Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

A participação do aluno, professor, comunidade na construção da aprendizagem

Informações sobre o autor

Consultoria - Consultoria - Gerência de Recursos Humanos
Nível
Especializado
Estudo seguido
Mestrado...

Informações do trabalho

Marta O.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
39 páginas
Nível
Especializado
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Pesquisa social
    1. Resultado da pesquisa
    2. Algumas considerações
  3. Pesquisa bibliográfica
    1. O ser humano em constante desenvolvimento: a maturação
    2. O desenvolvimento físico, motor, emocional, social e cognitivo
    3. A criança e o brinquedo
    4. Desenvolvimento na linguagem oral na criança
    5. Estudo comparativo do desenvolvimento afetivo, intelectual, moral e social em piaget, vygotsky e wallon

Criar uma criança é um trabalho difícil, física e emocionalmente, requer paciência, habilidade e, às vezes, uma forte dose de determinação! Educá-la é torná-la autônoma, é ?fornecer-lhe as regras, as referências, as interdições principais que lhe garantirão a segurança existencial?. (Françoise Dolto)
O mundo é apresentado à criança, basicamente, através dos pais que, de forma gradativa, vão criando possibilidades para que sua rede de relações se amplie para a família, a escola e outros núcleos sociais.
Um dos objetivos deste estudo é auxiliar os pais, avós e amigos da família na compreensão do desenvolvimento infantil. Este estudo procura caracterizar a criança seus problemas e as ansiedades. Tentamos apresentar como a criança de 0 á 6 anos vê o mundo e o que os educadores podem fazer para tornar essa descoberta a mais estimulante possível.
Pretende-se delinear as principais dificuldades na tarefa de educar, tais como, a importância natural da relação entre mãe e filho, a amamentação, os primeiros passos, o desmame, a educação, a sexualidade, o papel do brincar, enfim, todas as questões ligadas a cada fase que todo ser humano percorre durante seu crescimento.
O presente projeto é resultado de uma pesquisa realizada na Escola de S.JOSÉ -Ensino Fundamental, município de S.JOSÉ.
O assunto diz respeito a criança, seu processo de desenvolvimento, aprendizagem, participação do aluno, professor, comunidade na construção da aprendizagem.
Os objetivos do presente trabalho são: estudar a história social da criança e estudar a criança enquanto ser em formação. Para tanto, fez-se o estudo em duas etapas sendo: 1) observação de como se dá o processo ensino-aprendizagem, 2) pesquisa bibliográfica sobre a criança enquanto ser em formação, abordando o ser humano em constante desenvolvimento, o desenvolvimento físico e motor, emocional, social e cognitivo, a criança e o brinquedo, desenvolvimento da linguagem oral na criança e estudos comparativos entre alguns autores. Sem a pretensão de esgotar o assunto, espera-se que o mesmo possa ser ponto de continuidade para muitos.

[...] As respostas cristalizam o saber passado e fazem a criança se esquecer que seu destino é o futuro que se abre como um vazio, um não-saber que somente pode ser explorado com as asas do pensamento, ao contrário as perguntas abrem fronteiras Brincando e Aprendendo WINNICOTT(1975) escreve que é fundamental que terapeuta e cliente brinquem juntos e que o terapeuta não fique apenas na postura de leitor da ação do brincar, mas que se envolva nela. Afirma ainda que, muitas das crianças com dificuldades para aprender não tiveram em sua tenra idade outras crianças ou adultos que brincassem com elas. [...]


[...] Os carros estão nas ruas por onde a criança passa e os revólveres e as metralhadoras são a fonte do poder, segundo a mensagem passada pelas dezenas de filmes que a criança assiste todos os dias na televisão. Certos brinquedos precisam ser apresentados à criança para que possa imaginar o que pode fazer com eles. Existem diversos motivos que tornam um brinquedo atraente para uma criança . O brinquedo deve ser adequado à criança, considerada como indivíduo e diferenciado: deve atender à etapa de desenvolvimento em que a criança se encontra e às suas necessidades emocionais, socioculturais, físicas ou intelectuais. [...]


[...] Pode-se caracterizar a criança do público pesquisado em Lerroville, como uma criança normal, mas em estágio atrasado de desenvolvimento, muitos com problemas de raquitismos e outros problemas físicos por alimentação errôneas ou insuficientes; culturalmente sabem aquilo que os programas usuais da TV oferecem, não tem acesso ao mundo de avanço tecnológico, são crianças que em sua maioria são oriundas de lares onde o poder aquisitivo mal dá para o básico, onde a tecnologia só é vista na ?casa da patroa?, onde saúde e educação só mesmo a gratuita e quando prá ir à escola, pois as vezes as famílias tem que mudar para o interior de Minas Gerais, Mato Grosso ou outros lugares onde está tendo procura de mão-de-obra para colheitas. [...]

Mais Vendidos educação

A ética da educação

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  14/03/2007   |  BR   |   .doc   |   5 páginas

Cronologia educação no mundo no Brasil de 1500 a 2007

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  27/03/2008   |  BR   |   .pdf   |   96 páginas

Últimos trabalhos educação

Literatura Infantil em Sala de Aula

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  03/07/2013   |  BR   |   .doc   |   10 páginas

Literatura Infantil

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  18/06/2013   |  BR   |   .doc   |   9 páginas