Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

O estudo da personalidade e das emoções e suas implicações para os administradores

Informações sobre o autor

RECURSOS HUMANOS - PSICOLOGIA CLÍNICA
Nível
Especializado
Estudo seguido
GRADUAÇÃO...

Informações do trabalho

FERNANDA ANGÉLICA C.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
5 páginas
Nível
Especializado
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. A importância do estudo da personalidade
  3. Conclusão
  4. Bibliografia

Para CHIAVENATO (1998), as empresas de sucesso deste terceiro milênio deverão repensar as maneiras tradicionais de considerar a cultura organizacional e o comportamento humano nas organizações.
A moderna noção de complexidade constata que os processos culturais e os processos das personalidades são idênticos. Não existe personalidade fora da cultura, e não existe cultura que não seja o ordenamento de regras comportamentais. Personalidade e cultura são compostas de regras e valores assumidos pelas pessoas, em suas relações interpessoais, nas estruturas de poder socialmente definidas ao longo do tempo nas organizações.
Esse mesmo autor citado acima enfatiza que esses conceitos são pouco compreendidos ou indevidamente utilizados porque foram mal estudados. Os tradicionais setores de recursos humanos não perceberam ainda as conseqüências nefastas da aplicação de conceitos que têm como base a falsa distinção entre o comportamento humano, e a cultura organizacional. Como exemplo, temos a definição do perfil psicológico ou da personalidade nos critérios de seleção, sem se considerar que os comportamentos futuros das pessoas que estão sendo selecionadas serão influenciados pela dinâmica das relações de poder sancionadas pela tradição da cultura da organização.

[...] Cabe ao profissional traçar as suas metas, objetivos, definir o princípio do seu próprio bem estar e traçar o caminho para ao alcance da excelência na sua própria vida. Coração e razão podem caminhar na estrada da vida, seja no campo do pessoal ou do trabalho, gerando bem estar felicidade, onde sonhos tornam-se realidade. CONCLUSÃO Atualmente, a Psicologia Organizacional aplicada nas empresas concentra áreas teóricas, conceituais, filosóficas e experimentais em constante desenvolvimento que possibilitam infinitas maneiras de compreender o homem, o mundo, e a relação entre eles. [...]


[...] CHIAVENATO (1985) diz que o que realmente diferencia as organizações de sucesso sustentado das demais não é, definitivamente, a qualidade dos recursos que possuem, mais sim a qualidade das pessoas que administram estes recursos. Mais especificamente a qualidade da "organização humana", a maneira como as pessoas se organizam em torno das estratégias, como se relacionam entre si e com o mercado, como aprendem em grupo, como utilizam suas energias e conhecimentos na condução do negócio etc. Uma contribuição importante do RH é propiciar à organização o autoconhecimento. Isto significa conhecer cada colaborador, suas habilidades, seus talentos, seus interesses, suas expectativas e sua forma de interação com o grupo. [...]

Estes documentos podem interessar a você

O estudo da personalidade e das emoções e suas implicações para os administradores

 Psicologia e letras   |  Psicologia   |  Estudo   |  30/01/2007   |  BR   |   .doc   |   6 páginas

Mais Vendidos psicologia

O Complexo Materno e seus Aspectos Psicológicos

 Psicologia e letras   |  Psicologia   |  Estudo   |  15/01/2012   |  BR   |   .doc   |   7 páginas

Uma reflexão sobre a depressão e as suas principais causas na abordagem cognitiva comportamental

 Psicologia e letras   |  Psicologia   |  Estudo   |  03/11/2008   |  BR   |   .doc   |   17 páginas