Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

A prática da avaliação escolar

Informações sobre o autor

autônoma
Nível
Especializado
Estudo seguido
Letras

Informações do trabalho

Montserrat C.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo de caso
Número de páginas
21 páginas
Nível
Especializado
Consultado
4 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. A legislação e a avaliação
    1. É possível articular prática e teoria?
    2. A importância da avaliação formativa para o aluno
    3. A importância da observação
    4. O erro e a avaliação da aprendizagem escolar
  2. A prática de avaliação educacional
    1. Algumas sugestões
  3. Observação em escolas
    1. Pesquisa de campo
    2. Instrumentos
    3. Análise dos resultados pesquisa
    4. Resultado da análise
  4. Considerações finais

A temática ?A prática da avaliação escolar? tem ocupado bastante espaço. A escolha do tema deveu-se justamente pela ênfase dada a esta questão ultimamente. Apresentou-se como questão: É possível articular prática e teoria da avaliação? O objetivo deste estudo foi buscar e analisar as práticas de avaliação em uso para poder traçar um esboço da avaliação considerada ideal, fazendo uma análise comparativa, empregando o método qualitativo fundamentado em entrevistas com os professores do Ensino Fundamental. De acordo com esta pesquisa de campo observou-se que A pesquisa de campo realizada para esse trabalho, mostrou que com as novas propostas que tem sido implantadas na educação nos últimos anos, os professores têm ficado um pouco perdidos, pois num momento tem que se proceder de uma forma, em outro muda tudo. E, a partir daí percebe-se que a avaliação junto aos alunos é uma grande incógnita. Concluiu-se que, a avaliação do ensino não pode nem deve ser concebido à margem da avaliação da aprendizagem para não se transformar num ensino formal. É preciso perceber que tem-se que mudar a postura, não adianta só mudar a forma. Tem-se que mudar a concepção e a prática. Não adianta mudar a concepção sem mudar a prática e vice-versa. Não adianta ter uma prática nova com uma concepção antiga, porque deturpa a prática. A disposição para acolher é o ponto de partida para qualquer prática de avaliação.

[...] No Brasil, o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (SAEB) foi criado em meados da década de 1980 e tem como respaldo legal a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, que define como responsabilidade da União a avaliação do rendimento escolar em nível nacional. Segundo FRANCO & BONAMINO (2001, p. o objetivo declarado do SAEB (Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica) "é gerir e organizar informações sobre a qualidade, a eqüidade e a eficiência da educação nacional". [...]


[...] As observações classificam-se em: Observações informais ou ocasionais Observações formais ou sistematizadas Com relação a testagem, os testes podem ser agrupados segundo sua finalidade: Testes de aptidões especiais Testes de personalidade e interesse Testes de aproveitamento O erro e a avaliação da aprendizagem escolar Sem dúvida, além de buscar uma nova direção para as finalidades da avaliação da aprendizagem, é fundamental ampliar a discussão, construindo uma proposta de avaliação da escola e de todos os integrantes. No sistema educacional, hoje, só o aluno é avaliado. [...]


[...] A escolaridade do aluno é vista num sentido de crescimento, pelo regime de avanços progressivos; o aproveitamento escolar independe da escolaridade, ou seja, do número de anos que a criança freqüenta a escola. A adoção do sistema de avanços progressivos, possibilidade dada pela legislação, no qual o aluno caminha de acordo com a sua capacidade, resulta na extinção da seriação em decorrência, da função classificatória da avaliação. Vale mencionar que no referido parecer são indicadas várias condições a serem observadas para que tal sistema seja implantado com êxito: agrupamento de alunos; segundo o critério conjugado de idade cronológica e nível de progresso (aproveitamento escolar); avaliação contínua dos alunos pelo professor e aplicação de diferentes meios de verificação de aprendizagem; existência de programas diferenciados de acordo com os grupos de alunos programas graduados que promovam a diversificação do ensino; capacidade de adaptação da escola ao nível de desenvolvimento de seus alunos. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Avaliação educacional

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  19/12/2006   |  BR   |   .doc   |   48 páginas

A avaliação como instrumento de partcipação democrática da vida social

 Sociedade   |  Sociologia   |  Estudo   |  05/01/2007   |  BR   |   .doc   |   74 páginas

Mais Vendidos educação

A ética da educação

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  14/03/2007   |  BR   |   .doc   |   5 páginas

Cronologia educação no mundo no Brasil de 1500 a 2007

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  27/03/2008   |  BR   |   .pdf   |   96 páginas