Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

As metáforas utilizadas nas reportagens referentes à educação

Informações sobre o autor

autônoma
Nível
Especializado
Estudo seguido
Letras

Informações do trabalho

Montserrat C.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
18 páginas
Nível
Especializado
Consultado
66 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. O papel da escola no mundo de hoje
  3. Considerações finais
  4. Listagem
  5. Conclusão da análise dos artigos da revista veja
  6. Referências bibliográficas

A escola, como sabemos, tem a função de criar condições para que todos os alunos desenvolvam suas capacidades e aprendam os conteúdos necessários para construir instrumentos de compreensão da realidade e de participação em relações sociais, políticas e culturais diversificadas e cada vez mais amplas.
Todas as formas de organização adotadas pelo processo docente educativo na escola, requerem a comunicação, tanto na forma direta, entre sujeitos, como indireta, através dos produtos do trabalho humano como textos.
Nós nos compreendemos mutuamente e compartilhamos metáforas e imagens comuns, pois possuímos características físicas similares e convivemos com fatos comuns. Assim também é com a educação.
Através de reportagens da Revista Veja, e, usando em muitas delas metáforas como recurso lingüistico, podemos construir um diagnóstico da situação real da escola, do desempenho dos professores e alunos e, conseqüentemente, tirar conclusões a respeito do que está sendo, hoje, a função da escola.
Usando as metáforas, os autores deixam o texto muito rico em reflexões. Logicamente, esses autores, ao fazerem uso delas, possuem uma sólida formação nas ciências do comportamento, como filosofia, psicologia, antropologia, comunicação, ou similares, com uma ampla visão de cultura geral e forte bagagem didática.
As reportagens trazem os problemas que existem hoje na relação professores/alunos, a falta de respeito para com eles, a falta de interesse do próprio professor, as diferenças entre escola particular e escola pública e propõe uma reflexão sobre o comportamento expresso, para gerar uma revisão, em nível mais profundo, da percepção que temos da realidade, expandindo-a, modificando-a e, conseqüentemente, transformando o comportamento, gerando uma nova realidade.

[...] Através de recursos de linguagem, como as metáforas, a maioria das reportagens desta revista, focaliza bem, como hoje em dia, os alunos, os professores e a escola, está sendo vista pela sociedade. Através das comparações tornam as informações mais palpáveis e concretas e nos permite verificar o comportamento dos alunos e educadores. As metáforas podem adotar várias formas, dependendo do efeito que se deseja, do conteúdo que se quer veicular, do tempo disponível, do interlocutor ou de grupo de ouvintes. [...]


[...] CONSIDERAÇÕES FINAIS Após o diagnóstico da realidade da escola, através das reportagens da revista Veja, podemos pensar várias formas de a escola se organizar para potencializar o alcance das metas estabelecidas. Desde que esta ofereça estruturas para tal desenvolvimento. A análise crítica dos autores, das situações de aprendizado, bem como as discussões sobre como superar as dificuldades, traz o envolvimento dos pais e da comunidade, como uma solução de parte dos problemas que encontramos dentro das escolas. Cada escola, com seus problemas concretos e a participação direta de sua equipe escolar e comunidade é vista pelos autores como um caminho para reabilitar as devidas funções das instituições. [...]


[...] A professora Heloísa Collins, da Faculdade de Letras da pontifícia Universidade Católica de São Paulo diz que ?não existem milagres no ensino de idiomas? e que, quanto mais tentadora for a oferta, maiores são as frustrações. Araken Guedes Barbosa, professor de inglês da Universidade Federal de Pernambuco observa que muitos cursos querem ensinar idiomas com fórmulas. Neide Maria González, professora de espanhol da Universidade de São Paulo diz que muitas escolas usam a nacionalidade do professor como sinônimo de qualidade de ensino e que isso pode ajudar mas, o importante mesmo é a formação pedagógica. [...]

Mais Vendidos educação

A ética da educação

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  14/03/2007   |  BR   |   .doc   |   5 páginas

Cronologia educação no mundo no Brasil de 1500 a 2007

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  27/03/2008   |  BR   |   .pdf   |   96 páginas

Últimos trabalhos educação

Literatura Infantil em Sala de Aula

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  03/07/2013   |  BR   |   .doc   |   10 páginas

Literatura Infantil

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  18/06/2013   |  BR   |   .doc   |   9 páginas