Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Montagem de um programa de musculação para diferentes objetivos: revisão de literatura

Informações sobre o autor

SEM - EDUCADOR - SEM
Nível
Especializado
Estudo seguido
EDUCADOR -...

Informações do trabalho

ANA A.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
12 páginas
Nível
Especializado
Consultado
117 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Montagem de um programa de musculação para diferentes objetivos

A crescente valorização do corpo nas sociedades de consumo pós-industriais, refletida nos meios de comunicação de massa (Televisão, revistas e jornais), que expõem como modelo de corpo ideal um corpo inflado de músculos, fez com que a musculação tenha se tornado um dos exercícios físicos mais praticados no Brasil não só entre os jovens mas também, entre os indivíduos da terceira idade que buscam por uma melhora da qualidade de vida (NAVES, s.d; GIL, 2008). Porém para a para a maioria das pessoas a imagem da musculação ainda não esta associada a uma melhora da qualidade de vida mas está sim associada à idéia de bíceps hipertrofiados, músculos abdominais bem definidos e coxas bem torneadas (IRIART; ANDRADE, 2002, p.1380; NAVES, s.d; GIL, 2008).
Imagem está gerada pelo fisiculturismo e/ou culturismo e/ou halterofilismo modalidades de exercícios físicos muito praticados desde a década de 1970 por ambos os sexos (masculino e feminino) e que a partir da década de 1990 teve a sua prática mais difundida em academias de ginástica e musculação no país (PULCINELLI E GENTIL, 2002,p.109; IRIART; ANDRADE, 2002, p.1380; CYRINO et al., 2002, p.27).
Conforme Naves (s.d) a musculação é um tipo de exercício resistido, com variáveis de carga, amplitude, tempo de contração e velocidade controlada. De modo que pode ser aplicada da forma isométrica (contração mantida), isocinética (com velocidade angular constante) ou isotônica (alternância de contrações concêntricas e excêntricas), contínua ou intervalada, suave ou intensa, com recursos aeróbios ou anaeróbios. Sendo uma modalidade de atividade física bastante variável e altamente versátil que pode ser usada para diferentes objetivos.
Segundo Rolla et al. (2004, p.8) após os anos 70, com surgimento das academias de ginástica, as atividades físicas realizadas nestes ambientes eram procuradas com objetivo principalmente estético, nos últimos anos as atividades físicas em academias vem sendo procuradas não só com o intuito de se obter uma melhor estética corporal, mas também com o intuito de se obter um melhor condicionamento físico e promoção de saúde, além disso a musculação uma das atividades física mais pratica não só no Brasil mas em diversos outros países vem sendo prática atualmente pelos indivíduos em a academias com o intuito competitivo (participação em competição de halterofilismo, fisiculturismo), recreacional e como parte do treinamento físico de atletas (ROLLA et al., 2004, p.8).
Além disso diversos autores como Scheidt (2005); Damilano (2006, p.6) vem colocando que atualmente a musculação também vem sendo praticada não só com intuito de se aumentar a força muscular, mas também com o intuito de ser prevenir doenças crônico-degenerativas como obesidade, hipertensão entre outras e como uma forma do individuo se manter ativo.
Porém quando pensamos em programas de musculação (exercícios resistidos com pesos) os quais são os mais eficientes para modificar favoravelmente a composição corporal, contribuindo significativamente para o aumento da massa muscular, aumento da massa corpórea e redução da gordura corporal conforme Damilano (2006, p.6) e conforme o site do animalbombado (s.d) o profissional de educação física precisa ter mente as relações que poderão interferir diretamente no sucesso do seu programa de musculação como: Quais são os objetivos que o aluno/ cliente (praticante) pretende com o treino de força muscular, quais aparelhos ira usar, devera pensar em quais exercícios multiarticulares e monoarticulares ira utilizar, qual a carga a ser utilizada, qual o ciclo e o numero de repetições ira indicar para o aluno/ cliente (praticante).
Tendo em vista isto o presente trabalho tem por objetivo relatar através de uma breve revisão de literatura O presente trabalho tem por objetivo fazer uma breve revisão de literatura definir o que é a musculação, as suas diferentes abordagens e estilos, demonstrar e verificar os principais benefícios e indicações de programas de musculação em diferentes fases do treinamento físico.

[...] Em programas para iniciantes, não ha necessidade de mais de um exercício por grupo muscular; já para intermediários, podemos- se trabalhar com dois exercícios; e para avançados, sugere-se realizar três exercícios para grupos musculares de maior tamanho e dois a quatro exercícios para os grupos musculares de pequenos, dependendo do intervalo entre os treinos para esse grupo muscular e da conseqüente intensidade de estímulo Tipos e/ou Montagem do Programa de Treinamento Musculação e Seus Objetivos A seguir e relatado algumas propostas de estruturação para a montagem de programas de treinamento musculação e os seus objetivos baseadas em informações colhidas no site do animalbombado. [...]


[...] M. Musculação, uso de esteróides anabolizantes e percepção de risco entre jovens fisiculturistas de um bairro popular de Salvador, Bahia, Brasil. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v.18, n.5, p.1379-1387, set./out HANSEN, R.; VAZ, A. F. ?Sarados? e ?gostosas? entre alguns outros: aspectos da educação de corpos masculinos e femininos em academias de ginástica e musculação. Rev. Movimento, Porto Alegre, v.12, n p. 133-152, jan./abr LESSA, P.; OSHITA, T. A. D.; VALEZZI, M. Quando as mulheres invadem as salas de [...]


[...] et al.; Perfil antropométrico de culturistas brasileiras de elite. Rev. paul. Educ. Fís, São Paulo, v.16, n.1, p. 27-34, jan./jun DAMILANO, L. P. R. Avaliação do consumo alimentar de praticantes de musculação em uma academia de Santa Maria RS 27f . Monografia (Graduação em nutrição) - Centro Universitário Franciscano, Santa Maria GIL, A. Benefícios da musculação e o envolvimento de anabolizantes na atividade física (Citado 21 junho 2008). Disponível http://educacaofisicaenergia.blogspot.com/2008/06/benefcios-da-musculao-e-o- envolvimento.html Acesso em: 18 Agosto 2008. GUEDES, D.P. Treinamento de força. [...]

Últimos trabalhos educação física

Avaliação Física Escolar: Uma Identidade Urgente Para A Prática Da Educação Física

 Sociedade   |  Educação física   |  Artigo   |  08/12/2010   |  BR   |   .doc   |   4 páginas

Futsal como tema na educação física escolar

 Sociedade   |  Educação física   |  Estudo   |  27/02/2010   |  BR   |   .doc   |   11 páginas