Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

O que todo professor precisa saber sobre a dislexia e a criança hiperativa

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
educação
Faculdade
Pedagogia

Informações do trabalho

Roana L.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
4 páginas
Nível
Para todos
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário

De acordo com a Associação Brasileira de Dislexia este distúrbio é o de maior incidência nas salas de aulas. Não é o resultado de má alfabetização, desatenção, desmotivação, condição sócio-economica ruim ou baixa inteligência. É um evento hereditário, com alterações genéticas e do padrão neurológico. Por estes múltiplos fatores deve ser diagnosticada por uma equipe multidisciplinar. Existem vários graus de intensidade do transtorno disléxico. O nível de dificuldade e os sintomas também variam muito. A Associação Brasileira de Dislexia coloca as características da pessoa com Dislexia subdividida em três fases do desenvolvimento: Pré-Escola, Idade Escolar e Adulto.
O córtex cerebral é a única região do sistema nervoso central (SNC) capaz de transformar estímulos recebidos em aprendizado. Cada estímulo que atinge o córtex é comparado com vivências anteriores (ou memórias de eventos passados ) para que possa ser interpretado, decodificado, compreendido. O SNC só é capaz de decodificar ou compreender o estímulo que, em alguma outra ocasião já tenha tido contato. Em eventos novos, o novo estímulo fica retido na memória enquanto associa-se todas as informações possíveis sobre ele (forma, peso, cor, etc). Para tanto, todo o resto do SNC tem que estar funcionando adequadamente em favor das funções nervosas superiores de memória, raciocínio e inteligência, em busca da decodificação ou do aprendizado. Só é possível decodificar ou aprender se o SNC estiver maduro para receber e interpretar o novo evento e se estiver atento e interessado. O aprendizado, portanto, depende da integridade e/ou maturidade neurológica, atenção e interesse, além, é claro, da funcionalidade adequada das estruturas que vão receber ou captar os estímulos (boa acuidade visual e auditiva, entre outras). Algumas dificuldades no aprendizado das crianças estão ligadas à presença de lesão cortical, onde os estímulos são inadequadamente avaliados.

[...] O capitulo aborda a função do Sistema Nervoso Central em que o córtex cerebral e a única região dele que transforma estímulos recebidos em aprendizado. Porem o SNC só consegue decodificar estímulos com os quais já tenha tido contato e os novos ficam retidos na memória associando-se a todas as informações possíveis sobre ele. Conclusão: para que haja aprendizado e preciso que o SNC esteja em perfeitas condições de atenção, de interesse e que se tenha boa visão, audição. Se houver alguma lesão cortical a criança terá alguns tipos de dificuldades em seu aprendizado, determinando deficiência mental. [...]


[...] A parte mais simples do SNC é representada pela medula espinal, capaz de realizar respostas motoras reflexas, repetitivas, sem memória e sem compreensão do porque de sua ocorrência. Entre o compartimento mais desenvolvido, que é o córtex, e a do menor desenvolvimento que é a medula espinal, existem vários agrupamentos de neurônios que desempenham funções fundamentais para que o córtex possa ?trabalhar com inteligência?. Um aspecto fundamental para o aprendizado é a atenção, função desempenhada por uma estrutura complexa encontrada no tronco encefálico, denominada Formação Reticular (FR). É ela que mantém o córtex alerta para receber novos estímulos e buscar interpretá-los ou decodificar. [...]

Mais Vendidos educação

A ética da educação

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  14/03/2007   |  BR   |   .doc   |   5 páginas

Cronologia educação no mundo no Brasil de 1500 a 2007

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  27/03/2008   |  BR   |   .pdf   |   96 páginas

Últimos trabalhos educação

Literatura Infantil em Sala de Aula

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  03/07/2013   |  BR   |   .doc   |   10 páginas

Literatura Infantil

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  18/06/2013   |  BR   |   .doc   |   9 páginas