Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
administração
Faculdade
FACECA/FADIVA

Informações do trabalho

Data de Publicação
15/01/2007
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
23 páginas
Nível
Para todos
Consultado
15 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
1 Avaliaçao cliente
4
escrever um comentário

O papel da família na aprendizagem

  1. Conceito de aprendizagem
  2. Distúrbios de aprendizagem
  3. Família e aprendizagem
    1. Família e formação da personalidade
    2. Família e ajustamento emocional
    3. Família e desenvolvimento cognitivo
    4. Família e nível sócio-econômico
  4. Família: primeira instância da educação
    1. Limites
  5. Pesquisa na escola municipal Paulo Afonso VIlela
  6. Considerações finais
  7. Referências bibliográficas

Antigamente costumava-se atribuir à criança, toda culpa por seu fracasso escolar. Hoje, porém, já se reconhece que as dificuldades em aprendizagem não se dão no vazio, e sim em contextos, tanto situacionais, quanto interpessoais. Não podemos falar de dificuldades tendo somente a criança como ponto de referência: o "contexto" em que a criança se encontra precisa ser considerado. Assim, quer a família, quer a escola, podem ser grandes responsáveis pela determinação dos distúrbios de aprendizagem.
O objetivo deste estudo é verificar até que ponto a influência da família pode determinar tais distúrbios. A importância da referida pesquisa justifica-se, visto que: a família nuclear, constituída de pai, mãe e filhos, ainda é considerada como a menor unidade social, a célula que reunida às outras formará o tecido social; o lar e a vida familiar podem proporcionar, através do seu ambiente físico e social, as condições necessárias ao desenvolvimento da personalidade da criança; as influências precoces são as mais duradouras e as mais estáveis; é na família que a criança encontra, em primeiro lugar, os modelos a serem imitados (modelo de identificação); existem momentos muito adequados para a realização de determinadas aquisições, conforme o desenvolvimento maturativo da criança, e isso acontece enquanto ela está sob a custódia da família; a família é um contexto de socialização especialmente relevante para a criança.
A análise do tema escolhido fez-se através de uma pesquisa bibliográfica cujo resultado servirá de informação a pais e educadores. Aos primeiros, por estarem ou deverem estar em permanente contato com os filhos e por serem, acredita-se, os principais interessados pelo pleno desenvolvimento deles. Aos segundos, por continuarem a tarefa iniciada pela família, por terem a possibilidade e a responsabilidade de introduzirem influências positivas que sejam capazes de compensar as deficiências ligadas aos contextos de criação familiar da criança.
O motivo que me levou a escolher o referido tema foi o fato de atuar junto a crianças com inúmeros problemas de aprendizagem. Algumas não aprendem, ou aprendem mal, outras apresentam dificuldades de adaptação à escola. Até que ponto a influência da família está presente nesses problemas ?
O trabalho constou da análise das seguintes idéias: conceito de aprendizagem; conceito de distúrbio de aprendizagem; família e aprendizagem: família e formação da personalidade, família e ajustamento emocional, família e desenvolvimento cognitivo, família e nível sócioeconômico.

[...] PESQUISA NA ESCOLA MUNICIPAL PAULO AFONSO VILELA O objetivo geral para o Ensino Fundamental é o processo de desenvolvimento do educando, garantindo a formação comum básica para o exercício da cidadania. Assim, a escola, mais do que nunca deve reconhecer que os resultados escolares dos alunos dependem da origem social, da situação pessoal e familiar. Portanto, esta pesquisa tem caráter de pesquisa de campo e baseará na observação dos professores da Escola Municipal Paulo Afonso Vilela em relação ao desempenho de seus alunos e o envolvimento da família no processo de ensino-aprendizagem. [...]


[...] ambiente físico e social, as condições necessárias ao desenvolvimento da personalidade da criança; as influências precoces são as mais duradouras e as mais estáveis; é na família que a criança encontra, em primeiro lugar, os modelos a serem imitados (modelo de identificação); existem momentos muito adequados para a realização de determinadas aquisições, conforme o desenvolvimento maturativo da criança, e isso acontece enquanto ela está sob a custódia da família; a família é um contexto de socialização especialmente relevante para a criança. [...]


[...] O autor considera de fundamental importância para o desenvolvimento posterior da criança e para sua aprendizagem escolar, os sentimentos que os pais nutrem por ela durante os anos anteriores à escola. Tais sentimentos contribuem para o desenvolvimento do conceito de si própria autoconceito), o conceito do mundo e de seu lugar no mundo. Considera o autoconceito como base de toda aprendizagem, pois se a criança julga-se capaz de aprender, aprenderá muito mais do que se ela nutrir sentimento de incapacidade. [...]

...

Estes documentos podem interessar a você

A importância da família na educação de crianças com dificuldades de aprendizagem escolar sob a...

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  08/11/2006   |  BR   |   .doc   |   12 páginas

Família, crianças e motivação

 Sociedade   |  Educação   |  Monografia   |  28/06/2007   |  BR   |   .doc   |   44 páginas

Mais Vendidos educação

A importância da sala de recursos para a educação inclusiva

 Sociedade   |  Educação   |  Monografia   |  17/07/2007   |  BR   |   .doc   |   39 páginas

A música na educação infantil: saberes e práticas

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  16/01/2007   |  BR   |   .doc   |   10 páginas
Compra e venda de trabalhos acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.