FacilitaJa
Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

O movimento de reconceituação do serviço social e o processo de renovação crítica da profissão a partir da década de 1980 no Brasil

Assuntos sociais O movimento de reconceituação do serviço social e o processo de renovação crítica da profissão a partir da década de 1980 no Brasil

Informações sobre o autor

ASSISTENTE SOCIAL EM UNIDADE HOSPITALAR ONCOLOGICA
Nível
Especializado
Estudo seguido
ESPECIALIST...

Informações do trabalho

Valéria O.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
pdf
Tipo
estudo
Número de páginas
16 páginas
Nível
Especializado
Consultado
4 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
1 Avaliaçao cliente
4
escrever um comentário
  1. Conservadorismo profissional
  2. Movimento de reconceituação
  3. O processo de renovação crítica do serviço social brasileiro a partir da década de 80

O Serviço Social é uma profissão cujo processo de construção não aconteceu de forma contínua e linear, da sua gênese à sua trajetória sócio-histórico, possuem características complexas, que nem sempre são apreendida e compreendida pela sociedade e até mesmo dentro da própria categoria há apreensões divergentes quanto ao seu processo de transformação e atuação profissional. Neste texto pretendemos apreender como uma profissão que surge no seio da Igreja Católica, que teve sua base teórica os conceitos morais, confessional do Neotomismo, em meio a uma conjuntura sócio-histórica e contexto institucional, tem hoje em sua fundamentação teórica e prática o método dialético de Karl Marx. Para entender todo esse processo de renovação crítica do Serviço Social se faz necessário pontuarmos a denuncia do conservadorismo profissional, iniciada ainda na década de 1960 e desenvolvida nas décadas de 1970 a 1980, sob a influencia do Movimento de Reconceituação do Serviço Social Latino Americano, contextualizando a conjuntura histórica da época no mundo e principalmente na América latina.

[...] Como vimos o Serviço Social no Brasil é caracterizado, pela herança do Movimento de Reconceituação, pois, como bem afirma Netto (2005), é impossível imaginar o Serviço Social crítico, sem atrelá-lo a esta herança, mesmo tendo a convicção de que há uma pluralidade ideológica e teórica, própria da diversidade que é formada a categoria profissional, ainda que sob a égide de um projeto ético-político que faz a crítica ao tradicionalismo. *Graduada em Serviço Social pela Universidade Federal de Alagoas; Especialista em Serviço Social em Oncologia pelo Instituto de Câncer/RJ e Mestranda em Serviço Social pela UFAL REFERÊNCIAS AMMAM, S. [...]


[...] E mesmo com o processo de secularização e ampliação do suporte técnico-científico da profissão, com o desenvolvimento das escolas e faculdades de Serviço Social, sob influência das Ciências Sociais no marco do pensamento conservador, do Serviço Social americano. Com o processo de desenvolvimento econômico no Brasil principalmente o desenvolvimento da indústria automotiva na década de 1950, as mazelas da “questão social”, demandaram aos assistentes sociais uma ação profissional, de abordagem individual, grupal e de comunidade. A abordagem comunitária foi definida Ammam como: Um processo através do qual os esforços do próprio povo se unem aos das autoridades governamentais, com o fim de melhorar as condições econômicas, sociais e culturais das comunidades, integrar essas comunidades na vida nacional e capacitá-la a contribuir plenamente para o progresso do país. [...]


[...] 16) Paradoxalmente a ditadura militar que no Brasil proporcionou o fortalecimento do conservadorismo no interior da profissão, foi também responsável no primeiro momento a uma renovação modernizadora da profissão ainda que sob uma direção fascista imposta por esta conjuntura, possibilitou também a emergência da renovação da categoria profissional, dando inicio ao processo de ruptura profissional, em ressonâncias das tendências que, na Reconceituação, apontavam para uma crítica radical ao tradicionalismo. *Graduada em Serviço Social pela Universidade Federal de Alagoas; Especialista em Serviço Social em Oncologia pelo Instituto de Câncer/RJ e Mestranda em Serviço Social pela UFAL A retomada do conservadorismo pode ser percebida nos documentos de Araxá e Teresópolis3 - estes marcam essa aproximação estrutural-funcionalista - a manutenção de valores tradicionalistas, como os neotomistas, associadas aos procedimentos positivistas, recuperados da influência americana na profissão. [...]

...

Últimos trabalhos assuntos sociais

Como Trabalhar com a Sexualidade de um Aluno Especial

 Sociedade   |  Assuntos sociais   |  Estudo   |  30/12/2012   |  BR   |   .doc   |   26 páginas

A História da Globalização

 Sociedade   |  Assuntos sociais   |  Estudo   |  03/11/2011   |  BR   |   .doc   |   8 páginas