Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Frederick Herzberg

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
direito...
Faculdade
Fumesc

Informações do trabalho

JuliO L.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
9 páginas
Nível
Para todos
Consultado
2 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Quem foi Frederick Herzberg?
  2. Fatores higiênicos ou extrínsecos
  3. Fatores motivacionais ou fatores intrínsecos

Neste trabalho será relatado de forma nítida que as pessoas constituem o elemento básico da empresa. Elas interagem de forma estruturada, fazendo com que esta exista e possa alcançar seus objetivos. O desempenho de cada pessoa está fortemente relacionado com suas aptidões e habilidades. Porém, o bom desempenho requer muito mais do que simplesmente esses fatores. Requer também motivação para trabalhar. O bom desempenho depende do grau de motivação que está o empregado.
Em termos de comportamento, a motivação pode ser conceituada como o esforço e a tenacidade exercidos pela pessoa para fazer ou alcançar algo. A razão pela qual se focaliza tão insistentemente a motivação é que ela é mais facilmente influenciável que as demais características das pessoas como tração de personalidade, aptidões, habilidades etc.
Serão mencionados também nesse trabalho dois fatores de Herzberg, os fatores higiênicos e os fatores motivacionais, ele estabeleceu-os com o intuito de esclarecer melhor o comportamento das pessoas dentro de uma empresa, e também será citado a questão do fator dinheiro, se ele motiva ou não, sabe-se que dentro de um círculo de trabalho o dinheiro é um fator fortíssimo de motivação, as pessoas ficam motivadas em trabalhar pelo fato de terem o dinheiro no fim do mês, mas há outros casos em que o dinheiro não é prioridade.
É de extrema importância procurar motivar os funcionários em qualquer área, nutrindo tanto seus próprios objetivos quanto os das empresas, para que assim os empregados possam ser compatíveis entre si e proporcionem um bom desenvolvimento empresarial, ressaltando que o principal responsável pelo crescimento da empresa é o homem, as suas habilidades, a sua motivação, a sua inteligência, são fatores fundamentais para que o empreendimento esteja cada vez mais preocupado com as aspirações humanas do que tecnológicas

[...] Assim, o nível de produtividade individual depende muito da inter- relação entre esses três fatores determinantes, ressaltando que cada indivíduo possui suas próprias necessidades humanas ou motivos, devido ao fato de que toda pessoa apresenta diferenças, cada um possui suas próprias opiniões e diferenças CONCLUSÃO Conclui-se nesse trabalho primeiramente que a teoria de Herzberg está ligada diretamente às técnicas para a administração comportamental, para ele, os aspectos motivacionais dentro de uma empresa são de muita importância para que se alcance objetivos de forma pessoal ou para a própria empresa, mostra também como prevenir insatisfação e gerar satisfação. [...]


[...] O enriquecimento de tarefas mais pode ser vertical (eliminação de tarefas mais simples acréscimo de tarefas mais complexas) ou horizontal (eliminação de tarefas relacionadas com certas atividades e acréscimo de outras tarefas diferentes, mas no mesmo nível de dificuldade). O enriquecimento de cargos adiciona ou desloca para cima ou para lados, envolvendo atribuições mais elevadas ou laterais e complementares. O enriquecimento de tarefas provoca efeitos desejáveis, como aumento da motivação, aumento da produtividade, redução do absenteísmo (faltas e atrasos ao serviço) e redução da rotatividade do pessoal (demissões de empregados). [...]


[...] Devido a essa influência mais voltada para aa insatisfação, Herzberg lhes dá o nome de fatores insatisfacientes. São higiênicos porque são essencialmente profiláticos e preventivos: eles apenas evitam a insatisfação, mas não provocam a satisfação. Seu efeito é similar a certos remédios higiênicos: evitam a infecção ou combatem a dor de cabeça, mas não conseguem melhorar a saúde. Em termos de comportamento organizacional, alguns estudos da linha comportamentalista propõem que o interesse dos funcionários pelas recompensas externas tem grande poder para determinar um desempenho satisfatório, como por exemplo, bônus salarial, financiamento de entretenimentos, melhorias na estrutura física da empresa, etc . [...]

Estes documentos podem interessar a você

A teoria dos fatores e motivação nas empresas

 Administração e marketing   |  Recursos humanos   |  Estudo   |  12/05/2007   |  BR   |   .doc   |   11 páginas

Pesquisa sobre a motivação no ambiente do trabalho

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo de caso   |  03/01/2010   |  BR   |   .pdf   |   40 páginas

Mais Vendidos psicologia

O Complexo Materno e seus Aspectos Psicológicos

 Psicologia e letras   |  Psicologia   |  Estudo   |  15/01/2012   |  BR   |   .doc   |   7 páginas

Uma reflexão sobre a depressão e as suas principais causas na abordagem cognitiva comportamental

 Psicologia e letras   |  Psicologia   |  Estudo   |  03/11/2008   |  BR   |   .doc   |   17 páginas