Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Histórias em quadrinhos na sala de aula

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
direito...
Faculdade
UNITRI

Informações do trabalho

FRANCISCO CARLOS S.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
21 páginas
Nível
Para todos
Consultado
4 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. A crise do software
  2. A natureza do software
  3. Metáforas e o desenvolvimento de software
  4. Extreme programming
  5. Estudo de caso

Ao buscarmos um tema, em Língua Portuguesa, para o nosso Trabalho de Conclusão de Curso, focamos nosso interesse nas várias linguagens que permitem as crianças inserirem-se no mundo letrado. E, dentre inúmeras opções de instrumentos de leitura, decidimos trabalhar com as histórias em quadrinhos (HQ). Afinal, nessa era de comunicação e informação, a sociedade não mais permite leituras que objetivem uma única interpretação, estável e universal, nem mesmo leitores apenas de livros. Pelo contrário, hoje é cada vez mais necessário que o sujeito seja capaz de compreender as variadas linguagens e os múltiplos códigos que o envolvem como, por exemplo, pintura, cinema, teatro, propaganda, histórias em quadrinhos.
Os Parâmetros Curriculares Nacionais - PCN (Brasil 2000) apontam, como um dos objetivos do ensino fundamental para a Língua Portuguesa, que os alunos sejam capazes de utilizar as diferentes linguagens ? verbal, matemática, gráfica, plástica e corporal ? como meio para produzir, expressar e comunicar suas idéias, atendendo a diferentes intenções e situações de comunicação. Para isso, defendem os PCN que é preciso a escola viabilizar o acesso do aluno ao universo dos textos que circulam socialmente, ensinar a produzi-los e a interpretá-los. Nesse sentido, acreditamos que a multimodalidade existente nos quadrinhos facilite e estimule os educandos à prática da leitura, uma vez que o contato com esse gênero textual, leve e agradável, possibilita uma intimidade com o ato de ler.
Entre todas as linguagens que fazem parte do mundo contemporâneo, há uma que realiza a integração entre a linguagem escrita e a linguagem visual: a das histórias em quadrinhos. Estas vêm se consolidando como um importante instrumento de difusão cultural e de formação educacional para pessoas de diferentes faixas etárias. É por meio dos quadrinhos que a maioria das crianças e dos adolescentes entra em contato com as linguagens plásticas desenhadas e com narrativas, iniciando seu contato com linguagem cinematográfica e a literatura, e adquirindo, assim, o gosto pela leitura. Segundo Higuchi (1997, p.53), ?no caso das HQ, a criança poderá ter seu prazer ampliado, desenvolvendo sua capacidade de leitura?.

[...] Produção textual Quanto às atividades de produção textual, estas foram realizadas, durante as aulas, em dois momentos: produção de uma história em quadrinhos e transposição de uma história em quadrinho para um texto em prosa Na primeira atividade a professora solicita que os alunos elaborem uma HQ, reproduzindo a história lida anteriormente (também HQ) da Emília (Anexo 4). Para essa atividade a professora utilizou folhas de ofício (dobradas em formato de revista), lápis de cor e giz de cera. Os materiais foram entregues aos alunos. [...]


[...] No Brasil, a primeira publicação de quadrinhos de que se tem notícia foi o Tico-Tico, surgido em 1905. Era uma revista destinada às crianças e seu personagem principal chamava-se Chiquinho. A atual forma das histórias em quadrinhos, que tiveram origem nos jornais americanos do século XIX, passou a ter um personagem constante, a seqüência narrativa das imagens e o balão com o texto de diálogo. Foi no século XX que os jornais se consolidaram como o veículo ideal para a expansão do alcance das HQ e da sua diversificação. [...]


[...] A análise das atividades desenvolvidas em sala de aula com o gênero HQ foi realizada a partir do levantamento dos elementos que envolvem a prática pedagógica no que diz respeito ao ensino da leitura tais como: a relação dos materiais, de que forma a linguagem dos quadrinhos foi explorada, quais os conteúdos de Língua Portuguesa trabalhados, quais os objetivos didático-pedagógico que norteiam a prática do educador e quais os processos avaliativos adotados. Tais informações foram obtidas por meio de observações de aulas de Língua Portuguesa, nas quais foi utilizado como recurso pedagógico o gênero HQ e para suplementação dos dados, utilizamos as produções realizadas pelos alunos durante as aulas, afinal para além dos dados acumulados, o processo de campo nos leva à reformulação dos caminhos da pesquisa, através das descobertas de novas pistas. [...]

Mais Vendidos educação

A ética da educação

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  14/03/2007   |  BR   |   .doc   |   5 páginas

Cronologia educação no mundo no Brasil de 1500 a 2007

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  27/03/2008   |  BR   |   .pdf   |   96 páginas

Últimos trabalhos educação

Literatura Infantil em Sala de Aula

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  03/07/2013   |  BR   |   .doc   |   10 páginas

Literatura Infantil

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  18/06/2013   |  BR   |   .doc   |   9 páginas