Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

O ensino da língua de sinais americana como segunda língua

Informações sobre o autor

Técnica em Educação - Professora - Intérprete de língua...
Nível
Especializado
Estudo seguido
Pedagogia -...

Informações do trabalho

Ana Maria R.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
31 páginas
Nível
Especializado
Consultado
2 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. A língua de sinais americana em perspectiva
    1. Uma breve história da asl
    2. Uma língua sinalizada na frança do século xviii
    3. Nos estados unidos
    4. A lingüística da asl
    5. A distinção língua/modalidade
    6. Colocando as palavras na sentença: a sintaxe da asl
    7. Nem tudo está nas mãos
    8. Códigos manuais para o inglês
    9. A natureza multilíngüe da comunidade surda
    10. Bilingüismo
    11. Variação sociolingüística
    12. Inglês pidgin sinalizado
    13. Atitudes em relação à língua
    14. A asl como língua estrangeira
    15. Crescimento da instrução em asl
    16. A aceitação da asl como língua estrangeira
  2. A cultura surda norte-americana
    1. Cultura: olhando para o mundo da perspectiva de um nativo
  3. Retratos de um homem branco
    1. Um retrato do ouvinte
    2. A aculturação no mundo surdo
    3. Um modelo da cultura surda
    4. Padrões de comunicação
    5. A literatura surda
    6. Oratória
    7. Folclore
    8. Arte performática
    9. A literatura surda em inglês
    10. Autobiografia/entrevistas em vídeo
    11. Resumo

O livro Aprender a Ver é uma tradução feita pelo professor Francisco de Arantes Leite, segundo o tradutor ele servirá como prévia do que poderá acontecer no Brasil, se acreditarmos nas mudanças que a regulamentação da Lei de Libras promete. O que o livro traz uma síntese das línguas sinalizadas e uma série de reflexões sobre o desenvolvimento de programas de ensino de línguas de sinais, baseadas na experiência norte-americana. Leite constatou a escassez de suporte teórico para os professores e alunos de língua de sinais no Brasil, e resolveu aplicar seus conhecimentos de inglês e de lingüística para produzir esta tradução sobre o ensino da língua de sinais americana, que ele tinha achado útil durante o processo do seu próprio aprendizado de Libras.

[...] Em 1988, o parlamento da Comunidade Européia ao observar que há 500.000 pessoas com surdez profunda vivendo em seus Estados Membros cujas primeiras línguas são as línguas sinalizadas naturais de sua nação e não a língua materna dominante em seu país reconheceu as línguas de sinais nativas como línguas legítimas nos doze Estados Membros. O reconhecimento e a aceitação da ASL, certamente, é uma idéia que mais dia menos dia conseguirá se estabelecer a cultura surda norte-americana É comum para o público em geral considerar os surdos nos EUA como pessoas deficientes sem qualquer senso de identidade enquanto comunidade além disso. [...]


[...] Esse retrato da pessoa ouvinte, assim como o retrato de Basso, revela mais sobre as pessoas que pintaram o retrato do que sobre as pessoas retratadas. Ele revela que as pessoas Surdas valorizam os olhos e o uso do rosto para fornecer informações. Movimento excessivo da boca, no entanto, pode ser um comportamento inaceitável na cultura Surda. Além disso, os Surdos valorizam o toque A aculturação no mundo surdo Pode-se supor que para os Surdos, assim como para todas as pessoas, existem pelo menos dois tipos de pessoas: e As crianças começam a vida assumindo que todos são iguais. [...]


[...] O texto inclui mais discussão da lingüística da ASL do que seria típico em um livro sobre aprendizado de segunda língua, mas isso ocorre devido ao grande número de questões lingüísticas e culturais que devem ser explicadas para o estudante de ASL como segunda língua. Nós iniciamos nossa discussão destacando três pontos: Devido ao fato da ASL ter sido estudada como uma língua legítima apenas recentemente, muitas informações sobre a língua vêm diretamente da pesquisa lingüística. Professores e alunos devem ser capazes de usar e entender essas informações para seguirem em seus estudos da ASL. [...]

Mais Vendidos educação

A ética da educação

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  14/03/2007   |  BR   |   .doc   |   5 páginas

Cronologia educação no mundo no Brasil de 1500 a 2007

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  27/03/2008   |  BR   |   .pdf   |   96 páginas

Últimos trabalhos educação

Literatura Infantil em Sala de Aula

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  03/07/2013   |  BR   |   .doc   |   10 páginas

Literatura Infantil

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  18/06/2013   |  BR   |   .doc   |   9 páginas