Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

O processo de interatividade na internet: o gênero do discurso e a relação entre o indivíduo e a aprendizagem

Informações sobre o autor

INTERMAT
Nível
Especializado
Estudo seguido
1º Grau

Informações do trabalho

RODRIGO R.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
9 páginas
Nível
Especializado
Consultado
0 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Implantação do setor de controle

A Internet se desenvolveu e se popularizou de tal forma que se tornou parte do cotidiano de grande parte da população mundial, interligando-os de tal modo, que é como se não houvesse barreiras geográficas, distâncias a serem vencidas. O fator tempo é quase como se não existisse, pois tudo acontece em tempo real, com isso a interação desenvolvida entre os internautas, contribuiu para a formação de um novo estilo de linguagem. Nesse sentido a Web é uma rede de informações que ultrapassa o fornecimento de conteúdos, fazendo parte do dia a dia de seus usuários, que, muitas vezes ou por falta de tempo, ou por ser economicamente mais viável ou até em muitas ocasiões ser a única opção, acabaram modificando através deste meio, formas tradicionais de relacionamento, reforçando ao mesmo tempo a constituição de relações simbólicas e culturais. Partindo desse pressuposto este artigo trabalhará com a concepção de Gênero do Discurso de Mikhail Bakhtin, explicando a peculiar forma de linguagem á este tipo de meio, abordando aspectos da relação entre a linguagem verbal e não verbal, sua interatividade entre indivíduo/suporte/linguagem e seus enunciados, sabendo que os mesmos estão inseridos neste universo como sendo produção de cultura.
Com o advento da Internet, as pessoas, principalmente jovens e adultos internautas, passaram a ler e escrever mais se utilizando da escrita eletrônica. Dessa forma, muitos internautas estão mais habilidosos no manuseio e na criação de formas específicas de lidar com a língua dentro da tecnologia da informação, em particular a Internet. Existem algumas formas de interação na Internet, porém, um dos principais serviços oferecidos são as salas de bate-papo.
Com sua popularização, o sistema de bate-papo tem contribuído para a realização de novas formas de interação e assumido uma linguagem própria, caracterizando-se principalmente por sua proximidade ao texto oral, abreviação e associação da escrita a demonstrações de emoção. Apontando, com esses elementos, a criação de novas estruturas perceptivas de seus usuários. A linguagem é à base das relações sociais, em razão disso, diversos grupos de uma comunidade lingüística organizam um código comunicativo próprio, formando ao lado da língua padrão um universo semiológico.
Quando se acessa a Internet, banco mundial de dados interligados em rede, que possui um grande volume de informações que circulam, a possibilidade de interatividade e a rapidez de troca dessas informações, que está disponível a qualquer pessoa, a princípio, pode causar um sentimento de deslumbramento por sua potencialidade ou por um pessimismo equivocado reduzindo-a a características efêmeras, como perda de noção de espaço e tempo, como cita Marcos Bagno em sua obra, A Língua de Eulália.
A Internet, como gênero do discurso estabelece uma forma peculiar de interação, pois possui sua própria linguagem e, na medida em que a linguagem está na base de toda interação, ela pode tanto propiciá-la quanto dificultá-la.
Não é a primeira vez que surge uma nova linguagem, cada grupo social possui sua própria forma de comunicação, os jornalistas até pouco tempo, antes das tecnologias que captam sons e imagens o mais próximo da perfeição, possuíam seus bloquinhos de anotações que poderia bem parecer a um desconhecedor dos códigos ali pré-estabelecidos como se estivesse hoje diante da tela de um computador, tentando entender as abreviações, os emoticons, ou seja, o novo que surge diante da necessidade do próprio usuário em interagir com esse ?universo mágico?.


[...] Esta experiência tem levado vários educadores a se perguntar até que ponto essa nova linguagem influenciará na produção dos textos escritos, abrindo debates em torno da interferência e das possíveis conseqüências sofridas pelos alunos/internautas que cotidianamente experimentam um novo processo de interação entre o campo oral e escrito no gênero discursivo. A QUESTÃO DISCURSIVA EM BAKTHIN Muitas são as formas de Gênero do Discurso, pois esse está relacionado a cada segmento da atividade humana na sua relação de aplicabilidade e apropriação por parte do indivíduo. [...]


[...] (ORLANDI p.17) O Gênero do Discurso se faz importante ao pensarmos que a Internet adquiriu sua própria linguagem, viva, em constante movimento e evolução, principalmente no que concerne ao sistema de bate-papo, adaptando-se às necessidades e características deste tipo de comunicação a educação formal possuindo sua experiência, considerando-se como único padrão a ser seguido apresenta-se como opositora. O que podemos observar no chamado ?Internetês?, é que a regra é justamente quebrar as regras da forma normativa, culta de escrever. No entanto, não problematizaremos isso ao nível de certo ou errado, mas, que estamos diante do surgimento de mais uma modalidade de Gênero Discursivo. [...]


[...] Não é a primeira vez que surge uma nova linguagem, cada grupo social possui sua própria forma de comunicação, os jornalistas até pouco tempo, antes das tecnologias que captam sons e imagens o mais próximo da perfeição, possuíam seus bloquinhos de anotações que poderia bem parecer a um desconhecedor dos códigos ali pré-estabelecidos como se estivesse hoje diante da tela de um computador, tentando entender as abreviações, os emoticons, ou seja, o novo que surge diante da necessidade do próprio usuário em interagir com esse ?universo mágico?. [...]

Mais Vendidos educação

A ética da educação

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  14/03/2007   |  BR   |   .doc   |   5 páginas

Cronologia educação no mundo no Brasil de 1500 a 2007

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  27/03/2008   |  BR   |   .pdf   |   96 páginas

Últimos trabalhos educação

Literatura Infantil em Sala de Aula

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  03/07/2013   |  BR   |   .doc   |   10 páginas

Literatura Infantil

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  18/06/2013   |  BR   |   .doc   |   9 páginas