Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Metodologias para trabalhar a educação emocional nas escolas

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
outros
Faculdade
CASTELO BRANCO

Informações do trabalho

Armênio C.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
25 páginas
Nível
Para todos
Consultado
5 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Conceito de educação emocional
  2. Contribuições da educação emocional no desenvolvimento da criança
    1. Afetividade segundo Vygotsky
    2. A afetividade segundo Wallon
  3. Metodologias para se trabalhar a educação emocional no cotidiano escolar
  4. Conclusão
  5. Referências bibliográficas

Vivemos uma época que se caracteriza por inúmeras exigências e desafios. Momento de profundas e significativas mudanças no campo de atuação de todo e qualquer profissional. A ação é constante e presente em todos os setores da sociedade. E a escola por sua vez, não pode eximir de sua responsabilidade. Ela precisa buscar novos caminhos que venham oportunizar aos alunos e aos profissionais da educação melhor atuação junto ao objeto de conhecimento.
Enquanto educadoras, ouvimos com freqüência dos professores os seguintes comentários: as crianças de hoje não têm limites, estão rebeldes, agressivas e não respeitam mais o professor. Exemplos de alunos indisciplinados, com conflitos emocionais e professores angustiados por não saber lidar com tais situações, vêem aumentando consideravelmente em nossas escolas.
O momento, é decisivo para o homem do século XXI, não basta só a competência intelectual, é preciso também as competências intrapessoal e interpessoal, ou seja, ele precisa aprender lidar com os seus sentimentos para poder compreender, respeitar e conviver com o outro de forma harmoniosa.
A escola precisa rever os seus conceitos e os governantes valorizar mais a figura dos especialistas da educação. O aluno contemporâneo deve ser preparado para vida e não para o mero acúmulo de informações. Ele precisa ser trabalhado na sua totalidade, levando em consideração a sua afetividade, suas percepções, suas expressões, sua crítica e sua criatividade, para que o mesmo possa ampliar seus referenciais de mundo e conhecer melhor suas emoções, controlar os seus impulsos e reconhecer suas limitações e possibilidades.

[...] O autor conclui que um tipo de inteligência criadora. Ela inventa o novo e introduz no mundo algo que não existia. Quem inventa não pode ter medo de errar, pois vai se meter em terras desconhecidas, ainda não mapeadas? (ALVES p.159) METODOLOGIAS PARA SE TRABALHAR A EDUCAÇÃO EMOCIONAL NO COTIDIANO ESCOLAR O que se propõe é a criação de um ambiente positivo, que incentive os alunos a imaginar soluções, explorar possibilidades, levantar hipóteses, justificar seu raciocínio e validar suas próprias conclusões. [...]


[...] A partir deste conceito percebe-se as possibilidades de desenvolvimento das crianças com necessidades especiais na escola regular e observa-se que tanto o meio social e cultural, como o professor e demais alunos das escolas poderão funcionar como mediadores entre a criança e os objetos culturais, ajudando na formação da funções psicológicas superiores. Para Vygotsky (1991, p.237) essas formações psicológicas são produto da influência social sobre o ser humano, são a representação e o fruto do ambiente cultural externo na vida do organismo. [...]


[...] O desenvolvimento dos saberes docentes para propor a educação emocional na escola fundamental e a busca do desenvolvimento da inteligência emocional nas crianças. A educação emocional envolve saberes que precisam ser desenvolvidos para que os docentes possam propor metodologias que contemplem as aptidões e competências das pessoas. Antunes (2001, p. em seu livro Alfabetização Emocional, menciona cinco saberes essenciais para que possa ocorrer a alfabetização emocional, ou seja, a educação emocional: Autoconhecimento: capacidade de identificar seus próprios sentimentos, usando-os para tomar decisões e resolver problemas que resultem na satisfação pessoal. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Orientação educacional

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  24/04/2007   |  BR   |   .doc   |   17 páginas

Mais Vendidos educação

A ética da educação

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  14/03/2007   |  BR   |   .doc   |   5 páginas

Cronologia educação no mundo no Brasil de 1500 a 2007

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  27/03/2008   |  BR   |   .pdf   |   96 páginas