Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Família: uma parceria ou obstáculo para aprendizagem?

Informações sobre o autor

 
Nível
Avançado
Estudo seguido
educação
Faculdade
Pontificia...

Informações do trabalho

Denise G.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
4 páginas
Nível
avançado
Consultado
431 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Família: uma parceria ou obstáculo para aprendizagem?

Quem não conhece este filme: Um homem e uma mulher se conhecem e começam a sair juntos. Algum tempo depois, seus amigos e familiares perguntam ?vocês estão namorando??. Passados dois ou três anos, ?quando vai ser o casório??. Após o casamento (e muitas vezes durante a própria festa de casamento), ?quando vocês vão encomendar o meu netinho/ sobrinho/ primo??. Depois do nascimento do primeiro filho, ?agora está faltando um irmãozinho!?.
É praticamente impossível escapar das expectativas dos outros. Qualquer um pode ser alvo das expectativas de outra pessoa. Basta que se conheçam. Nem é necessário que seja pessoalmente. Podemos formar uma imagem em nossa mente de alguém que não conhecemos, através do que nos é dito sobre ele. Essa imagem se torna tão real para nós quanto a própria pessoa. A tendência então é a de procurar situações ou ações que legitimem essas nossas expectativas. Surgem as frases: ?Isso é típico dele!?, ?Sabia que você ia dizer isso!?, ?Aposto que ela não vai!?, etc.

[...] Em geral, existe uma grande esperança de que os filhos sejam tudo aquilo que os pais não puderam ou não conseguiram. No exemplo apresentado por Constance, não sabemos se as expectativas dos pais determinaram a maneira como a criança foi educada (com menos rigor, em comparação ao primeiro filho) ou se é um caso de não legitimação tentando ser legitimado pela própria criança: ela teria percebido a expectativa dos pais e procurado agir de acordo. Quando os esforços da criança são no sentido de deixar de cumprir as expectativas ( ou seja, negar a família para ser somente ela própria) essa não legitimação fica ainda mais evidente. [...]


[...] Porém, Amanda recusava-se a ocupar esse lugar de 'coitadinha', 'doentinha' e frágil que a família reservou para ela: sempre foi uma criança ousada, atirada e ao ingressar na escola, mostrou-se muito agressiva e teve grandes dificuldades de adaptação." Esses esforços da criança (para assumir ou negar o papel esperado) podem ocupar um tempo precioso, que deveria estar sendo utilizado para a aprendizagem de novos conhecimentos, comprometendo assim todo o seu desenvolvimento. aprender deixa de ser um desejo seu e passa a ser um ato para satisfazer o outro? 2. [...]

Mais Vendidos educação

A ética da educação

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  14/03/2007   |  BR   |   .doc   |   5 páginas

Cronologia educação no mundo no Brasil de 1500 a 2007

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  27/03/2008   |  BR   |   .pdf   |   96 páginas

Últimos trabalhos educação

Literatura Infantil em Sala de Aula

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  03/07/2013   |  BR   |   .doc   |   10 páginas

Literatura Infantil

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  18/06/2013   |  BR   |   .doc   |   9 páginas