Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

A supervisão educacional como componente essencial à qualidade e à transformação

Informações sobre o autor

 
Nível
Avançado
Estudo seguido
administração
Faculdade
Faculdade...

Informações do trabalho

Vanessa C.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
20 páginas
Nível
avançado
Consultado
7 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. O processo de ensino aprendizagem
  2. A supervisão educacional na educação brasileira
  3. O supervisor educacional
  4. Avaliação de um programa de supervisão

O presente trabalho se propõe a pesquisar sobre o tema ?Supervisão Educacional?.
A delimitação do tema é investigar o Supervisor Educacional no processo ensino-aprendizagem.
Nesse sentido questiona-se: como o Supervisor Educacional deve trabalhar o desenvolvimento da aprendizagem junto aos profissionais de educação?
A presente pesquisa tem por objetivo: refletir sobre a importância do papel do Supervisor junto ao professor e a aprendizagem escolar; e compreender a integração do Supervisor para o desenvolvimento do processo ensino-aprendizagem.
?A figura do Supervisor desponta como elemento de intermediação associada à idéia de mudança? (FERREIRA, 1999, p.169).
A Supervisão está voltada muito mais para a ação crítica-reflexiva do que simplesmente para a vistoria de um trabalho rotineiro. Assim, acredita-se que este tema é de suma importância, pois deve-se criar vínculo entre professor e supervisor facilitando o desempenho do trabalho educacional, e não criar situações constrangedoras ou de descaso, movidos por receio ou falta de ética.
O professor-educador deve buscar na supervisão o auxílio, o apoio, a sugestão, o acompanhamento para que a comunicação estabeleça um vínculo em comum de maneira clara e explícita, ele não deve achar vergonhoso ou de incompetência a atitude de recorrer ou de trocar informações.
A falta de informação e o despreparo teórico pode levar tanto o Supervisor como o professor à queda de qualidade no ambiente escolar. Também esta constatação levou à reflexão e incentivou a pesquisa sobre o tema em questão.
Por fim, as razões que levaram à execução deste trabalho contribuíram para que, com sua realização, fosse desenvolvido o conceito de que onde há trabalho supervisionado de maneira coletiva que envolva profissionais orientados e desejosos por alcançar objetivos comuns, o compromisso de qualidade e transformação se faz presente diariamente.
Acredita-se que o Supervisor Educacional ao trabalhar suas relações juntamente com o professor, está contribuindo no processo de ensino-aprendizagem.
Para o desenvolvimento desta pesquisa, optou-se pela pesquisa bibliográfica.
A pesquisa bibliográfica procura explicar um problema a partir de referências teóricas publicadas, buscando conhecer e analisar as contribuições culturais ou científicas do passado existentes sobre um determinado assunto, tema ou problema.
O presente estudo será dividido em 5 etapas, a saber: (a) levantamento do referencial teórico; (b) seleção do referencial teórico apropriado a presente investigação; (c) leitura crítico-analítica do referencial selecionado; (d) organização dos dados levantados e (e) elaboração do relatório final.


[...] Acreditamos que o supervisor escolar pode se tornar um agente de mudanças na escola, onde mais do que técnico, ele pode ser um profissional que se compromete e se insere junto aos professores, em busca de uma melhoria de ensino, principalmente se estimular o trabalho em equipe A SUPERVISÃO EDUCACIONAL NA EDUCAÇÃO BRASILEIRA A experiência brasileira de Supervisão Escolar teve, básica e formalmente, a partir do Parecer 252/69, um grande desenvolvimento qualitativo, assim como as demais ?habilitações técnicas? em administração escolar e orientação educacional. [...]


[...] A mudança do como fazer implica uma revisão nas relações sociais dentro da unidade escolar, particularmente na definição dos níveis e processos de decisão (p.15). Portanto, a função supervisora é inovadora estimulando e encorajando o desenvolvimento de um melhor ensino e o aperfeiçoamento da ação educativa, transformando a realidade. No momento atual, apesar dos textos legais, a função está sendo exercida nos limites do paradigma (modelo) com muita resistência (na prática) para realização de mudanças. Estas mudanças norteiam-se por indagações: Que fazer? [...]


[...] A complexidade do desempenho do Supervisor no contexto do Sistema Educacional, no Brasil, se faz sentir quando, a partir da análise desse posicionamento, constata-se a reciprocidade, com diferentes tipos de professores: professor leigo; professor qualificado, cristaliza-se; professor recém-formado e ainda inseguro para atuar; ou mesmo, como constata Miceli, (1988, p.107): [ . ] professores idealista e conscientes; professores de passagem (mão-de-obra qualificada de pós-graduados); professores de licença ou de final de carreira; professores manietados (não trocam de profissão por absoluta impossibilidade ou incompetência); maus profissionais (de várias áreas que não conseguindo melhor ocupação, dedicam-se ao magistério); professores que não vivem disso e até se orgulham em apregoar essa condição à frente de alunos e demais colegas. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Áreas de atuação do orientador educacional diante das perspectivas atuais da escolas

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  31/10/2008   |  BR   |   .doc   |   9 páginas

Mais Vendidos educação

A ética da educação

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  14/03/2007   |  BR   |   .doc   |   5 páginas

Cronologia educação no mundo no Brasil de 1500 a 2007

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  27/03/2008   |  BR   |   .pdf   |   96 páginas