Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

A importância da relação afetiva entre professor e aluno

Informações sobre o autor

PROFESSOR ENSINO FUNDAMENTAL - PROFESSOR ENSINO MÉDIO
Nível
Especializado
Estudo seguido
FILOSOFIA

Informações do trabalho

REGINALDO F.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
15 páginas
Nível
Especializado
Consultado
2 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário

A história humana sempre foi conflituosa, mas há elementos novos que acentuam o perigo e, especialmente, o extraordinário potencial de autodestruição criado pela humanidade no decorrer do século XX (Delors, 2001:96).
Segundo Delors, um dos maiores desafios da educação é aprender a viver juntos, convivendo com o diferente de nós.
Zabala (2002), salienta a importância de educar com ênfase na interdisciplinaridade, no sentido de enfocar o conhecimento em sua totalidade, fazendo com que os sujeitos saibam relacionar-se e viver positivamente, com as pessoas cooperando, compreendendo e aceitando as diferenças. Educar para que as pessoas conheçam a si e aos outros em uma compreensão melhor do mundo, que aceitem as diferenças em busca de uma convivência melhor, proporcionando meios para que os alunos reflitam, critiquem e transformem a realidade em que vivem em uma sociedade melhor, mas justa e humana.
Sabe-se que o ser humano é social por natureza. O ato de relacionar-se inicia no nascimento, quando todos passam a fazer parte da sociedade família. No decorrer do desenvolvimento da vida, as pessoas vivenciam diversas situações de convivência, pertencendo aos mais diversificados grupos sociais.
As relações humanas, diversas e complexas, são o alicerce da formação integral da pessoa, portanto os vínculos afetivos desempenham um papel essencial no desenvolvimento de um indivíduo capaz de viver em um mundo em constante transformação e atuar nele.
Nesse sentido, os profissionais da educação devem dar maior importância ao fator afetividade nas relações entre professor e aluno, pois relações afetivas positivas são a base essencial na construção do conhecimento significativo.
As escolas deveriam entender mais de seres humanos e de amor do que de conteúdos e técnicas educativas. Por isso, a educação deve ser pensada não através de suas diversas disciplinas mas, principalmente, como meio de promover a própria vida (Saltini, 1999).
Infelizmente, o currículo atual da maioria das escolas prioriza o desenvolvimento cognitivo, excluindo a emoção humana e o afeto do processo de aprendizagem.
Para que tenhamos uma educação mais humanista se faz necessário que o educador abandone as velhas concepções de ensino e busque uma nova visão que possa construir uma sociedade mais justa, democrática e solidária.
É necessário que o professor invista na formação de vínculos afetivos, acreditando na pessoa e compreendendo seus limites individuais. O educador precisa recuperar a afetividade na escola, não somente o afeto que consola, mas também o afeto que impulsiona, pois aponta caminhos e reconstrói a esperança num mundo melhor.
Esperamos que nossa pesquisa tenha reforçado a necessidade dos professores incluírem a dimensão afetiva em sua prática pedagógica, refletindo sobre a mesma e preocupando-se com um futuro mais "humano" para a sociedade.

[...] A Importância da Relação Afetiva entre Professor e Aluno na Construção do Conhecimento: um Desafio para o Séc XXI 1 Introdução O presente trabalho origina-se pelo interesse em aprofundar os estudos sobre as contribuições da relação afetiva positiva entre professor e aluno na construção do conhecimento. Sabemos que o ser humano é social por natureza. O ato de relacionar-se inicia ao nascermos, quando passamos a fazer parte da sociedade família. No decorrer do desenvolvimento de nossas vidas, vivenciamos diversas situações de convivência. [...]


[...] De maneira geral, pode-se dizer que até a segunda infância, a vida criança é inteiramente afetiva, e que no fim deste período, as principais formas de afetividade do futuro adulto já estão estabelecidas Objetivos 3.1 - Objetivo Geral Investigar o quanto a relação afetiva entre professor e aluno, razão e emoção influencia no desenvolvimento cognitivo das crianças, podendo servir como material desencadeador para uma ressignificação das relações entre educador e educando na sala de aula Problemas da pesquisa Qual a importância da relação afetiva entre professor e aluno na construção do conhecimento de forma integral, atendendo as necessidades afetivas do indivíduo como um ser histórico-emocional-cultural? [...]


[...] Estes sentimentos estão presentes o tempo todo na escola, pois o relacionamento entre professor e aluno deve ser de amizade, cooperação e respeito mútuo, para que haja a construção do conhecimento de forma prazerosa e significativa. Segundo Rangel (1992), respeito que a criança tem pelo adulto é unilateral, dando origem a dois sentimentos distintos: afeto e o medo; mas simultaneamente percebidos pela criança quando envolvida em situações resultantes das usas desobediências". O aluno não irá desobedecer ao professor a quem tem fortes vínculos afetivos e sentimento de estima, pois sentirá medo de perder a sua amizade. [...]

Estes documentos podem interessar a você

A importância da alfabetização

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  28/03/2007   |  BR   |   .doc   |   8 páginas

Educação física escolar e mídia: contribuições e problematizações na formação do receptor-sujeito

 Sociedade   |  Educação física   |  Estudo   |  03/09/2007   |  BR   |   .docx   |   7 páginas

Mais Vendidos educação

A ética da educação

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  14/03/2007   |  BR   |   .doc   |   5 páginas

Cronologia educação no mundo no Brasil de 1500 a 2007

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  27/03/2008   |  BR   |   .pdf   |   96 páginas