Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Alfabetização no processo construtivista

Informações sobre o autor

autônoma
Nível
Especializado
Estudo seguido
Letras

Informações do trabalho

Montserrat C.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
18 páginas
Nível
Especializado
Consultado
5 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Conceituação de alfabetização no Brasil
    1. A natureza do processo de alfabetização
  2. Como os professores trabalham a alfabetização na linha construtivista
    1. Os professores construtivistas
  3. Pesquisa de campo
    1. Descrição da coleta de dados
    2. Analise da coleta de dados
    3. Resultados
  4. Conclusão

O tema desse trabalho: ?Alfabetização no processo Construtivista? veio em busca de respostas, através de análises das teorias de grandes mestres no tema. O problema da alfabetização que tanto atormenta os professores assume importante papel, já que a interação entre eles é fator de suma importância para o desenvolvimento do processo. Como problema apresentou-se: A alfabetização construtivista é uma nova proposta que já vem sendo veiculada no Brasil já algum tempo. Podemos afirmar que sua introdução na educação brasileira corresponde ao esperado pelos professores? A metodologia a ser utilizada para essa pesquisa foi através de referências bibliográficas de grande educadores que tem contribuído para educação no mundo e no Brasil. Entre eles está: Emília Ferreiro, Jean Piaget, Paulo Freire entre outros grandes nomes da educação. Além, é claro, de observação em uma classe de uma escola estadual, a fim de analisarmos teoria e prática ao mesmo tempo.

[...] 5.: O processo de aquisição da linguagem é gradativo e progressivo, sem aquela preocupação que o aluno tem que dominar tudo no final da 1ª série. Trabalhar com a linguagem deve superar o domínio mecânico do gráfico, deve Ter uma concepção coerente com um processo de alfabetização mais amplo, voltado para o que a criança convive diariamente (jornais, revistas etc) 2. Que tipos de saberes você lança mão na sua ação pedagógica alfabetizadora? Prof.1.: Para alfabetizar é necessário compreender, que a alfabetização é um processo contínuo e que requer criatividade e criticidade por parte do educador. [...]


[...] Emilia Ferreiro percebe que de fato, as crianças reinventam a escrita, no sentido de que inicialmente precisam compreender seu processo de construção e suas normas de produção. Muito antes de iniciar o processo formal de aprendizagem da leitura/escrita, as crianças constroem hipóteses sobre este objeto de conhecimento. Segundo FERREIRO & TEBEROSKY (1986), a grande maioria das crianças, na faixa dos seis anos, faz corretamente a distinção entre texto e desenho, sabendo que o que se pode ler é aquilo que contém letras, embora algumas ainda persistam na hipótese de que tanto se pode ler as letras quanto os desenhos. [...]


[...] Essa pesquisa contou também com uma Pesquisa de Campo, no qual , foi perguntado há alguns professores do Ensino Fundamental, como estava sendo trabalhado a alfabetização construtivista com as crianças. No contexto geral das respostas, os professores se mostram inseguros e desacreditados em novas propostas para alfabetizar os alunos, essa pesquisa comprova, a fala de alguns educadores, que já algum tempo alertam, que os professores que estão lecionando a mais tempo, não estão atualizados e nem preparados para nova clientela que chegam até eles. [...]

Estes documentos podem interessar a você

A importância da escrita espontânea no processo de alfabetização

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  08/07/2007   |  BR   |   .doc   |   13 páginas

Mais Vendidos educação

A ética da educação

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  14/03/2007   |  BR   |   .doc   |   5 páginas

Cronologia educação no mundo no Brasil de 1500 a 2007

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  27/03/2008   |  BR   |   .pdf   |   96 páginas