situacionais, teste de aptidão em informática (para todos os cargos administrativos) e entrevistas individuais. Sendo assim, notou-se que os candidatos escolhidos estavam adequados aos cargos para que foram requisitados. Em relação ao processo seletivo, as estagiárias de Recursos Humanos participaram de vários, percebendo a importância do mesmo para a admissão do colaborador na empresa. [...]


[...] Baseado nas teorias estudadas e atividades práticas realizadas na empresa, o estágio em psicologia organizacional possibilitou o enriquecimento das estagiárias, sendo bastante positivo no sentido de levar a confirmação e retificação, em alguns momentos, do conhecimento prático comparado com o conteúdo teórico já visto, permitindo a elas atuarem de maneira mais eficaz. Percebeu-se também, a necessidade da flexibilidade e plasticidade das mesmas em relação a algumas atividades realizadas e pela profissional vista na atuação dentro da empresa. De modo geral, o estágio trouxe conhecimento e motivação para as estagiárias, como profissionais e como pessoas, sendo possível observar um pouco do muito que poderemos [...]

Mais Vendidos psicologia

O Complexo Materno e seus Aspectos Psicológicos

 Psicologia e letras   |  Psicologia   |  Estudo   |  15/01/2012   |  BR   |   .doc   |   7 páginas

Uma reflexão sobre a depressão e as suas principais causas na abordagem cognitiva comportamental

 Psicologia e letras   |  Psicologia   |  Estudo   |  03/11/2008   |  BR   |   .doc   |   17 páginas

Últimos trabalhos psicologia

O Complexo Materno e seus Aspectos Psicológicos

 Psicologia e letras   |  Psicologia   |  Estudo   |  15/01/2012   |  BR   |   .doc   |   7 páginas

A Psicopedagogia e Sua Relação no Modelo Educacional Evidenciando o Papel da Afetividade como...

 Psicologia e letras   |  Psicologia   |  Estudo   |  28/07/2011   |  BR   |   .doc   |   17 páginas