Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Como Trabalhar com a Sexualidade de um Aluno Especial

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
história
Faculdade
UNONOVE, E...

Informações do trabalho

Adriana C Simãs da C.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
26 páginas
Nível
Para todos
Consultado
2 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Historia da Sexualidade
    1. Descoberta dos Órgãos Genitais
    2. A Sexualidade Infantil
  2. Como Trabalhar a Sexualidade de um Aluno Especial
    1. Puberdade na Adolescência
    2. O Direito de Desfrutar o Sexo
    3. A finalidade da orientação sexual
    4. Os Mitos, Tabus e Contos do Passado
  3. A Sexualidade Dentro da Escola
    1. A Sexualidade do Deficiente Intelectual
    2. Orientação Sexual o Papel do Professor

Esta pesquisa é fruto de inquietações a respeito da educação sexual que as crianças estão recebendo atualmente no seu convívio social e familiar. A sexualidade, já foi um tabu para a sociedade há um tempo, onde não podia ser dividido, muito menos comentado perto de uma criança. Mesmo hoje, ainda há um preconceito e um medo em discutir sobre a mesma, tanto pelos pais quanto pelos professores, pois ambos não foram bem preparados, não sabem dialogar, algo que não foi dialogado quando eram crianças, e também não receberam orientações e cursos adequados que possam encarar esses problemas sem nenhumas restrições. Esta pesquisa busca levantar informações sobre a sexualidade tentando mostrar que o mito virou realidade e que este problema deve ser encarado naturalmente. A escolha deste tema se deu pela curiosidade em saber como pais e professores estão trabalhando a sexualidade infantil e do aluno especial diante deste novo século, pois ainda há ignorância em trabalhar esse tema por ambos, porem este problema esta sendo deixado de lado, esquecido pelos professores, pais, ou responsável por esta criança, com isso esta acarretando uma entrada precoce na vida sexual ativa pelas crianças e uma adolescência imatura para uma vida adulta sem preparo para encarar as responsabilidades que as espera. O trabalho pesquisado tem como objetivo mostrar ao leitor uma análise e reflexões sobre a forma como a sexualidade é abordada e concebida nas crianças com necessidades especiais, a partir das pesquisas feitas tem observado que a criança de qualquer instituição sendo ela uma escola municipal ou APAE, os educadores tem que atentar em ajudar a família a lidar com essa situação, pois a vivencia e o cuidado tem que ser muito mais na escola de Educação Especial. Isto permite observar atitudes frente à situação, a forma da escola tratar e perceber tais situações e seus possíveis desdobramentos. E a orientação da sexualidade na dinâmica familiar. Um dos fatores para sanar tal comportamento foi o esclarecimento aos adolescentes sobre sua própria sexualidade, seus cuidados e os trabalhos desenvolvidos pela instituição a fim de auxiliá-los em sua vida conjugal.

[...] É neste período que se deve trabalhar a primeira relação sexual, entre outros temas. Considero a etapa mais importante para abordar o tema, pois é a partir de uma boa iniciação sexual que tem uma vida sexual adulta e saudável. (CONCEIÇÃO, 2008, p, 21.). Para quem ensina e quem esta aprendendo, o caso da sexualidade acaba sendo um momento indelicado, mas é nesta linha de pensamento que o educador tem que abordar, pois a sexualidade dentro das escolas esta sendo diversão para muitos, pois estes alunos nem sabem o que fazem, mas com prazer imenso para conhecer o que não tiveram orientação para praticá-los. [...]


[...] A orientação sexual deve ser com afeto. (GENTILE, 2006, p.22). Assim podemos observar que este processo acontece também com o aluno especial, neste contexto o autor BASTOS et al DESLANDES ,(2005, P, 3) relata que ?O adolescer das pessoas com deficiência mental é um tema escassamente tratado pela literatura. Entretanto, a grande maioria dos indivíduos com deficiência mental chega à puberdade, com a consequente maturação sexual, como os demais adolescentes sem deficiência. Antes mesmo da criança saber que é um ser humano, ela já sente prazer, distingue que existem diferentes formas de sensações, não sabendo o como e nem o porquê, mas apenas sentindo o prazer. [...]

Mais Vendidos assuntos sociais

Resenha do livro "A cultura do dinheiro" de Fredric Jameson

 Sociedade   |  Assuntos sociais   |  Fichamento   |  17/10/2006   |  BR   |   .doc   |   5 páginas

Últimos trabalhos assuntos sociais

A História da Globalização

 Sociedade   |  Assuntos sociais   |  Estudo   |  03/11/2011   |  BR   |   .doc   |   8 páginas

Comportamento do Consumidor Futuro

 Sociedade   |  Assuntos sociais   |  Estudo   |  25/09/2011   |  BR   |   .doc   |   4 páginas